! São Paulo empata com Flamengo e dá adeus ao título - 12/12/2004 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  12/12/2004 - 17h53
São Paulo empata com Flamengo e dá adeus ao título

MBPress
Em São Paulo

O São Paulo apenas empatou com o Flamengo por 1 a 1, no estádio do Morumbi, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado, no entanto, não agradou nenhuma das equipes.

Folha Imagem 
Jogadores festejam gol que garantiu o São Paulo na Libertadores; veja imagens
Por um lado, o São Paulo não tem mais chance de chegar ao quarto título brasileiro. Com o empate, chegou aos 82 pontos, quatro a menos que o líder Santos, que derrotou o São Caetano por 3 a 0, em pleno ABC paulista. O tricolor, porém, está garantido na Copa Libertadores do próximo ano.

Já o Flamengo ainda ronda a zona de rebaixamento. A equipe permanece na 18º colocação com apenas 50 pontos, a mesma pontuação de Atlético-MG e Botafogo, e um a menos que o Cricíuma, que estaria rebaixado.

Enquanto Grafite fez o gol do São Paulo e chegou ao 17º na competição nacional, Dimba marcou o Flamengo. Aliás, foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2003 que havia feito o gol da vitória do rubro-negro carioca sobre o tricolor paulista no primeiro turno, por 1 a 0.

O time do Morumbi, que brigava pelo título, sofreu apenas 40 gols em 44 partidas na competição, uma média de 0,90 gol por jogo. A equipe está à frente do São Caetano, que levou 43 gols e ocupou esse posto nas últimas três edições do torneio. O Palmeiras aparece em terceiro, com 44.

Já o Flamengo ainda permanece com a terceira pior defesa da competição. Com 45 gols, o time só é melhor do que Ponte Preta (40 gols) e o já rebaixado Guarani (39).

O São Paulo encerra sua participação no Campeonato Brasileiro contra o Goiás, no próximo domingo, no estádio Serra Dourada. No mesmo dia, o Flamengo terá a última oportunidade para evitar o rebaixamento contra o Cruzeiro, no estádio do Maracanã.

O jogo
A tática aplicada pelo São Paulo nas últimas vitórias no Morumbi não funcionou nos primeiros minutos do confronto contra o Flamengo. Os comandados de Émerson Leão não conseguiram exercer a pressão na saída de bola do adversário ocorrida nas goleadas sobre Botafogo (5 a 2) e Juventude (4 a 1).

O motivo foi a forte marcação imposta pelo rubro-negro carioca, que tentou explorar o contra-ataque. Impulsionado pela ineficiência do ataque sãopaulino, o Flamengo avançou a marcação. E deu resultado: aos 13min, o atacante Dimba cobrou falta com perfeição e abriu o placar. Aliás, foi a primeira oportunidade flamenguista na partida.

Até então, o São Paulo não levou perigo ao gol de Júlio César, que se tornou um mero espectador do clássico nacional. Porém, o clube paulista empatou no primeiro erro da marcação dos adversários. Após cobrança de escanteio de Cicinho, o zagueiro Fabão chutou cruzado para Grafite, que apenas desviou aos 27min. Foi o 17º gol do atacante no Campeonato Brasileiro.

O empate não modificou o panorama do jogo. O equilíbrio foi ponto alto dos primeiros 45 minutos. Enquanto o São Paulo errou muitos passes e foi prejudicado pelo fraco desempenho do meio Danilo, o Flamengo se limitou a jogar nos erros do time paulista.

Ainda no gramado, o autor do gol são-paulino encontrou o principal culpado pela decepcionante apresentação. "O time está afobado. Precisamos colocar a bola no chão. Caso contrário, ficará muito complicado", disse Grafite.

A reclamação de Grafite e o provável puxão de orelha do técnico Émerson Leão mexeram com a atitude do São Paulo. A equipe se mostrou mais tranqüila e conseguiu encontrar facilidade para entrar na defesa flamenguista. Já o Flamengo retornou desorganizado para o segundo tempo.

A situação do clube carioca começou a piorar quando Da Silva recebeu o cartão vermelho. O volante foi o principal marcador de Grafite, que até então havia feito apenas o gol na partida.

Porém, engana-se quem pensa que o time tricolor teve mais espaço. Pelo contrário. O Flamengo se fechou ainda mais e foi beneficiado com a entrada de Athirson, que deu mais tranqüilidade ao meio-campo carioca. Mesmo assim, ninguém conseguiu chegar à vitória.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Diego Lugano e Rodrigo; Cicinho, Renan, César Sampaio (Nildo), Danilo (Souza) e Fábio Santos; Diego Tardelli e Grafite
Técnico: Emerson Leão

FLAMENGO
Júlio César; China, Júnior Baiano, André Bahia e Roger: Da Silva, Jônatas, Ibson e Zinho (Athirson); Whelliton (Junior) e Dimba
Técnico: Andrade

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Cartões amarelos: Lugano, Nildo e Fábio Santos (São Paulo); Zinho, Julio César, Da Silva e Dimba (Flamengo)
Cartão vermelho: Da Silva (Flamengo)
Gols: Dimba, aos 13min, e Grafite, aos 27min do primeiro tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias