! Empate com o Fla devolve a liderança ao Santos - 27/10/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/10/2004 - 23h49
Empate com o Fla devolve a liderança ao Santos

MBPress
No Rio de Janeiro

O empate entre Flamengo e Santos não agradou nenhumas das equipes, mas serviu para que elas atingissem o objetivo imediato. Com o ponto somado no 1 a 1, o Santos reassumiu a liderança do Brasileirão depois de cinco rodadas. O Flamengo, graças ao empate no Maracanã, escapou de terminar a rodada na zona de rebaixamento.

O time paulista soma 69 pontos, mesmo número do Atlético-PR, porém tem vantagem nos critérios de desempate e é o primeiro colocado do campeonato. A equipe rubro-negra subiu para a 19ª posição, com 42 pontos, apenas um a mais que o Paraná, 21°, que segue na zona de rebaixamento pela 18ª rodada consecutiva.

No primeiro tempo a partida foi equilibrada. Jean marcou para o Flamengo, mas Deivid logo empatou para o Santos. Na segunda etapa, o time carioca dominou amplamente e poderia ter feito o segundo gol. Jean perdeu duas grandes oportunidades, acertou um chute na trave e a equipe rubro-negra ainda reclamou de pênalti.

A véspera da partida foi quente para as duas equipes. No Flamengo, repercutiram as críticas feitas por Zico sobre a falta de garra da equipe. Coincidentemente, os jogadores do time carioca correram mais que o habitual. No Santos, os boatos das vendas de Robinho, para o Benfica, e Elano, para o Atlético de Madri, não desestabilizaram os atletas. Ambos atuaram.

No próximo sábado o Santos enfrentará o Fluminense, no Teixeirão, em São José do Rio Preto, às 16h, por causa da perda de mando de campo por duas rodadas imposta pelo STJD. O Flamengo joga no mesmo dia, às 18h10, contra o Juventude, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul.

O jogo
O Santos teve a primeira oportunidade da partida aos 5min. Léo fez jogada individual, cortou para dentro da área e bateu de direita. Júlio César espalmou e a zaga afastou em seguida.

O Flamengo respondeu aos 10min. Depois de lance confuso, a bola sobrou para Jean dentro da área. O atacante chutou, mas a zaga travou e Mauro defendeu tranqüilamente.

O jogo caiu de ritmo e o próximo chute a gol saiu apenas aos 20min. Triangulação entre Felipe, Ibson e Da Silva, com este último arriscando de fora da área. Mauro pulou, mas não alcançou a bola que saiu raspando o travessão.

O Santos quase abriu o placar aos 23min. Paulo César cobrou falta para a área e André Luis cabeceou livre. Júlio César apenas torceu para que a bola, que passou ao lado da trave direita, não entrasse.

O Flamengo conseguiu o primeiro gol da partida, aos 27min, com Jean. O atacante recebeu passe em profundidade em posição duvidosa. A zaga santista parou pedindo impedimento e o rubro-negro teve calma para tocar na saída de Mauro.

Porém, a alegria da equipe carioca durou pouco. Aos 30min, Robinho invadiu a área e bateu. Júlio César fez boa defesa, mas, no rebote, Deivid chutou rasteiro e empatou a partida.

As duas equipes mostraram boa motivação no restante do primeiro tempo, mas não conseguiram criar outras chances de gol.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com o volante Jonatas no lugar de Júnior. A substituição rendeu ao técnico Ricardo Gomes um longo coro de "burro" entoado pela torcida rubro-negra.

O time carioca teve a primeira chance do segundo tempo, logo aos 5min. China foi a linha de fundo e cruzou rasteiro para trás. Ibson tentou concluir, mas acabou se embolando com Fabinho. O árbitro mandou o lance seguir.

O Flamengo apostou novamente no lado direito em jogada parecida aos 9min. Desta vez foi Felipe quem driblou André Luís e cruzou rasteiro. Jean bateu prensado com Leonardo e perdeu boa chance.

Felipe novamente fez jogada individual pela direita aos 11min. Ele driblou dois defensores com uma só finta, mas chutou fraco e Mauro defendeu. Aos 12min, o goleiro salvou o Santos outra vez. Felipe deixou Jean na cara do gol. O atacante tentou driblar o goleiro, que se esticou e deu um tapa na bola evitando o pior.

O Santos respondeu com lance de muito perigo aos 14min. Léo avançou pela esquerda e bateu cruzado. Júlio César espalmou para o meio da área e Deivid bateu de primeira. A bola passou raspando a trave, com o goleiro do Flamengo já batido.

O time carioca reclamou bastante de um pênalti aos 17min. Jean chuto de dentro da área, a bola bateu no braço de Leonardo, que pareceu esticá-lo propositalmente, e foi para escanteio. O árbitro ignorou os apelos desesperados de Jean e Zinho.

Aos 20min, Zinho deu belo passe para Jean. O atacante arrematou de primeira e a bola bateu na trave. Em seguida, o técnico Ricardo Gomes colocou a equipe definitivamente no ataque, tirando Ibson, que jogava bem, para a entrada de Dimba. A torcida do Flamengo vaiou a substituição e gritou "fora tricolor".

Aos 31min, Roger cruzou para a área, a bola passou por Dimba e sobrou limpa para China. O lateral bateu cruzado, mas o chute saiu torto e o time carioca perdeu outra chance.

Num lance infeliz do zagueiro Henrique, que torceu o tornozelo esquerdo sozinho, o Santos quase marcou o gol da virada num contra-ataque rápido aos 42min. Marcinho aproveitou a queda do atleta do Flamengo, tocou para Robinho e recebeu na frente. O atleta santista tocou na saída de Júlio César e a bola passou bem perto do gol.

FLAMENGO
Júlio César; China, Henrique, Valdomiro e Roger; Da Silva, Júnior (Jonatas), Ibson (Dimba) e Zinho; Felipe e Jean (Athirson)
Técnico: Ricardo Gomes

SANTOS
Mauro; Paulo César (Flávio), Leonardo, André Luís e Léo; Fabinho, Bóvio, Ricardinho (Marcinho) e Elano (Preto Casagrande); Robinho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Assistentes: José Otávio Bitencourt (RS) e Paulo Ricardo S. Conceição (RS)
Cartões Amarelos: Fabinho (S), Henrique (F), Leonardo (S), Athirson (F), André Luís (S) e Preto Casagrande (S)
Gols: Jean, aos 27min, e Deivid, aos 30min do primeiro tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias