! Santos "B" estréia com derrota em Curitiba - 25/08/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/08/2004 - 23h46
Santos "B" estréia com derrota em Curitiba

MBPress
Em São Paulo

O Santos estreou com derrota na Copa Sul-Americana. Jogando em Curitiba, a equipe paulista perdeu para o Paraná por 2 a 1. Com isso, precisa vencer por dois gols de diferença no jogo de volta para seguir no torneio.

Só que o time que enfrentou o Paraná não contou com as principais estrelas santistas. O técnico Wanderley Luxemburgo resolveu priorizar o Campeonato Brasileiro e escalou apenas jogadores reservas nesta quarta-feira.

E o segundo confronto entre Santos e Paraná acontece no sábado, dia 4 de setembro, na Vila Belmiro. O sobrevivente deste embate enfrentará o Flamengo na fase seguinte da Sul-Americana.

Esta é a segunda derrota do Santos na história do torneio. Antes, o time paulista havia perdido para o Cienciano na temporada passada. A equipe peruana fez 2 a 1 em partida válida pelas quartas-de-final e abriu caminho para a conquista do título.

O jogo
O Santos esqueceu os desfalques e começou melhor, principalmente com as participações do veloz Basílio. Aos 4min, por exemplo, o atacante invadiu a área, driblou o zagueiro Nelinho e foi travado na hora de concluir.

Três minutos depois, Marcinho fez jogada individual pela direita e cruzou para a área. William ganhou da defesa e cabeceou para fora, à esquerda do goleiro Flávio.

A pressão do Santos, contudo, parou nos minutos iniciais. A marcação do Paraná sobre Basílio melhorou e a equipe paulista passou a sentir a falta de entrosamento. Daí em diante, errou seguidos passes e permitiu a reação dos donos da casa.

Entretanto, o Paraná demonstrou muita fragilidade no setor ofensivo. Com isso, mesmo desarrumado, o Santos teve as melhores oportunidades de inaugurar o marcador. Foi assim aos 22min, quando Marcinho recebeu e chutou cruzado, em cima do corpo de Flávio. O rebote ainda ficou com o meio-campista Bóvio, que arriscou de fora da área e obrigou o camisa 1 dos donos da casa a praticar grande defesa.

Se os erros davam o tom nos ataques, foi de um erro na defesa que nasceu o primeiro gol da noite. O estreante Zé Elias saiu jogando mal pela esquerda e entregou a bola de presente para Cristian, que cruzou rasteiro. Fernando dominou dentro da área e tocou rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Mauro.

O gol animou o Paraná. Aos 35min, Maranhão arriscou de fora da área e a bola passou perto da trave esquerda de Mauro. No lance seguinte, Galvão recebeu lançamento muito longo e o camisa 1 do Santos conseguiu interceptar.

Quando ensaiava uma pressão, o Paraná foi castigado em uma jogada individual. Marcinho dominou na meia-direita aos 39min, disparou uma bomba de pé direito e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Flávio: 1 a 1.

Depois do empate, o ritmo da partida caiu. Tanto que os goleiros só voltaram a trabalhar no segundo tempo. Aos 6min, Basílio recebeu na direita, driblou para o meio e chutou de pé esquerdo. A bola bateu na rede lateral do gol paranaense.

Melhor no segundo tempo, o Santos sofreu com uma falha na marcação. Edinho tabelou com Fernando aos 12min e cruzou no segundo pau. Maranhão subiu sozinho e cabeceou forte para fazer o segundo gol dos donos da casa.

A derrota obrigaria o Santos a vencer o jogo de volta, na Vila Belmiro. Por isso, a equipe paulista resolveu atacar. Bóvio chutou forte aos 15min e o goleiro Darci, que entrou no lugar de Flávio, conseguiu defender.

Entretanto, quando precisava pressionar, o Santos sentiu falta de entrosamento e de preparo físico. O ritmo do time visitante caiu e o Paraná se concentrou na defesa para segurar a vitória simples e levar a vantagem para a partida de volta.

PARANÁ CLUBE
Flávio (Darci); Etto, João Paulo, Danilo e Edinho; Messias (João Vitor), Maranhão, Cristian e Ewerton César (Beto); Galvão e Fernando
Técnico: Gilson Kleina

SANTOS
Mauro; Flávio, Domingos, Ávalos e Márcio (Lello); Zé Elias, Bóvio, Luís Augusto e Marcinho: Basílio e William
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio Pinheirão, em Curitiba (PR)
Árbitro: Álvaro Quelhas (Brasil)
Auxiliares: Hilton Rodrigues (Brasil) e Ednilson Corona (Brasil)
Cartões amarelos: Etto (P), Zé Elias (S), Marcinho (S), Ávalos (S)
Gols: Fernando, aos 31min, e Marcinho, aos 39min do primeiro tempo; Maranhão, aos 12min do segundo tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias