! Com dois a menos, São Paulo vence o Furacão - 22/04/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  22/04/2004 - 22h26
Com dois a menos, São Paulo vence o Furacão

MBPress
Em São Paulo

Heróico. Esse é o adjetivo mais apropriado para o São Paulo na noite desta quinta-feira. Com dois a menos desde os 15min do segundo tempo (Marquinhos e Vélber foram expulsos), o tricolor conseguiu vencer o Atlético-PR por 1 a 0, com gol de Gustavo Nery, e fazer a alegria da sua torcida na sua estréia no Campeonato Brasileiro.

Ayrton Vignola/Folha Imagem 
Gustavo Nery faz gol e Tricolor vence na estréia do Brasileiro contra o Atlético-PR
Apesar das vais iniciais dos torcedores, o tricolor mostrou vontade e bastante raça e conseguiu evitar que o Furacão aproveitasse a vantagem de estar com mais jogadores em campo. Com isso, as vaias se transformaram em gritos de apoio até o apito final.

Além da forte marcação que a equipe de Cuca aplicou depois de perder dois homens, a falta de pontaria e o fraco desempenho do setor ofensivo do Atlético-PR contribuíram para que o placar ficasse sem gols até a bomba de Gustavo Nery aos 43min do segundo tempo.

O autor do gol tricolor, que no meio do ano vai deixar o clube para jogar no futebol alemão, saiu de campo ovacionado pela torcida. E prometendo dar ainda mais alegrias aos são-paulinos até o fim do seu contrato.

No próximo domingo, o São Paulo enfrenta o Criciúma, às 18h, no estádio Heriberto Hulse, em Santa Catarina. Já o Atlético-PR, recebe o Figueirense na Arena da Baixada, às 16h.

O jogo
O primeiro lance de perigo do São Paulo na sua estréia no Campeonato Brasileiro de 2004 não poderia ter saído dos pés de outra pessoa não ser Luís Fabiano. Logo aos 2min, o atacante foi lançado, dominou a bola, entrou na área e tocou por cima do gol de Diego, agitando a barulhenta torcida são-paulina.

Percebendo que o perigo iria rondar a sua meta, os atleticanos apertaram a marcação, o que dificultou a chegada do tricolor ao ataque nos primeiros 15min de jogo. E aos 19min, o Furacão quase chegou ao gol. Ilan recebeu a bola, driblou o zagueiro Rodrigo, ficou sozinho de frente para Rogério Ceni e chutou para fora.

Com muitas faltas, a partida ficou truncada no meio-de-campo e poucas jogadas de perigo saíram, até que aos 31min Gustavo Nery arriscou de fora da área, a bola desviou na zaga e tirou tinta da trave do goleiro Diego. No escanteio, nada aconteceu.

Depois disso até o final da primeira etapa, as duas equipes arriscaram alguns chutes de longa distância e seus atacante não foram felizes nas conclusões, que ora esbarravam na defesa e ora iam bem longe do gol.

O São Paulo voltou para o segundo tempo com duas mudanças efetuadas pelo técnico Cuca: Gabriel entrou no lugar do lateral-direito Cicinho e Fábio Santos saiu para a entrada do meia-atacante Vélber.

Nos primeiros 10min da etapa final, o São Paulo teve mais posse de bola. No entanto, com a forte marcação dos atleticanos e a falta de criatividade do meio-de-campo tricolor nenhuma boa jogada saiu.

E nos próximos 5min, duas expulsões aconteceram. As duas no São Paulo. Primeiro foi o meia Marquinhos, que, segundo o juiz, reclamou demais. E depois Vélber, que chutou a perna de Ramalho após sofrer uma falta.

Com dois jogadores a mais em campo desde os 15min, o Atlético-PR ditava o ritmo da partida, porém, não levava muito perigo ao gol de Rogério Ceni. O técnico Cuca recuou todo o time, que passou apenas a explorar os contra-ataques.

Todo na defesa e apenas com Luís Fabiano no ataque, o São Paulo se segurou firme na defesa. Mas, aos 43min, Gustavo Nery avançou, driblou dois marcadores e chutou forte para garantir a vitória tricolor.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho (Gabriel), Fabão, Rodrigo e Fábio Santos (Vélber); Alexandre, Fábio Simplício, Gustavo Nery e Marquinhos; Grafite (Danilo) e Luís Fabiano
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-PR
Diego; Igor, Marinho e Alessandro Lopes (Fabrício); William, Ramalho, Alan Bahia, Jadson e Marcão; Ilan e Dagoberto
Técnico: Júlio Piza

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues e Vilmar Raul (RJ)
Cartões amarelos: Rodrigo, Grafite, Alexandre (SP); Dagoberto, Alan Bahia, William, Ilan, Alessandro Lopes (A)
Cartões vermelhos: Marquinhos e Vélber (SP)
Gols: Gustavo Nery, aos 43min, do segundo tempo.

Veja a página especial do Brasileirão 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do São Paulo em 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Atlético-PR em 2004.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias