! Marcello Lippi é confirmado como novo técnico da Itália - 25/06/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/06/2004 - 12h43
Marcello Lippi é confirmado como novo técnico da Itália

Das agências internacionais
Em Roma (Itália)

O ex-técnico da Juventus de Turim Marcello Lippi é o novo técnico da seleção italiana, substituindo Giovanni Trapattoni, que não resistiu a pressão após a precoce eliminação na Eurocopa. O anúncio oficial foi feito nesta sexta-feira, ao final de uma reunião da federação de futebol da Itália.

Reuters/arquivo 
O técnico Marcello Lippi, que substitui Trapattoni no comando da seleção italiana
Desde a saída da competição, na quarta-feira, quando a Itália, mesmo ganhando da Bulgária, não conseguiu uma vaga do Grupo C da competição, Trapattoni vinha sendo duramente criticado pela torcida e imprensa italiana.

Trapattoni, aliás, nem precisou pedir demissão, já que seu contrato venceria no próximo dia 15 de julho. O compromisso apenas não será renovado.

De acordo com o presidente da federação italiana, Franco Carraro, Lippi firmou contrato até o final da Copa do Mundo de 2006, que acontece na Alemanha, outra seleção também eliminada ainda na primeira fase da Euro.

O desempenho da Itália na competição foi a gota d´água para esgotar a paciência da opinião pública italiana, que criticou muito Trapattoni quando da eliminação nas oitavas-de-final da Copa do Mundo, contra a Coréia do Sul.

As críticas, porém, são direcionadas também a Franco Carraro. Há, inclusive, a pressão para que o presidente deixe a federação italiana. Os ataques ao dirigente prosseguem desde o final da Copa do Mundo, quando Carraro decidiu manter Trapattoni naquela ocasião.

E, apesar de colocar seu cargo à disposição durante a reunião, Carraro foi convencido a prosseguir na função. A eleição para escolher o novo presidente da federação só acontece no final de 2005.

Marcello Lippi assume a Itália após encerrar bem-sucedida passagem pela Juventus, onde ficou por oito anos, com exceção de um breve período em que dirigiu a Inter de Milão, em 2000. Em Turim, o treinador conquistou cinco "scudettos" e mais uma Liga dos Campeões, em 1996. Nesta última temporada, porém, a equipe não conquistou nenhum título.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias