! Líder Santos pára na raça do Grêmio - 04/08/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  04/08/2004 - 23h40
Líder Santos pára na raça do Grêmio

MBPress
Em São Paulo

Depois de ser considerado o "bicho papão" do Campeonato Brasileiro, o Santos mostrou que também pode sofrer momentos instáveis. Na noite desta quarta-feira, a equipe foi derrotada pelo Grêmio por 3 a 1, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

Foi um jogo em que a raça e determinação do time gaúcho superararam a força do conjunto e a boa técnica dos jogadores santistas, que apesar da derrota continuam isolados na ponta da tabela de classificação com 38 pontos - o São Paulo, que joga nesta quinta-feira, é o único time que pode empatar em pontos com o alvinegro ao final da 21ª rodada.

A sétima derrota do Santos no Nacional aconteceu justamente no momento em que o time da Vila Belmiro vinha sendo considerado o grande favorito ao título. Mas também não era por menos. Nas duas rodadas anteriores, a equipe paulista havia marcado dez gols.

Se para o Santos a derrota não mudou muita coisa, para o Grêmio a vitória foi o que o time precisava para voltar a ter tranqüilidade na competição. A equipe de José Luiz Plein soma agora 25 pontos e está na 18ª colocação, mais longe da zona do rebaixamento.

A boa atuação diante do líder do Brasileirão, além de dar moral para os tricolores na seqüência do campeonato, confirma o período de ascensão que vive a equipe, que está há três rodadas sem perder - a última derrota foi para a Ponte Preta no dia 24 de julho.

Grêmio e Santos voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado. O time gaúcho enfrenta o Atlético-MG, às 18h, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Já a equipe paulista duela com o São Caetano, às 16h, na Vila Belmiro, na Baixada Santista.

O jogo
Aproveitando a força da torcida que compareceu ao estádio Olímpico, o Grêmio não se intimidou diante do líder Santos e partiu para cima do adversário. Com um ritmo muito acelerado, o tricolor não deu sequer chance da equipe paulista se organizar em campo.

E o primeiro chute a gol da partida foi do Grêmio. Aos 4min, o atacante Christian aproveitou rebote da defesa e chutou de fora da área. O goleiro Tápia, atento, espalmou e salvou o Santos de levar o primeiro gol.

Aos 9min, no entanto, o goleiro chileno não conseguiu evitar que os donos da casa ficassem em vantagem. Após falha da defesa santista, o atacante Cláudio Pitbull roubou a bola de André Luís e chutou forte à meia altura, no canto esquerdo.

Empolgado com a boa atuação no início da partida, o time do técnico José Luiz Plein permaneceu no ataque e logo chegou ao segundo gol. Aos 13min, Cláudio Pitbull aproveitou bom lançamento de Cristiano e tocou rasteiro na saída de Tápia.

Após ver a vantagem gremista no placar aumentar, o Santos passou a expressar uma leve reação e chegou com mais perigo ao ataque. Aos 17min, por exemplo, o atacante Deivid aproveitou cruzamento de Paulo César e cabeceou sozinho. Márcio fez ótima defesa.

Aos 20min foi a vez de Robinho tentar marcar. O atacante alvinegro passou pelo zagueiro Baloy e chutou forte de fora da área. A bola, porém, passou por cima do gol gremista.

Sem ofensividade suficiente para chegar dentro da área, o Santos arriscou muitos chutes de longa distância. O mais perigoso deles saiu dos pés de Paulo César. O lateral-direito chutou e a bola bateu na trave esquerda de Márcio.

Mais recuado após o segundo gol, o Grêmio apenas reforçou a marcação no meio-de-campo e evitou que o seu adversário encontrasse espaços para criar jogadas. Dessa maneira, o time gaúcho pouco chegou ao ataque nos últimos 15 minutos da etapa inicial.

No segundo tempo, porém, a equipe comandada pelo técnico José Luiz Plein voltou com mais vontade que no primeiro tempo e mais uma vez sufocou o Santos na defesa.

Logo aos 2min, Cristiano acertou uma bola na trave. Após receber belo passe de peito do atacante Christian, o lateral-esquerdo tricolor chutou de esquerda e assustou Tápia, que sequer viu a bola. No rebote, a defesa santista levou a melhor e afastou o perigo.

O Grêmio chegou ao terceiro gol aos 5min, quando Cláudio Pitbull, que estava em ótima noite, fez boa jogada pela esquerda, passou pelo zagueiro e cruzou para Christian, que cabeceou colocado no canto esquerdo de Tápia.

Apesar do placar desfavorável, o técnico Wanderley Luxemburgo colocou o seu time todo no ataque e conseguiu diminuir aos 17min. Após cruzamento de Paulo César da direita, o atacante Basílio cabeceou e encobriu o goleiro Márcio, que estava adiantado.

Depois que conseguiu chegar ao primeiro gol, o Santos passou a dominar a partida, mas a forte marcação do Grêmio não facilitou o trabalho dos atacantes adversários. Basílio chegou a marcar um gol aos 38min, mas o juiz anulou.

Jogando de maneira mais cautelosa, a equipe gaúcha passou apenas a jogar no contra-ataque e pouco chegou ao gol do chileno Tápia.

GRÊMIO
Márcio; Baloy, Claudiomiro e Tiago Prado; Michel, Cocito (Leanderson), Léo Inácio (Michel Bastos), Fábio Pinto e Cristiano; Cláudio Pitbull e Christian (Da Silva)
Técnico: José Luiz Plein

SANTOS
Tápia; Paulo César, Ávalos (Domingos) e André Luís, Bóvio (Basílio), Fabinho (Marcinho), Ricardinho e Elano; Robinho e Deivid
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Elvécio Zequeto (MS)
Assistentes: Ivanilton Silveira e Paulo César Freitas (MS)
Cartões amarelos: Claudiomiro (G), Tiago Prado (G), Ávalos (S), Cláudio Pitbull (G), Basílio (S), Fábio Pinto (G)
Gols: Cláudio Pitbull, aos 9min, e aos 13min do primeiro tempo; Chritian, aos 5min, e Basílio, aos 17min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias