! São Paulo vence e continua invicto em casa - 19/08/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  19/08/2004 - 22h22
São Paulo vence e continua invicto em casa

MBPress
Em São Paulo

O São Paulo continua com a melhor campanha como mandante neste Brasileirão. Na noite desta quinta-feira, a equipe venceu o Criciúma por 2 a 0, no estádio do Morumbi, e voltou a brigar diretamente pela liderança da competição.

Com o resultado, o time do técnico Cuca chegou a 44 pontos e assumiu a quarta colocação, ficando a apenas dois pontos do líder Palmeiras. O Criciúma, por sua vez, continua com 35 e caiu da décima para a 11ª posição na tabela.

O décimo triunfo do São Paulo frente à sua torcida serviu também para que o time paulista se recuperasse da derrota para o Atlético-PR na rodada de estréia do returno. Além disso, o tricolor chegou a 88,8% de aproveitamento em casa.

Ainda sem apresentar um futebol empolgante, a equipe do Morumbi foi bastante superior ao acuado Criciúma. No entanto, apresentou os mesmos problemas de sempre: pouca produtividade do ataque e falta de objetividade no meio-de-campo.

São Paulo e Criciúma voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo domingo. A equipe paulista enfrenta o Fluminense, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. O time catarinense, por sua vez, recebe o Cruzeiro, em Santa Catarina. Ambas as partidas serão realizadas às 16h.

O jogo
Com ótima campanha no estádio do Morumbi, o São Paulo começou a partida desta noite pressionando o Criciúma no seu campo de defesa. Bastante recuada, a equipe catarinense tentou chegar ao gol de Rogério Ceni apenas nos contra-ataques, mas não obteve sucesso.

A primeira boa oportunidade dos donos da casa aconteceu no primeiro lance da partida. O lateral-esquerdo Fábio Santos avançou pela ponta e cruzou para Vélber, que chutou para fora, desperdiçando sua primeira chance de gol.

Sem sofrer nenhuma ameaça do adversário, o tricolor paulista continuou no ataque e aos 6min o atacante Grafite quase abriu o placar. Depois de mais um bom cruzamento de Fábio Santos, o jogador subiu mais do que os zagueiros e cabeceou. Fabiano defendeu.

Depois desse lance, no entanto, o Criciúma acertou a marcação e bloqueou a maioria das jogadas criadas pelo São Paulo. Apagados, os atacantes da equipe do Morumbi sumiram na partida.

O time do técnico Cuca voltou a ameaçar o gol de Fabiano somente aos 24min, quando o meia Danilo fez boa jogada pela esquerda e cruzou. O zagueiro Diego Lugano chegou atrasado na bola e cabeceou para fora.

Aos 27min, o meia Vélber sofreu uma falta na intermediária. O goleiro Rogério Ceni foi autorizado por Cuca e chutou forte. A bola passou bem perto da trave direita do goleiro da equipe catarinense, que apenas olhou a bola sair pela linha de fundo.

Ainda sem sofrer qualquer tipo de pressão do rival, o São Paulo tentou de todas as maneiras chegar ao gol na primeira etapa. Aos 38min, por exemplo, Grafite deu uma de lateral, fez jogada pela direita e cruzou. A bola, porém, sobrou para a zaga do Criciúma.

Um minuto depois, aos 39min, o tricolor enfim abriu o placar. Após toque de Vélber, o ala Cicinho ajeitou de cabeça para Grafite, que chutou de primeira. A bola bateu na trave direita de Fabiano e entrou no fundo do gol.

No segundo tempo, o panorama da partida mudou um pouco. Mas só pelo lado do São Paulo, que não atacou da mesma maneira. O Criciúma continuou bastante recuado e tentando explorar as bolas lançadas de longa distância.

A equipe do Morumbi conseguiu chutar a gol na etapa final apenas aos 14min, quando o meia Danilo tocou para Cicinho, que ajeitou de calcanhar para Grafite. O atacante chutou de primeira, de fora da área, e a bola passou por cima do gol de Fabiano.

Percebendo a apatia do adversário, o Criciúma quase chegou ao empate aos 21min, quando o atacante Marcos Denner ajeitou de cabeça para Luciano Almeida. O lateral-esquerdo chutou e acertou a trave esquerda de Rogério Ceni.

O São Paulo, no entanto, acordou e voltou a pressionar. Aos 29min, o meia Danilo foi derrubado por Cléber Gaúcho fora da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o atacante Grafite errou, mas Gabriel aproveitou o rebote e ampliou a vantagem tricolor.

Depois disso, a torcida tricolor voltou a apoiar a equipe após ensaiar algumas vaias, mas o placar não foi alterado novamente.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Edcarlos, Diego Lugano e Fábio Santos; César Sampaio, Alê, Vélber (Gabriel) e Danilo (Aílton); Grafite e Jean (Souza)
Técnico: Cuca

CRICIÚMA
Fabiano; Alex (Rafael), Ronaldo, Leonardo e Luciano Almeida; Cléber Gaúcho (Paulo César), Geninho, Genalvo e Athos; Marcos Denner e Douglas (Marcinho)
Técnico: Vágner Benazzi

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Lourival Dias Lima Filho (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha Matos e Belmiro da Silva (ambos da BA)
Cartões amarelos: Genalvo (C), Alex (C), Lugano (SP), Douglas (C), Alê (SP)
Gols: Grafite, aos 39min do primeiro tempo; Gabriel, aos 30min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias