! Flamengo e Botafogo empatam e seguem ameaçados - 21/11/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  21/11/2004 - 17h54
Flamengo e Botafogo empatam e seguem ameaçados

MBPress
No Rio de Janeiro

No duelo em busca do alívio, Flamengo e Botafogo conseguiram mais desespero. Em uma partida recheada de ocasiões de gol, os dois clubes do Rio empataram por 0 a 0 na tarde deste sábado, no Maracanã. Os destaques do clássico foram os goleiros Júlio César e Jefferson.

Reuters 
Dimba disputa a bola com Scheidt no empate entre Botafogo e Flamengo
O resultado mantém ambos sob forte ameaça de cair para a segunda divisão. Porém, a situação alvinegra é ligeiramente mais tranqüila. Com 47 pontos, os comandados de Paulo Bonamigo seguem fora da zona de rebaixamento, em 20º.

Já a equipe rubro-negra, que entrou em campo motivada pelo fim do atraso de salários na Gávea, não conseguiu fazer uso do doping financeiro. Deste modo, continua entre os quatro últimos, em 21º, com 46 pontos.

Segundo projeções matemáticas, um clube evita a queda caso consiga somar 52 pontos e 13 vitórias.

A luta dos cariocas contra a segunda divisão tem como oponentes na próxima rodada dois paulistas. O Flamengo encara o Palmeiras, domingo, às 16h, no Parque Antarctica. Já o time alvinegro recebe o Guarani, sábado, às 16h, no Caio Martins.

O jogo
Sob a atmosfera de uma imaginária decisão de título (mais de 32 mil torcedores compareceram ao Maracanã), Flamengo e Botafogo começaram o confronto em ritmo alucinante. Aos 2min, Alex Alves arriscou, a bola desviou na zaga e sobrou para Ricardinho. De primeira, ele chutou para importante defesa de Júlio César.

O troco veio aos 4min. Roger cruzou, Dimba ajeitou de cabeça, mas o voleio de Ibson saiu fraco nas mãos de Jefferson. O rubro-negro continuou melhor e, aos 9min, Ibson rolou para Dimba. O atacante, por lentidão, permitiu que seu arremate fosse travado por Jorginho Paulista.

Quando foi ao ataque, o Botafogo assustou. Jorginho Paulista, aos 11min, rolou para Alex Alves e Júlio César conseguiu, com os pés, salvar a finalização do botafoguense.

Presente na partida, Dimba chutou forte de fora da área aos 12min, mas Jefferson espalmou para fora. Um minuto depois foi a vez de Jean arrematar e levar perigo ao gol rival.

Os goleiros continuaram levando vantagem sobre os atacantes. Aos 24min, Caio entrou livre no lado direito da área e chutou rasteiro. No reflexo, Júlio César deu um leve toque para escanteio.

Novamente, Caio teve outra boa chance no minuto seguinte, mas a conclusão saiu à direita da baliza. Aos 29min, Jean cruzou e Dimba, sem deixar quicar, arrematou por cima do travessão.

O camisa 9 do Flamengo desperdiçou cristalina ocasião aos 34min. Ibson arrancou desde o meio campo e deixou Dimba frente a frente com Jefferson. No confronto direto, o alvinegro levou a melhor e defendeu com os pés.

Na etapa final, o ritmo forte continuou. A 1min, Ricardinho gingou na frente da zaga adversária, mas a finalização saiu medonha.

Aos 6min, os botafoguenses Jefferson e Jorginho Paulista trocaram empurrões, mas inexplicavelmente o árbitro Wilson de Souza Mendonça não os advertiu com cartão.

Bem dispostas, as equipes continuaram batalhando em busca do gol, mas as conclusões rarearam. Ricardinho, aos 14min, ganhou na corrida de Valdomiro e, sem ângulo, bateu sobre o corpo de Júlio César.

Jean aproveitou um corte equivocado da zaga, aos 16min, e chutou à esquerda da baliza alvinegra.

O cansaço do Flamengo permitiu que o Botafogo tomasse o controle da partida. Aos 30min, Jorginho Paulista ganhou de China e rolou para trás. Júlio César dividiu com Alex Alves e afastou parcialmente. Antes que Caio aparecesse para concluir, Douglas Silva conseguiu chutar para fora.

Aos 32min, Alex Alves quase surpreendeu o goleiro flamenguista com um arremate da intermediária, que passou próximo à trave direita. Com 37min, Ricardinho chutou da direita e Júlio César espalmou para escanteio.

O Flamengo, enfim, contragolpeou aos 39min. Felipe rolou e Ibson finalizou da entrada da área. Com incrível elasticidade, Jefferson colocou para fora.

No fim, Schwenck perdeu ocasião aos 42min com um chute cruzado pela linha de fundo.

FLAMENGO
Júlio César, Valentim (China), André Bahia, Valdomiro e Roger; Da Silva (Douglas Silva), Júnior, Ibson e Felipe; Jean e Dimba (Whelliton)
Técnico: Andrade

BOTAFOGO
Jefferson, Ruy, Gustavo, Scheidt e Jorginho Paulista; Fernando, Túlio, Elvis (Almir) e Caio; Ricardinho e Alex Alves (Schwenck)
Técnico: Paulo Bonamigo

Local: estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (Fifa-PE)
Auxiliares: Erick Bartholomeu Bandeira (PE) e Luciano Coelho Cruz (PE)
Cartões amarelos: Júnior (F) e Roger (F)

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias