! São Paulo bate Coritiba e assume liderança isolada do Brasileiro - 09/05/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  09/05/2004 - 19h51
São Paulo bate Coritiba e assume liderança isolada do Brasileiro

MBPress
Em São Paulo

Com um meio-campo improvisado, o São Paulo aproveitou o nervosismo e a ausência do trio de ataque do Coritiba para obter uma importante vitória por 2 a 1, na noite deste domingo, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Mesmo atuando fora de casa, o time paulista ditou o ritmo e construiu o triunfo ainda no primeiro tempo. Aos 23min, Luís Fabiano recebeu de Vélber, invadiu a área e chutou cruzado.

Quatro minutos depois, em bela triangulação, Gustavo Nery ampliou, mas o lateral foi atingido pelo goleiro Fernando no lance e deixou o campo contundido. A partir daí, o Coritiba passou a pressionar e diminuiu com Jucemar, aos 5min do segundo tempo.

Apesar do gol, o time paranaense não aproveitou o momento e a partida ficou muito monótona com o São Paulo segurando a vitória, que deixa assim a equipe na liderança isolada da competição, com 13 pontos.

O time tem três pontos de vantagem para Goiás e Ponte Preta, que dividem a segunda posição. Além do triunfo e a liderança, a equipe ganha um importante estímulo para jogar contra o Rosário Central, em casa, nesta quarta-feira, pela Copa Libertadores.

O São Paulo precisa vencer a partida por, pelo menos, um gol de diferença para forçar a disputa de pênaltis, nas oitavas-de-final, já que perdeu na Argentina por 1 a 0.

Já o Coritiba amarga a lanterna da competição nacional, com zero pontos. A equipe somou seis pontos, mas foi impugnado com a perda dos mesmos seis pontos, pela utilização irregular do volante Ataliba na partida contra o Guarani, na primeira rodada.

O time promete recorrer da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para recuperar os pontos. Se isso acontecer, a equipe iria para o 12º lugar da competição.

Pelo Brasileiro, as duas equipes voltam a jogar apenas no próximo domingo, dia 16. O Coritiba visita a Ponte Preta, e o São Paulo enfrenta o Paraná Clube, em casa.

O jogo
Mesmo jogando fora de casa, o São Paulo teve a iniciativa desde o início e pressionou o rival, que sentiu a ausência de Tuta, Aristizábal e Luiz Mário. Sem o trio, o Coritiba foi presa fácil e o time paulista perdeu a primeira chance com Cicinho, aos quatro minutos de jogo.

Cinco minutos depois, Marquinhos recebeu passe em profundidade, tentou encobrir Fernando, mas falhou. Após o susto, o Coritiba se retrancou e passou a tentar jogadas no ataque, pecando sempre nos toques finais dentro da área.

O São Paulo manteve ainda o controle da bola e não demorou a abrir o placar. Aos 23min, Vélber dominou na intermediária e lançou Luís Fabiano. Sozinho, ele invadiu a área e chutou cruzado, sem chances para Fernando.

O gol desanimou o time paranaense, que se perdeu em campo e abriu espaços. Com a liberdade, o São Paulo precisou de apenas quatro minutos para ampliar. Em tabela com Marquinhos e Vélber, Gustavo Nery entrou livre e tocou na saída do goleiro.

Na jogada, o lateral foi atingido por Fernando e deixou o campo contundido. Sem Gustavo Nery, o São Paulo recuou e viu o Coritiba chegar com perigo. Aos 36min, André Nunes arriscou de fora da área e exigiu boa defesa de Rogério Ceni.

O goleiro voltou a se destacar aos 46min, quando Jucemar acertou uma falta no ângulo esquerdo e Rogério Ceni espalmou, salvando o São Paulo. No intervalo, a palavra de ordem do time paulista era manter o bom futebol apresentado nos primeiros 45 minutos.

"Jogamos um bom futebol, digno de espetáculo, mas não podemos bobear, pois o Coritiba é uma grande equipe", destacou o meia Marquinhos. Já o Coritiba voltou com Cacique e Josafá nos lugares de Ataliba e Rodrigo Batata, para ganhar força no ataque e deu resultado.

Logo no segundo minuto, o time paranaense chegou com perigo. Capixaba dominou na área e chutou, mas a bola desviou em André Nunes e saiu pela linha de fundo. Três minutos depois, o Coritiba marcou com Jucemar, que acertou uma boa cobrança da intermediária e ainda contou com a ajuda do morrinho-artilheiro, para tirar Rogério Ceni do lance.

Mas a esperança do empate parou por aí. O São Paulo soube fechar o meio-campo e o time paranaense mostrou que sentiu a ausência dos três atacantes. Sem criatividade, o Coritiba só teve oportunidades em três faltas cobradas por Rogério Ceni, que bateu na barreira, mas o alviverde não aproveitou.

O técnico Antônio Lopes ainda colocou Thiago Santos na vaga de Igor, mas o time não melhorou. O time ainda teve uma boa chance com Jucemar, aos 40min, e o lateral errou. Com isso, o Coritiba amargou assim a segunda derrota no Nacional, sendo a primeira em casa.

CORITIBA
Fernando; Jucemar, Miranda, Reginaldo Nascimento e Ricardo; Ataliba (Márcio Egídio), Pepo, Capixaba e Rodrigo Batata (Josafá); Igor (Thiago Santos) e André Nunes
Técnico: Antônio Lopes

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Fabão, Rodrigo e Gustavo Nery (Gabriel); Alexandre, Ramalho, Danilo (Souza) e Marquinhos; Vélber (Grafite) e Luís Fabiano
Técnico: Cuca

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Árbitro: Edílson Soares da Silva (RJ)
Assistentes: João Luis Ribeiro Magalhães (RJ) e José Cláudio Ramos (RJ)
Cartões amarelos: Josafá, Márcio Egídio, Miranda e Rodrigo Batata (C); Danilo, Grafite e Ramalho (S)
Gols: Luís Fabiano, aos 23min, e Gustavo Nery, aos 27min do primeiro tempo; Jucemar, aos 5min do segundo tempo

Veja a página especial do Brasileirão 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Coritiba em 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do São Paulo em 2004.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias