! Santos vence e tira do Inter a chance de liderar o Brasileiro - 20/06/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  20/06/2004 - 19h59
Santos vence e tira do Inter a chance de liderar o Brasileiro

MBPress
Em Campinas

Mesmo sem apresentar um grande futebol, o Santos venceu o Internacional por 3 a 0, nesta noite de domingo, na Vila Belmiro, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, e continua se recuperando na competição.

Folha Imagem 
O santista Robinho tenta passar pela marcação do Internacional na Vila Belmiro
Os gols da vitória foram marcados por Robinho, aos 12min do primeiro tempo, Basílio, aos 36 do segundo, e André Luís, aos 44 da etapa final.

Com o resultado, o time da Baixada chega aos 13 pontos e se iguala ao Goiás na 12ª colocação. O Inter permanece com 17, em quinto.

Essa foi a segunda vitória seguida do Santos, a terceira partida sem derrota. No último domingo, ganhou do Vitória por 2 a 1, em Salvador. O Inter, com o resultado, perdeu chance de assumir a liderança da competição isoladamente.

Para a partida contra o Inter, o técnico Wanderley Luxemburgo ainda não pôde contar com os recém-contratados Tapia, Flávio, Ricardo Bóvio e Marcinho. Ambos não tiveram suas documentações regularizadas junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A expectativa da diretoria do Santos é de que eles estejam liberados para a partida do próximo sábado, contra o Guarani, novamente na Vila Belmiro. O Internacional recebe o Vasco, domingo, no Beira-Rio.

O Jogo
Mesmo jogando fora de casa, o Internacional não se intimidou e começou a
partida no ataque. No entanto, a equipe sentiu muito a falta do atacante
Nilmar, que não atuou por estar machucado. A primeira chance dos gaúchos
aconteceu aos 7min. Marabá recebeu bom passe de Gavilán, invadiu a área e chutou perto do gol de Mauro.

A resposta do Santos foi mortal. Aos 12min, Diego cobrou escanteio e
Robinho, livre na área, subiu de cabeça para abrir o placar, sem chances de defesa para Clemer.

No lance seguinte, Mauro salvou o que seria o gol de empate do Inter. Alex arriscou chute de fora de área e obrigou o goleiro a fazer grande defesa, evitando a igualdade no placar.

Mesmo com a vantagem, o Santos encontrava muita dificuldade em passar pelo bloqueio adversário. Com isso, era o Inter quem levava mais perigo. Aos 28min, Beto fez boa jogada pelo meio e serviu Alex. Ele bateu forte para Mauro fazer outra boa defesa.

Nos 15 minutos finais, Santos e Inter limitaram-se a errar passes e a
criarem poucas jogadas de ataque. Mesmo assim, o clube de Porto Alegre foi superior e mereceu um resultado melhor.

Assim como aconteceu no primeiro tempo, o Internacional começou a etapa
final agressivamente. Com o Santos explorando apenas os contra-ataques, os gaúchos foram para cima, mas não conseguiram sucesso nas finalizações.

Na primeira vez que foi ao ataque, o Santos levou perigo. Diego recebeu
passe pela esquerda e chutou forte. Clemer fez boa defesa, jogando a bola pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, André Luís subiu mais que a defesa, mas cabeceou para fora.

Com problemas na armação das jogadas, o técnico Wanderley Luxemburgo colocou Preto Casagrande no lugar de Elano. Aos 20min, Paulo César acertou um belo chute de fora da área, porém, parou no goleiro Clemer, bem locado.

Dois minutos depois, o lance mais polêmico da partida. Wilson deu a bola de presente para Robinho ainda em seu campo defensivo. O atacante avançou e foi derrubado na entrada da área. Os jogadores do Santos reclamaram com o árbitro Luís Antônio Silva Santos, alegando que ele teria sido derrubado dentro da área.

O lance acordou o Santos, que passou a jogar de maneira mais ofensiva. Aos 26min, Robinho tocou para Deivid no campo de ataque. O atacante chutou e a bola passou perto do gol adversário.

O segundo gol do alvinegro veio aos 36min. Diego fez boa jogada individual pela esquerda, passou por dois marcados e chutou. Clemer defendeu, mas soltou a bola. No rebote, Basílio, que acabara de entrar, só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.

Perdendo por 2 x 0, o Internacional se desestabilizou em campo. Assim, ficou mais fácil para o Santos atacar e chegar aos terceiro gol aos 44min. Diego cruzou da direita e encontrou o zagueiro André Luís livre na área, fechando o placar do jogo.

SANTOS
Mauro; Paulo César, Domingos, André Luís e Léo; Claiton, Elano (Preto
Casagrande), Ricardinho e Diego; Deivid (Basílio) e Robinho (Luís Augusto)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

INTERNACIONAL
Clemer; Bolívar, Wilson (Cleiton Xavier), Vinícius e Chiquinho; Fernando
Miguel, Gavilán, Marabá (Wellington) e Alex; Beto (Oséas) e Dauri
Técnico: Lori Sandri

Local: Estádio Urbano Caldeira, em Santos (SP)
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: João Luís Ribeiro Magalhães (RJ) e Vilmar Raul (RJ)
Cartões Amarelos: Bolívar (I), Wellington (I), Ricardinho (S), Preto
(S)
Gols: Robinho, aos 12min do primeiro tempo, Basílio, aos 36min do
segundo, e André Luís, aos 44min do segundo tempo.

Veja a página especial do Brasileirão 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Santos em 2004.

Veja as últimas notícias e leia sobre todos os jogos do Criciúma em 2004.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias