! Santos vence Atlético-MG e continua na ponta - 18/09/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/09/2004 - 19h52
Santos vence Atlético-MG e continua na ponta

MBPress
Em Campinas

Folha Imagem/Fernando Santos 
Elano (de costas) e Robinho comemoram segundo gol do Santos contra os mineiros
Assim como pediu o técnico Wanderley Luxemburgo durante a semana, o Santos fez sua lição de casa e manteve a liderança do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time da Vila Belmiro venceu o Atlético-MG por 2 a 0 e confirmou o bom aproveitamento como mandante.

O resultado faz com que o alvinegro suba para 58 pontos e abra três de vantagem para o Atlético-PR, que ainda joga no domingo, contra o o Cruzeiro, no Mineirão. Independentemente do placar deste jogo, o Peixe continuará em primeiro por causa do maior número de vitórias.

Para o Atlético-MG, a derrota deve aproximar ainda mais o clube da zona do rebaixamento. Tem apenas 34 pontos e, dependendo dos outros resultados da rodada, poderá ficar encostado nos quatro últimos que disputarão a Série B em 2005.

Com o placar sobre os mineiros, o Santos mantém o ótimo retrospecto atuando no Litoral. Até agora, obteve dez vitórias, um empate e apenas três derrotas. O último tropeço na Vila aconteceu no dia 7 de agosto, quando perdeu por 1 a 0 para o São Caetano.

Além disso, o time mantém um tabu de nunca ter perdido em casa para o Atlético-MG em Campeonatos Brasileiros. Dos sete confrontos, conseguiu três vitórias e quatro empates.

Agora, o Santos vai em busca de sua segunda vitória consecutiva na Baixada. Encara o Vitória, domingo, às 18h, e tenta chegar ao objetivo traçado por Wanderley Luxemburgo, que é de se manter na primeira colocação quando joga diante de sua torcida.

O retrospecto de jogos seguidos em casa é favorável ao clube. Em 2004, venceu o São Paulo por 2 a 1, no dia 10 de julho, e o Flamengo, três dias depois, por 2 a 0. Em seguida, marcou 4 a 2 no Coritiba, dia 29, e 6 a 0 sobre o Paysandu, em 1° agosto.

Enquanto o Santos tenta se manter em primeiro lugar, o Atlético-MG vai em busca de sua recuperação no torneio, sábado, contra o Internacional, às 16h, no Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo
Apesar de procurar o gol desde o início do jogo, o Santos só conseguiu levar perigo à meta de Danrlei aos 7min. E, de cara, abriu o placar. Após cobrança de falta ensaiada, Paulo César cruzou para a área, André Luís desviou e Domingos, de voleio, empurrou para o fundo das redes.

Com a desvantagem no placar, o Atlético-MG saiu para o ataque. No minuto seguinte, Walker cobrou falta com violência e levou perigo a Mauro que, bem colocado, acompanhou a bola sair pela linha de fundo.

Mesmo com a tentativa de reação dos mineiros, o Santos continuou melhor e mandando na partida. Aos 17min, Robinho ganhou do zagueiro, avançou e tocou para Elano chutar forte, mas por cima do gol.

O alvinegro voltou a assustar aos 28min. Depois de cobrança de escanteio, Léo fez boa jogada individual pela esquerda e chutou cruzado. A bola passou à frente de Deivid, que não conseguiu empurrá-la para a meta.

Um minuto depois, o Santos teve nova oportunidade com o atacante. Ele fez bela jogada e soltou a bomba de perna esquerda, mas parou na ótima defesa de Danrlei.

A última oportunidade de gol do Santos saiu dos pés de Robinho, aos 43min. Ele recebeu na direita, invadiu a área e bateu cruzado, levando muito perigo ao goleiro adversário.

Na volta do intervalo, o time da Vila Belmiro continuou melhor e logo aos 3min quase fez o segundo. Deivid dominou no ataque e bateu cruzado. A bola desviou em André Luiz, do Atlético-MG, e passou à frente de Robinho, que não conseguiu completar.

Folha Imagem/Fernando Santos 
Ricardinho chegou várias vezes com perigo no ataque santista
Aos 11min, Deivid fez boa jogada individual, deixou o zagueiro Gaúcho sentado e tocou para Robinho. O atacante bateu, Danrlei soltou e Elano pegou o rebote para fazer 2 a 0.

Três minutos depois, o Santos teve um gol anulado irregularmente pela arbitragem. Após cruzamento, o volante Émerson desviou de cabeça e Deivid completou para o gol, mas o árbitro Luís Antônio Silva Santos marcou impedimento na jogada.

Muito superior em campo, o Peixe continou pressionando. Aos 18min, foi a vez de Preto Casagrande arriscar. Ele cobrou falta com força e obrigou Danrlei a espalmar pela linha de fundo.

Percebendo a dificuldade de sua equipe em sair do campo de defesa, o técnico Jair Picerni sacou o lateral Alessandro e colocou o atacante Wagner para atuar pelo setor direito.

A mudança não alterou em nada o comportamento do time. Melhor para o Santos, que continuou sufocando. Aos 22min, Ricardinho bateu colocado no canto direito e o goleiro atleticano espalmou para fora.

A partir dos 25min, o Santos deixou o ritmo cair e, com isso, deu espaços para o Atlético-MG procurar o ataque. Apesar de chegar mais vezes à frente, o clube mineiro não conseguiu assustar em nenhum momento.

A melhor oportunidade veio em um erro do goleiro Mauro, aos 30min. Na reposição de bola, ele acabou escorregando e a deu de presente para Wagner bater pela linha de fundo. Cinco minutos mais tarde, Rodrigo Fabri bateu falta e o goleiro santista fez ótima defesa, espalmando a bola para escanteio.

Nos minutos finais, o Santos apenas administrou o resultado e garantiu mais uma vitória no Campeonato Brasileiro.

SANTOS
Mauro; Paulo César, Domingos, André Luís e Léo; Fabinho, Preto Casagrande (Ricardo Bóvio), Ricardinho e Elano (Marcinho); Robinho (Basílio) e Deivid
Técnico: Wanderley Luxemburgo

ATLÉTICO-MG
Danrlei; Alessandro (Wagner), Gaúcho, André Luiz e Rubens Cardoso; Walker, Zé Luís (Émerson), Renato e Rodrigo Fabri; Alex Mineiro e Márcio Santos (Juninho)
Técnico: Jair Picerni

Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos (RJ)
Assistentes: Aristeu Leonardo Tavares (FIFA RJ) e João Luís R. Magalhães (RJ)
Cartões amarelos: Paulo César (S), Émerson (A)
Gols: Domingos, aos 7min do primeiro tempo; e Elano, aos 11min do segundo tempo.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias