! Santos vence Coritiba e reassume liderança - 29/07/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  29/07/2004 - 22h21
Santos vence Coritiba e reassume liderança

MBPress
Em São Paulo

O Santos atropelou o Coritiba na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro. Com a vitória por 4 a 2, de virada, a equipe alvinegra reassumiu a liderança do Campeonato Brasileiro menos de 24h depois de perdê-la para o arqui-rival São Paulo.

O time alvinegro soma agora 35 pontos e se mantém na liderança da competição pela terceira rodada seguida. Já a equipe são-paulina, que havia vencido o Juventude na quarta-feira, tem 34.

Folha Imagem 
Deivid vibra após marcar o primeiro gol
Sem ao menos sentir as ausências de Ricardinho e Robinho, que estavam suspensos, o time do técnico Wanderley Luxemburgo confirmou sua supremacia em mais dois quesitos: melhor ataque da competição, agora com 41 gols, e time com campanha mais eficiente dentro de casa - o Santos tem aproveitamento de 80% na Vila.

Outro destaque positivo na vitória santista desta noite foi a atuação do meia Elano, que herdou a camisa 10 de Diego, negociado esta semana com o Porto. O jogador foi o autor de dois dos quatro gols da equipe paulista.

Enquanto a festa toma conta da Baixada Santista, do lado paranaense o clima é de tensão. Com mais esta derrota, o Coritiba permanece com 23 pontos e na 17ª colocação, próximo da zona do rebaixamento.

Pior para o técnico Antonio Lopes, que já soma seis derrotas neste Nacional e começa a ter o seu cargo ameaçado no alviverde - em 19 rodadas, o Coritiba ainda não conseguiu fazer uma seqüência de duas vitórias.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileirão no próximo domingo. O Santos continua na Vila Belmiro, onde recebe o Paysandu, às 16h. Já o Coritiba enfrenta o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, às 17h.

O jogo
Como já era de se esperar, o Santos tomou a iniciativa da partida e partiu para cima do Coritiba logo nos minutos iniciais. Apesar da forte pressão, as finalizações do alvinegro foram pouco objetivas. Os paranaenses abusaram das faltas para conter os santistas.

Folha Imagem 
Substituto de Diego, Elano foi um dos destaques na vitória por 4 a 2
Aos poucos o time do técnico Antonio Lopes se encontrou em campo e criou algumas boas oportunidades no ataque. Na primeira delas, aos 6min, o atacante Tuta arriscou um chute de fora da área, mas a bola passou à direita do gol de Tápia e saiu pela linha de fundo.

Três minutos depois, porém, Capixaba não desperdiçou a chance que teve e marcou o gol do Coxa. O meia aproveitou rebote do cruzamento de Adriano e chutou de primeira da entrada da área. Tápia encostou na bola, mas não evitou que ela chegasse às redes.

Sempre ofensivo, o Santos não se intimidou com a desvantagem no placar e foi para o ataque. E o empate não demorou a acontecer. Aos 12min, o lateral-direito Paulo César avançou pela ponta e cruzou na cabeça de Deivid, que, entre dois zagueiros, não precisou sequer pular para desviar par o gol.

Se antes de balançar as redes adversárias o alvinegro já mostrava uma certa superioridade, depois o time de Wanderley Luxemburgo tomou controle total do jogo. Aos 21min, por exemplo, o zagueiro André Luís cobrou falta da intermediária e obrigou o goleiro Fernando a defender em dois tempos.

A virada santista aconteceu aos 30min. O atacante Basílio desarmou um zagueiro do Coritiba e começou a jogada. Elano foi lançado, dominou a bola, entrou na área e chutou cruzado de perna esquerda na saída do goleiro Fernando.

Após ficar em vantagem, o Santos diminuiu um pouco o seu ritmo e o Coritiba tentou pressionar. No entanto, a equipe alviverde apenas chutou de fora da área. O lance mais perigoso destes aconteceu aos 39min. Em cobrança de falta pela direita, o meia Cléber chutou forte e a bola passou perto da trave esquerda de Tápia.

O Santos ainda encerrou o primeiro tempo com chave de ouro. Aproveitando falha do meio-de-campo do Coritiba aos 43min, o atacante Deivid arrancou pela direita e cruzou para Basílio, que apenas desviou para o gol.

Não satisfeito com os dois gols de vantagem, o time de Luxemburgo continuou a pressão no início da segunda etapa. E logo no primeiro minuto teve boa chance com Elano. O meia aproveitou cruzamento de Léo e cabeceou por cima do gol.

Aos 2min, o Santos quase chegou ao quarto gol em um chute de fora da área de Luís Augusto. O meia cobrou falta na barreira e no rebote bateu de direita. A bola fez uma curva e passou rente à trave direita de Fernando.

Com tanta ofensividade, o quarto gol foi apenas uma questão de tempo. E ele aconteceu aos 7min. O lateral-direito Paulo César cobrou falta cruzada rasteira na área e Elano chutou de primeira no canto direito do goleiro do Coritiba.

Em larga vantagem, a equipe santista apenas administrou a posse de bola e Luxemburgo aproveitou para testar alguns jogadores que não vinham sendo aproveitados, como os casos de Lello e Marcinho, que entraram nos lugares de Luís Augusto e Elano, respectivamente.

Afobado, o Coritiba tentou de todas as maneiras pressionar o rival e chegar ao empate. No entanto, as poucas opções do técnico Antonio Lopes no banco de reservas dificultaram o trabalho dentro de campo.

E o máximo que conseguiu foi chegar ao segundo gol com o colombiano Aristizábal aos 43min. O atacante aproveitou cruzamento da direita, subiu mais do que os zagueiros do Santos e cabeceou no canto esquerdo de Tápia.

SANTOS
Tápia; Paulo César, Ávalos, André Luís (Domingos) e Léo; Bóvio, Fabinho, Luís Augusto (Lello) e Elano (Marcinho); Basílio e Deivid
Técnico: Wanderley Luxemburgo

CORITIBA
Fernando; Rafinha, Miranda, Ataliba (Márcio Egídio) e Adriano; Vagner, Roberto Brum, Capixaba e Cléber (Jucemar); Tuta e Alemão (Aristizábal)
Técnico: Antonio Lopes

Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e André Veras (RS)
Cartões amarelos: Rafinha (C), André Luís (S), Vágner (C), Luís Augusto (S), Adriano (C), Bóvio (S)
Cartão vermelho: Miranda (C)
Gols: Capixaba, aos 9min, Deivid, aos 12min, Elano, aos 30min, e Basílio, aos 43min do primeiro tempo; Elano, aos 7min, e Aristizábal, aos 43min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias