! Serginho, do São Caetano, desmaia e jogo é encerrado - 27/10/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/10/2004 - 22h02
Serginho, do São Caetano, desmaia e jogo é encerrado

MBPress
Em São Paulo

O jogo entre São Paulo e São Caetano, que estava sendo disputado nesta quarta-feira à noite, no Morumbi, foi paralisado aos 14min do segundo tempo. O motivo: o zagueiro Serginho, do time do ABC, teve um mal súbito e desmaiou no gramado. Quando caiu, o jogador não participava de nenhum lance do jogo. Até porque a partida estava parada.

Fernando Donasci/Folha Imagem 
Serginho cai subitamente, desmaia e é socorrido por jogadores de São Paulo e São Caetano
Os médicos das duas equipes começaram a atender o jogador ainda no gramado do Morumbi, acompanhados pelos jogadores, desesperados. José Sanchez, que acompanhou de perto todo o socorro ao atleta, disse que o atendimento foi feito dentro das necessidades para uma caso como esse:

"Tentamos reanimar o jogador de todas as maneiras possíveis. Ele não tinha pulso e tivemos que encaminhá-lo rapidamente ao hospital". O zagueiro chegou com vida ao hospital São Luiz, para o qual ele foi levado.

Segundo o goleiro Silvio Luiz, do São Caetano, o jogador tinha problemas cardíacos e estava fazendo um tratamento. "Estava sendo feito um tratamento com ele no coração, mas o risco de acontecer algo era de 1%. Foi descoberto nos exames periódicos que fazemos", explicou o camisa um do São Caetano.

Fernando Donasci/Folha Imagem 
Serginho (de azul) marca Grafite antes de ter a parada cardiorrespiratória
Marco Aurélio Cunha, médico do São Paulo, acompanhou o socorro ao atleta e ficou bastante preocupado com a situação do jogador do time do ABC.

"Ele está com uma parada cardiorrespiratória. Tudo está sendo feito para que ele seja reanimado. O caso dele é bem grave. A situação é crítica", avaliou Cunha.

O caso provocou grande comoção entre os atletas. Enquanto o jogador recebia os primeiros atendimentos, ainda no gramado, alguns deles, como os atacantes Euller e Grafite, já rezavam, pedindo pela recuperação do zagueiro.

Assim que o jogador foi transportado, de maca, para uma ambulância do estádio, jogadores, treinadores e juízes fizeram um círculo no meio-campo para orar pelo atleta. Até a torcida são-paulina fez parte do apoio, com um coro com o nome do zagueiro.

Com os atletas de São Paulo e São Caetano abalados com o acontecimento, a partida foi encerrada pelo árbito Cleber Wellington Abade.

"Os capitães de ambas as equipes disseram que os times não tinham condições psicológicas de continuar. Vou relatar o fato na súmula e encaminhar para a CBF", explicou o árbitro.

O jogo
São Paulo e São Caetano se enfrentavam em partida válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes brigavam para encostar nos líderes da competição. O time da capital é o terceiro colocado e o do ABC o quarto. Ambos têm 65.

Até a paralisação da partida, o time do técnico Emerson Leão estava melhor em campo. Com mais posse de bola, o São Paulo dominava o jogo, enquanto o São Caetano explorava apenas os contra-ataques.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias