! Santos vence Corinthians e confirma tabu - 04/07/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  04/07/2004 - 17h57
Santos vence Corinthians e confirma tabu

MBPress
Em São Paulo

O tabu continua. O Santos venceu o Corinthians por 3 a 2, neste domingo, no Pacaembu, e confirmou a invencibilidade de quase três anos contra o grande rival. A última vitória corintiana foi em outubro de 2001. O jejum de vitórias do time da capital paulista contra o Santos é o maior desde que a histórica seqüência de 11 anos foi quebrada em 1968.

No primeiro tempo, Elano abriu o placar para o Santos, e Rogério, em rebote de pênalti perdido por ele mesmo, empatou para o Corinthians. A estrela do técnico Wanderley Luxemburgo brilhou mais uma vez, pois Basílio entrou na partida momentos antes de marcar o gol que selou o destino da partida, aos 22min do segundo tempo.

Deivid, aos 41min, marcou o terceiro do Santos e Fabinho, aos 45min, diminuiu, mas já era tarde demais.

Folha Imagem 
Jogadores do Santos vibram com segundo gol no clássico contra o Corinthians
Outro jejum que continua é o de vitórias do técnico Tite no comando do Corinthians. O técnico gaúcho perdeu duas vezes e empatou três nos jogos que dirigiu a equipe, que segue na zona de rebaixamento, no 21º lugar, com 10 pontos.

O Santos segue em escala ascendente na tabela. Esta foi a quarta vitória consecutiva da equipe dirigida por Luxemburgo, que ocupa a sétima posição, com 19 pontos.

Na próxima rodada, o Santos enfrenta a Ponte Preta, quarta-feira, no Moisés Lucarelli. No mesmo dia, o Corinthians jogará contra o Coritiba, no Couto Pereira.

O jogo
O momento dos clubes na competição fez com que algo raro acontecesse nas arquibancadas do Pacaembu. A torcida santista estava em maior número no estádio do que a corintiana.

Apesar do favoritismo do Santos, foi o Corinthians quem teve a primeira oportunidade na partida, com o estreante Fábio Baiano, aos 5min. O meia recebeu na entrada da área e chutou rasteiro de esquerda. A bola bateu na trave, com o goleiro Tapia já batido no lance. No rebote, Fábio Baiano tentou novamente, mas a zaga afastou.

Entretanto, a boa impressão deixada pelo Corinthians durou pouco. No lance seguinte, aos 7min, o Santos abriu o placar. Léo recebeu na esquerda, cortou um zagueiro e cruzou de pé direito. A bola, no segundo pau, passou por Robinho, mas Elano, que apareceu nas costas do atacante, bateu de primeira e venceu o ex-companheiro Fábio Costa.

O Santos cresceu na partida depois do gol e teve nova oportunidade aos 15min, em cobrança de falta ensaiada. Ricardinho ameaçou bater direto da intermediária, mas cruzou para Ávalos. O zagueiro cabeceou com estilo, mas Fábio Costa, bem posicionado, defendeu com segurança.

Aos 18min, o goleiro do Corinthians fez nova defesa. Paulo César, deslocado pela esquerda, cruzou. Robinho se antecipou à zaga e cabeceou com direção, mas Fábio Costa pulou e espalmou para escanteio.

O Santos ameaçou novamente aos 29min, em lance de contra-ataque. Robinho recebeu na intermediária e partiu em velocidade. O atacante tocou para Elano, que bateu de canhota, da entrada da área. O goleiro corintiano tentou defender, mas acabou apenas resvalando para a linha de fundo.

Aos 32min, novo contra-ataque santista iniciado por Robinho. Desta vez, o atacante recebeu na esquerda e tocou para Deivid, que entrava sozinho pela intermediária corintiana. Porém, o atacante tentou chutar de primeira e acabou batendo muito mal na bola, sem perigo para Fábio Costa.

O Corinthians só voltou a ameaçar aos 37min. O jovem zagueiro Domingos se atrapalhou ao cortar uma jogada e acabou entregando para Fábio Baiano. O estreante corintiano bateu de primeira e a bola passou raspando a trave direita de Tapia.

Num lance peculiar o Corinthians conseguiu um pênalti aos 44min. Ávalos matou a bola no peito, dentro da área, e levantou a cabeça para sair jogando. Enquanto isso, Fabinho roubou a bola, e Ávalos acabou chutando o volante corintiano.

Rogério cobrou o pênalti no meio do gol e Tapia defendeu. Porém, no rebote, o mesmo jogador do Corinthians marcou.

No retorno do intervalo os dois times voltaram com alterações. No Santos, Marcinho entrou no lugar do lesionado Elano. No Corinthians, Zé Carlos substituiu Renato. Apesar das substituições, o segundo tempo começou morno.

O primeiro lance de perigo aconteceu apenas aos 13min, em contra-ataque rápido do Santos puxado por Léo. O jogador santista driblou em velocidade pela intermediária. Robinho antecipou-se ao companheiro e chegou chutando. Fábio Costa espalmou para escanteio com dificuldade.

O lance despertou o Santos. Aos 17min, Robinho e Paulo César tabelaram pela direita. O lateral cruzou para área, a bola passou por Fábio Costa, que saiu errado, mas Anderson afastou quase em cima da linha.

Wanderley Luxemburgo tentou adiantar a equipe sacando os dois volantes, Bóvio e Preto Casagrande, para as entradas de Lelo e Basílio, respectivamente.

A estrela do técnico santista brilhou novamente. Aos 22min, poucos segundos depois das substituições, o time do litoral desempatou com Basílio. Robinho driblou dois na entrada da área e adiantou a bola. Basílio ficou com a bola e bateu no canto, sem defesa para Fábio Costa.

Precisando atacar, Tite substituiu o zagueiro Betão por Jô. Porém, foi o Santos quem chegou ao terceiro gol aos 41min. O ex-corintiano Deivid recebeu de Robinho e marcou seu quinto gol no campeonato.

Aos 45min, o Corinthians ainda descontou com Fabinho, depois de jogada de Fábio Baiano, mas já era tarde demais.

CORINTHIANS
Fábio Costa, Valdson, Betão (Jô) e Anderson; Rosinei, Rogério, Fabinho, Bruno Octávio (Edson) e Renato (Zé Carlos); Fábio Baiano e Marcelo Ramos
Técnico: Tite

SANTOS
Tapia, Paulo César, Domingos, Ávalos e Léo; Bóvio (Lelo), Preto Casagrande (Basilio), Ricardinho e Elano (Marcinho); Robinho e Deivid
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilson Luís Semene (SP)
Assistentes: Giovani César Cansian (SP) e Nilson de Souza Monção (SP)
Cartões Amarelos: Valdson (C), Ávalos (S), Rosinei (C), Léo (S), Anderson (C)
Gols: Elano, aos 7min, e Rogério, aos 44min do primeiro tempo; Basílio, aos 22min, Deivid, aos 41min, e Fabinho, aos 45 min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias