! São Paulo derrota Vasco no Morumbi - 24/07/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  24/07/2004 - 18h00
São Paulo derrota Vasco no Morumbi

MBPress
No Rio de Janeiro

Antonio Gaudério/FolhaImagem 
Atacantes do São Paulo, como Grafite, estão há nove jogos sem marcar
Historicamente, São Paulo e Vasco sempre fizeram jogos cuja média de gols chega a três. No entanto, no confronto deste sábado, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, os atacantes estiveram em baixa e a rede só balançou uma vez. Sorte do time paulista que, com um gol do meia Danilo, derrotou os cariocas por 1 a 0, no estádio do Morumbi.

Mesmo com a vitória, os atacantes são-paulinos seguem no incômodo jejum de 42 dias sem marcar. A última vez foi em 12 de junho, quando Luís Fabiano, que está defendendo a Seleção Brasileira na Copa América, marcou duas vezes na vitória por 3 a 2 sobre o Grêmio.

O resultado manteve a equipe são-paulina nas primeiras posições da tabela de classificação. Com os três pontos conquistados, os comandados de Cuca chegaram aos 31. Por sua vez, o time de São Januário segue na zona intermediária com 23 pontos.

Quem esperava um duelo de emoções constantes e gols por atacado deve ter se decepcionado. Se na primeira etapa as equipes pouco criaram, no segundo tempo a situação permaneceu inalterada. Em um dos únicos momentos sem monotonia, Danilo definiu o jogo aos 36min.

Antonio Gaudério/FolhaImagem 
Jogada de Diego Tardelli pára nas mãos do goleiro do Vasco; atacante não marca desde março
Na 19ª rodada, o tricolor paulista vai à Serra Gaúcha encarar o Juventude, no estádio Alfredo Jaconi. O jogo acontece quarta-feira, às 21h45. Quinta-feira, às 20h30, será a vez de o Vasco receber o Goiás em São Januário.

O jogo
Empurrado pela pequena torcida - cerca de 7.000 pessoas - que compareceu ao Morumbi, o São Paulo logo ameaçou. Aos 2min, Renan recebeu bom passe de Rondón e chutou fraco. Mesmo assim, o goleiro Tadic não conseguiu segurar e a zaga cruzmaltina precisou se antecipar a Diego Tardelli para afastar o perigo.

Em jogada subseqüente, o meia Robson Luiz, do Vasco, caiu de mau jeito e luxou o ombro. Júnior o substituiu. Recuado, o time carioca insistiu em contra-ataques, mas esbarrou na eficiente linha de impedimento adversária.

Somente aos 20min o time carioca chutou a gol. O atacante Valdir arriscou uma finalização da intermediária, mas a bola passou bem acima da baliza de Rogério Ceni.

Antonio Gaudério/FolhaImagem 
Com capacidade para 80 mil pessoas, Morumbi teve apenas 7 mil neste sábado
Sem marcar um gol desde o dia 12 de junho, os atacantes são-paulinos demonstraram afobação e tornaram-se presas fáceis para zaga vascaína. A morosidade só foi quebrada aos 32min. Diego Tardelli cobrou escanteio da direita e Lugano cabeceou para fora, mas com muito perigo.

Foi a senha para o jogo tornar-se frenético nos minutos seguintes. Aos 34min, Diego Tardelli driblou Tadic, porém, sem ângulo, teve que cruzar e a zaga cortou. No contra-ataque do Vasco, Claudemir arrancou pela ponta direita e bateu rasteiro na rede pelo lado de fora.

O susto motivou o São Paulo, que abriu o placar aos 36min. Diego Tardelli cruzou da direita, a zaga do Vasco fez o corte, mas Danilo pegou o rebote da entrada da área e acertou o ângulo superior direito de Tadic.

Em desvantagem, a equipe carioca começou a segunda etapa pressionando. Aos 5min, Júnior arriscou de fora da área e quase surpreendeu Rogério Ceni. No susto, o goleiro tricolor espalmou nos pés de Alex Alves. Porém, o atacante estava em impedimento e a jogada foi interrompida pelo árbitro Evandro Roman.

A performance vascaína permaneceu superior. Aos 11min, Alex Alves tentou encobrir Rogério Ceni e a bola saiu pela linha de fundo.

O São Paulo, enfim, foi ao ataque aos 21min. Cicinho tabelou com Grafite, mas o lateral dominou mal quando estava perto de finalizar e facilitou a intervenção de Tadic.

Aos 24min, Grafite novamente acionou um companheiro. Desta vez foi o atacante Rondón quem teve a oportunidade de ampliar a vantagem. Contudo, o goleiro vascaíno conseguiu dar um leve toque na bola e ela tocou na trave.

Foi então que o São Paulo retomou o domínio territorial da partida, mas não forçou o ritmo. Em contrapartida, o Vasco demonstrou cansaço e só viveu das bolas paradas de Petkovic. Desta vez, porém, a arma do sérvio e montenegrino não funcionou e o placar permaneceu inalterado até o fim.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Fabão, Diego Lugano e Fábio Santos; César Sampaio, Alê e Danilo; Diego Tardelli (Souza), Grafite e Alexander Rondon (Jean)
Técnico: Cuca

VASCO
Tadic, Claudemir, Henrique, Daniel e Diego (Canhoto); Ygor, Coutinho, Robson Luiz (Júnior) e Petkovic; Alex Alves (Anderson) e Valdir
Técnico: Geninho

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Assistentes: Roberto Braatz e Faustino Vicente Lopes (ambos do PR)
Cartões amarelos: Fabão (SP), Henrique (V), Petkovic (V), Lugano (SP)
Gol: Danilo, aos 36min do primeiro tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias