! Deivid e Robinho dão vitória e título do turno ao Santos - 11/08/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/08/2004 - 23h43
Deivid e Robinho dão vitória e título do turno ao Santos

MBPress
Em São Paulo

Foi muito difícil mas, com um belo gol de Robinho, o Santos faturou o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, o atacante provou que é o líder do time e deu a vitória sobre o Vasco por 3 a 2, mesmo atuando fora de casa.

Com o resultado positivo, o alvinegro paulista vai a 41 pontos e mantém a liderança pela sétima semana consecutiva. O time segue empatado no número de pontos com Ponte Preta e São Paulo, mas tem vantagem nos critérios de desempate.

A vitória desta quarta pode ser atribuída diretamente ao sucesso da dupla Deivid e Robinho, e também a duas falhas da zaga vascaína nos dois últimos gols. Contratado no meio da competição, Deivid abriu o placar logo aos quatro minutos. O Santos ainda se cansou de perder chances no primeiro tempo.

Na etapa final, o Vasco voltou melhor e só precisou de 15 minutos para virar com gols de Ygor e Petkovic. Mas a zaga carioca falhou, ficou reclamando de possíveis irregularidades e o Santos virou com Deivid e Robinho, este aos 37min em um belo chute de primeira.

Além da vitória e da liderança, o time paulista encerrou a sequência de duas derrotas no Nacional. O time havia perdido de Grêmio e São Caetano nas últimas duas rodadas. Se o Santos permanece na ponta, o Vasco segue em situação complicada com 27 pontos, na 17ª posição.

As duas equipes voltam a jogar neste domingo. O Vasco terá um complicado duelo com o Criciúma, fora de casa, e o Santos tem a chance de manter a liderança contra o Paraná, na Vila Belmiro.

O jogo
Com o apoio da torcida, o Vasco iniciou bem o jogo e ameaçou aos 3min, mas Henrique cabeceou errado em saída ruim do goleiro Tápia. Porém, no minuto seguinte, o ânimo carioca foi baixado. Em lançamento da intermediária, Paulo César colocou Deivid na cara de Fábio, e o atacante teve apenas o trabalho de chutar cruzado para abrir o placar.

A vantagem deixou o Santos em ótimas condições de explorar a velocidade de seus jogadores e o time cansou de perder boas chances. Aos 16min, André Luís recebeu lançamento em profundidade e marcou, mas o assistente marcou um impedimento errado e o árbitro invalidou o gol.

Mesmo com a marcação errada, o Santos não se abalou e perdeu boa chance aos 20min, com Robinho. Oito minutos depois, foi a vez de Elano desperdiçar na entrada da área. O Vasco só ameaçou aos 30min, quando Valdir arriscou da entrada da área e Tápia defendeu sem dificuldades.

Melhor em campo, o time paulista ainda perdeu a última oportunidade aos 44min. O lateral Léo recebeu na esquerda, deu um belo drible em um zagueiro vascaíno e exigiu grande defesa de Fábio.

Na etapa final, o Vasco voltou bem melhor e assustou logo no primeiro minuto. Em escanteio de Petkovic, Anderson desviou de cabeça e Fabinho tirou em cima da linha. Na jogada seguinte, o time já chegou ao empate. Em outro escanteio, Ygor se antecipou à zaga santista, tocou de cabeça e igualou o placar.

Após o gol, o Santos retornou ao ataque e quase marcou o segundo. Em tabela de Fabinho e Léo, o lateral cruzou, Deivid bateu de primeira e Fábio fez uma defesa sensacional.

Apesar de ter a maior posse de bola, o Santos não conseguiu criar e viu o time carioca virar. Aos 15min, Valdir cruzou, Domingos desviou e Tápia salvou o gol contra. Mas, em seguida, o chileno não evitou um golaço de Petkovic. O meia fintou Ricardinho, acertou um belo chute de fora da área e colocou no canto de Tápia.

A virada levou o alvinegro paulista ao ataque e o time não demorou a empatar novamente. Aos 23min, Robinho tocou para Deivid, que aproveitou um vacilo de marcação da zaga vascaína, que fez errado uma linha de impedimento, e marcou na saída de Fábio.

Dois minutos depois, Tápía interceptou um lançamento na área, mas saiu da área com a bola nas mãos e o árbitro marcou falta, que foi desperdiçada por Petkovic. Aos 29min, o chileno salvou o Santos. Ele saiu nos pés de Gomes, que invadiu a área com liberdade e fez grande defesa.

A partir daí, o time paulista retomou o controle das ações, mas não finalizou bem. Apenas em uma nova bobeada da zaga rival, a equipe conseguiu a virada. Aos 37min, Robinho pegou de primeira um cruzamento da direita e acertou o canto esquerdo de Fábio, enquanto a zaga vascaína ficou reclamando de uma irregularidade no lance.

Nos minutos finais, o Vasco ainda tentou o empate em jogadas aéreas, mas o Santos soube segurar a vitória e comemorou assim o título simbólico do primeiro turno.

VASCO
Fábio; Chiquinho (Silva), Henrique, Gomes e Diego; Ygor, Júnior (André Lima), Coutinho e Petkovic; Valdir e Anderson (Rodrigo Souto)
Técnico: Geninho

SANTOS
Tápia; Paulo César, André Luís, Domingos e Léo (Flávio); Bóvio (Luís Augusto), Fabinho, Ricardinho e Elano (Basílio); Robinho e Deivid
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Assistentes: José Chaves Franco Filho e José Javel Silveira (ambos do RS)
Cartões amarelos: Henrique, Júnior e Valdir (V); André Luís, Fabinho, Léo, Paulo César e Tápia (S)
Gols: Deivid, aos 4min do primeiro tempo; Ygor, aos 2min, Petkovic, aos 15min, Deivid, aos 23min, e Robinho, aos 37min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias