! Santos vacila e perde para o Atlético-PR - 15/05/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/05/2004 - 19h56
Santos vacila e perde para o Atlético-PR

MBPress
Em São Paulo

Sem o brilho de Diego no meio-de-campo, o Santos não conseguiu atacar com eficiência e foi derrotado por 1 a 0 pelo Atlético-PR na noite deste sábado, na Arena da Baixada. Com o resultado, o alvinegro caiu para a 13ª colocação com seis pontos. Já o rubro-negro, que foi a oito pontos, subiu para o 11º lugar.

Apesar da pressão que fez no Atlético-PR logo no início do jogo, o Santos não conseguiu aplicar a mesma qualidade nas finalizações como fez na partida contra a LDU no meio de semana. A ausência do meia Diego, contundido, atrapalhou o ataque santista.

Aproveitando isso, o time do técnico Levir Culpi tomou a iniciativa do jogo após os 15min e teve boas oportunidades de gol. No entanto, a zaga do Santos conseguiu se segurar e evitar o gol atleticano.

Na etapa final, a partida ficou mais equilibrada. Porém, as conclusões do Atlético-PR levavam mais perigo do que as do alvinegro. Tanto que o rubro-negro chegou ao gol aos 27min, com o atacante Washington, de cabeça.

Em desvantagem no placar, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou o time todo para o ataque, mas não obteve sucesso e amargou sua primeira derrota sob o comando do Santos.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR enfrenta o Corinthians, no domingo, dia 23, no estádio do Pacaembu. Já o Santos, recebe o Palmeiras, no mesmo dia, no estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro.

Antes disso, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo tem um compromisso pela Copa Libertadores da América. O alvinegro pega o Once Caldas, da Colômbia, na quarta-feira, às 21h45min, na Vila Belmiro.

O jogo
Com Basílio no lugar de Diego, machucado, o Santos foi a campo na partida contra o Atlético-PR com um time bastante ofensivo. E logo no início do jogo aplicou uma forte pressão na equipe local, que demorou para acordar.

Apesar do domínio inicial, as oportunidades criadas pelo Santos não levavam perigo ao gol de Diego. Robinho, Basílio e Deivid não foram felizes nas conclusões e o goleiro do Atlético sequer pegava na bola.

O time rubro-negro acordou em campo aos 14min, quando o atacante Ilan deu um belo drible no zagueiro André Luís e tocou por cobertura sobre Júlio Sérgio, que observou a bola passar bem perto da sua trave esquerda.

Depois desse lance, a equipe de Levir Culpi passou a ter mais volume de jogo e criou belas jogadas, como aos 19min, quando Washington deu um belo toque de calcanhar para William, que cruzou para o atacante, que cabeceou de raspão.

O Santos voltou a assustar aos 26min. O meia Elano fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área, onde o volante Renato subiu sozinho para cabecear. A bola tirou tinta do trave esquerda do goleiro Diego.

Aos 32min, o técnico atleticano fez uma substituição e mudou o esquema de 3-5-2 para o 4-4-2. A alteração foi a entrada do meia Raulen no lugar do zagueiro Igor.

No segundo tempo, apenas o Santos voltou com uma formação diferente. O atacante Basílio, que não fez um bom primeiro tempo, saiu de campo para dar lugar ao meia Preto Casagrande.

A partida ficou mais equilibrada na etapa final. Nos primeiros 9min, tanto o Santos como o Atlético-PR aplicaram um forte ritmo e os seus jogadores corriam mais do que no tempo anterior. Os chutes a gol, no entanto, saiam fracos.

Só aos 10min foi que uma chance clara de gol arrancou suspiros da torcida presente na Arena da Baixada. O lateral Fernandinho fez boa jogada pela direita, cortou um marcador e chutou forte cruzado. A bola bateu na rede pelo lado de fora.

O Santos teve uma boa oportunidade aos 18min. Após trombada entre o jogador atleticano e o volante Paulo Almeida, a bola sobrou para o atacante Robinho, que avançou pelo meio e tocou para Léo, que estava sozinho. Porém, o bandeirinha marcou impedimento.

Aos 22min, o meia Elano perdeu uma chance incrível de abrir o marcador. Depois de receber bom lançamento de Deivid, o jogador avançou pela direita e chutou forte. O goleiro Diego espalmou e a bola sobrou mais uma vez para Elano, que dominou e, sem goleiro, chutou por cima do gol.

Mas foi o Atlético-PR que chegou ao gol. Aos 27min, o lateral Fernandinho avançou pela direita e cruzou com perfeição para o atacante Washington, que subiu sozinho para cabecear para o fundo do gol de Júlio Sérgio.

ATLÉTICO-PR
Diego; Igor (Raulen), Marinho e Fabiano; Fernandinho, Alan Bahia, William, Jadson (Bruno) e Marcão (Ivan); Washington e Ilan
Técnico: Levir Culpi

SANTOS
Júlio Sérgio; Paulo César, Pereira, André Luís e Léo; Paulo Almeida (Leandro Machado), Renato e Elano; Basílio (Preto Casagrande) (Lopes), Robinho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Árbitro: Edílson Soares da Silva (RJ)
Assistentes: Eurivaldo Faria Lima (RJ) e Marcos Venício Barros Sá Freire (RJ)
Cartões amarelos: Alan Bahia (A), Paulo César (S), André Luís (S), Preto Casagrande (S), Fernandinho (A), Raulen (A)
Gol: Washington, aos 27min, do segundo tempo.

Veja a página especial do Brasileirão 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Atlético-PR em 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Santos em 2004.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias