! Robinho comanda goleada do líder Santos sobre Criciúma por 5 a 2 - 20/07/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  20/07/2004 - 23h40
Robinho comanda goleada do líder Santos sobre Criciúma por 5 a 2

MBPress
Em São Paulo

No sobe-desce da tabela, o Santos fez a lição de casa e reassumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Jogando em casa, o time paulista goleou o Criciúma por 5 a 2, na noite desta terça-feira.

Folha Imagem 
Robinho é carregado por Preto depois de marcar o terceiro gol santista
Com o resultado, a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo chega à oitava vitória nos últimos nove jogos, vai a 31 pontos e volta à ponta do Nacional, com um ponto a mais que o Palmeiras, derrotado pelo Paysandu.

Já o Criciúma vem na rota contrária e sofre a terceira derrota nas últimas quatro partidas. O time permanece com 22 pontos e cai para o 15º lugar na classificação.

Porém a goleada santista veio em um jogo bastante complicado. Até aos 22min do segundo tempo, o placar marcava empate por 2 a 2. Mas, o atacante Robinho, destaque do jogo, tratou de desequilibrar a partida e o Santos pôde construir a goleada.

Robinho participou de três gols e comandou a vitória alvinegra. Ele marcou o primeiro, após tabelar com Deivid, aos 27min. Onze minutos depois, o inspirado atacante deu o passe para Elano ampliar a vantagem.

O Criciúma se recuperou e diminuiu ainda no primeiro tempo, com Reinaldo. Aos 11min da etapa final, o time catarinense assustou a torcida, ao empatar com Geninho. Mas Robinho tratou de mudar a história. Em boa jogada de Paulo César, ele marcou o terceiro do Santos.

Aos 33min, o atacante Deivid anotou o quarto gol e, no final da partida, o meia Ricardinho ainda marcou o quinto.

Apesar da vitória, nem tudo foi festa para a equipe santista, que deve perder os volantes Elano e Preto Casagrande. Eles deixaram o gramado contundidos e preocupam para a partida contra o Goiás, fora de casa, neste sábado. No mesmo dia, o Criciúma joga contra o Atlético-PR, em casa.

O jogo
Precisando da vitória para reassumir a liderança, o Santos começou com tudo e assustou o torcedor logo aos 2min, quando Deivid tabelou com Robinho, que exigiu boa defesa de Fernando. Se foi ao ataque, o alvinegro também abriu espaços aos catarinenses, que perderam boas oportunidades em rápidos contra-ataques.

Aos 6min, Marcinho perdeu a bola na intermediária e Fernandinho avançou livre. Ele driblou o goleiro, mas foi derrubado pelo goleiro chileno Tapia, que tomou amarelo no lance. Na cobrança da falta, Rafael chutou próximo à trave. Seis minutos depois, o Criciúma voltou a ameaçar em chute de Athos de fora da área, que passou perto do gol.

Após os sustos, o Santos acertou a marcação no meio e voltou a pressionar o rival. Na primeira tabela rápida, o alvinegro abriu o placar. Aos 27min, Robinho veio pela esquerda e tocou para Deivid. Sem bola, Robinho passou por trás de Deivid e recebeu para bater sem chances para o goleiro Fernando.

Nove minutos depois, o alvinegro ampliou a vantagem. Preto Casagrande arriscou de longe, Fernando espalmou e Robinho pegou a sobra. Na linha de fundo, ele tocou para Elano que, livre, marcou o segundo gol. Quando a torcida comemorava, o Criciúma diminuiu com Reinaldo, que aproveitou jogada de Fernandinho, e bateu no canto direito de Tápia.

Na etapa final, mesmo com a vantagem, o Santos voltou no ataque e pagou caro pela iniciativa. Aos 11min, Paulo César, que tinha acabado de entrar no lugar de Fernandinho, recebeu de Reinaldo e cruzou para Geninho. Livre, o meia acertou o ângulo de Tápia e empatou a partida.

Com o gol, o Santos se perdeu em campo e passou a errar vários passes. O Criciúma aproveitou e quase ampliou aos 16min, em jogada individual de Reinaldo, que invadiu a área e bateu cruzado pela linha de fundo. Três minutos depois, o goleiro Fernando fez boa defesa em chute de Preto Casagrande.

Quando a torcida já esboçava vaias, o Santos acabou marcando o terceiro. Aos 22min, Paulo César fez jogada pela direita e cruzou. Deivid deixou a bola passar, tirou o goleiro Fernando do lance e Robinho só teve o trabalho de tocar para o gol vazio.

Após o gol, o time da Baixada tomou dois sustos e viu os volantes Preto Casagrande e Elano deixarem o campo lesionados em menos de oito minutos. Os dois preocupam o departamento médico e já são dúvidas para a partida de sábado contra o Goiás, fora de casa.

Mesmo sem os dois atletas, o Santos soube assimilar o golpe e garantiu a vitória, aos 33min. Ricardinho cobrou falta da direita, Deivid desviou de cabeça e colocou no canto direito.

A partir daí, o Santos recuou e ainda teve a chance de marcar o quinto gol, aos 42min, quando Ricardinho deixou Basílio na cara do gol, mas Fernando salvou. Dois minutos depois, foi a vez de Robinho perder outra boa chance.

Com tantas chances perdidas, o Santos acabou marcando o quinto, com Ricardinho, aos 46min, aproveitando rápido contra-ataque. O time pôde festejar mais uma boa vitória e a liderança do Brasileiro.

SANTOS
Tápia; Paulo César, Cristiano Ávalos, André Luís e Léo; Preto Casagrande (Luís Augusto), Elano (Lelo), Marcinho (Basílio) e Ricardinho; Robinho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRICIÚMA
Fernando; Luís Paulo (Toni), Gilmar Lima, Luciano e Gleidson; Cléber Gaúcho, Geninho, Rafael e Athos; Fernandinho (Paulo César) e Reinaldo (Vagner)
Técnico: Vagner Benazzi

Local: estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Luciano Teotônio Almeida (DF)
Assistentes: Rogério Monteiro Oliveira e Eremílson Xavier (ambos de DF)
Cartões amarelos: André Luís e Tápia (S); Fernando, Luís Paulo e Toni (C)
Gols: Robinho, aos 27min, Elano, aos 38min, e Reinaldo, aos 42min do primeiro tempo; Geninho, aos 11min, Robinho, aos 22min, Deivid, aos 33min, e Ricardinho, aos 46min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias