! Grêmio humilha Ponte e mantém fio de esperança - 13/11/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  13/11/2004 - 20h00
Grêmio humilha Ponte e mantém fio de esperança

MBPress
No Rio de Janeiro

A esperança é a última que morre. Apoiado neste ditado popular, o Grêmio segue lutando contra o rebaixamento. O time gaúcho goleou a Ponte Preta por 6 a 1, neste sábado, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, e quebrou a série de seis derrotas consecutivas. O Grêmio segue como lanterna do Brasileirão, com 38 pontos, seis a menos que o Vitória, 20º colocado, que está no limiar da zona de rebaixamento.

Apesar da goleada, a situação do tricolor gaúcho segue crítica. O time tem que vencer todas as cinco partidas restantes para chegar aos 53 pontos, que, segundo os matemáticos, é o número mágico para permanecer na Primeira Divisão. Para piorar, a equipe não poderá mais mandar jogos no Olímpico, pois foi punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

No péssimo primeiro tempo, George marcou para o Grêmio cobrando falta. Na etapa final, tudo mudou e Christian desequilibrou a partida. O atacante fez dois gols de cabeça e ainda sofreu um pênalti, convertido por Felipe Melo. Roberto Santos e Fábio Bilica ainda ampliaram. Alecsandro marcou o único gol da Ponte Preta na partida.

A derrota foi péssima para a equipe de Campinas, que briga por uma vaga na Copa Sul-Americana. Embora o clube não tenha perdido nenhuma posição, já que o Fluminense também não venceu, a briga pela nona posição fica cada vez mais embolada. A Ponte tem 58 pontos.

No próximo sábado, o Grêmio enfrentará o Vitória, às 18h, no Barradão, em Salvador. No domingo, a Ponte Preta receberá o Atlético-PR, às 16h, no Moisés Lucarelli.

O jogo
A Ponte Preta teve ótima chance logo com 1min. Alecsandro invadiu a área pela direita e bateu cruzado. A bola passou por toda a pequena área e Anselmo quase conseguiu concluir de carrinho.

Depois do susto inicial, o Grêmio começou a tomar conta da partida. O time gaúcho perdeu oportunidade clara aos 11min. Marcelinho roubou bola na ataque e deu passe rasteiro para Christian. Livre na área, o atacante tirou o olho da bola, que passou sob o seu pé direito.

Aos 23min, o time gaúcho ameaçou novamente. Desta vez Christian não bobeou e bateu forte, depois de passe de Bruno. Entretanto, a bola desviou na zaga e foi para escanteio.

Logo em seguida, aos 25min, a ambição ofensiva da equipe da casa foi recompensada. O lateral-direito George bateu falta, da entrada da área, no canto esquerdo de Lauro, que demorou a reagir e não alcançou a bola.

O primeiro tempo, de resto, pouco teve de positivo. As 35 faltas nos 45min iniciais, punidos com apenas um cartão amarelo pelo árbitro Evandro Roman, impediram a maioria dos lances de perigo de ambos os lados. Somente aos 42min, Bill arriscou chute cruzado, que Márcio espalmou.

O Grêmio continuou comandando a partida no início do segundo tempo. Aos 5min, Felipe Melo chutou forte, a bola bateu na zaga e sobrou para Bruno, que também arriscou de fora da área. Lauro defendeu em dois tempos.

Aos 9min, o tricolor gaúcho ampliou com Christian. George cobrou escanteio, o atacante subiu mais que a zaga e cabeceou no canto esquerdo de Lauro.

Logo em seguida, aos 11min, a Ponte Preta conseguiu descontar. Depois de lance confuso, a bola sobrou limpa para Alecsandro, dentro da grande área. O atacante bateu de primeira e fez belo gol.

Mas o Grêmio não queria dar chance para o azar e logo fez o terceiro. Em lance praticamente igual ao do segundo gol, George cobrou escanteio e Christian fez de cabeça aos 17min.

Aos 32min, o Grêmio fez o quarto. Felipe Melo recebeu dentro da área, dominou e bateu cruzado. A bola bateu na trave. Na seqüência do lance, o time gaúcho voltou a carga e Christian foi derrubado pelo goleiro Lauro. Desta vez, Felipe Melo não acertou a trave. O meia bateu com categoria e ampliou.

O time gaúcho ainda teve tempo de marcar o quinto, aos 36min. George cobrou falta da intermediária, Lauro soltou e Roberto Santos, que acabara de entrar no lugar de Christian, dividiu com o goleiro e empurrou para as redes.

Tudo parecia dar certo para o Grêmio, e Fábio Bilica fez o sexto, aos 41min, depois de cabeçada de Roberto Santos que bateu no travessão.

GRÊMIO
Márcio; George, Fábio Bilica, Capone e Cristiano; Leanderson, Felipe Melo (Cléber), Léo Inácio e Bruno (Alex Xavier); Marcelinho e Christian (Roberto Santos)
Técnico: Cláudio Duarte

PONTE PRETA
Lauro; Luiz Carlos, Gustavo e Rafael Santos (Lindomar); André Cunha, Ângelo, Flávio e Bill; Júlio César, Alecsandro (Magal) e Anselmo (Barata)
Técnico: Nenê Santana

Local: estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Francisco Aurélio do Prado e Rogério Rolim (PR)
Cartões amarelos: Luiz Carlos (P), André Cunha (P), George (G) e Lauro (P)
Gols: George, aos 25min do primeiro tempo; Christian, aos 9 e 17min, Alecsandro, aos 11min, Felipe Melo, aos 32min, Roberto Santos, aos 36min, e Fábio Bilica, aos 41min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias