! São Paulo vence América e segue bem no interior - 23/01/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  23/01/2005 - 19h56
São Paulo vence América e segue bem no interior

MBPress
Em São Paulo

O São Paulo segue com um ótimo retrospecto no interior paulista. Na noite deste domingo, a equipe do Morumbi bateu o América por 4 a 3, no estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, e manteve 100% de aproveitamento no campeonato estadual.

A última derrota do tricolor no interior do estado foi no dia 26 de janeiro de 2003, quando perdeu para o Paulista de Jundiaí por 2 a 1, na estréia da competição naquele ano. Desde então, a equipe está invicta - contando campeonatos estaduais e nacionais.

O triunfo deste domingo, aliás, foi importantíssimo para as pretensões do São Paulo no Campeonato Paulista. Afinal, o técnico Leão quer conquistar todos os pontos disputados nas quatro primeitas rodadas. Só faltam seis.

Do lado do América, o destaque positivo ficou com o atacante Finazzi, que infernizou à zaga são-paulina e marcou os três gols da equipe de São José do Rio Preto. Ponto negativo, porém, pela segunda derrota consecutiva do time no certame.

Na próxima rodada do Estadual, o São Paulo enfrenta a Inter de Limeira, na quinta-feira, às 20h30, no estádio do Morumbi. O time do América, por sua vez, joga com a Portuguesa Santista, na quarta-feira, no Ulrico Mursa, em Santos.

O jogo
Logo na escalação, o técnico Emerson Leão veio com sua primeira surpresa. Depois de anunciar no meio da semana que Vélber jogaria no lugar de Danilo, o comandante do São Paulo mudou de idéia e manteve o meia titular.

Com a bola rolando foi o América que quis surpreender o time da capital. Aos 3min, aproveitando bobeira da zaga tricolor, o ala Matarazzo avançou pela esquerda, entrou na grande área e chutou em cima do zagueiro Lugano.

Depois do susto, o São Paulo se organizou em campo e partiu para o ataque. E não demorou para as investidas darem resultado. Aos 8min, o lateral-direito Cicinho recebeu a bola na direita e cruzou, na medida, para o atacante Diego Tardelli, que se antecipou à zaga e desviou para o fundo do gol.

Dominando as principais ações da partida, a equipe do técnico Emerson Leão continuou com postura ofensiva. No entanto, a voa marcação do América impediu que os atacantes são-paulinos chutassem a gol.

Se no setor ofensivo o São Paulo caminhou bem na primeira etapa, na defesa o time teve problemas. Foi de uma falha do zagueiro Rodrigo, inclusive, que saiu o gol de empate da equipe de São José do Rio Preto. Aos 17min, ele não conseguiu afastar e a bola ficou com Laírson, que tocou para Finazzi, sozinho, marcar.

Com o gol de empate, o América melhorou em campo e passou a dar mais trabalho para os zagueiros são-paulinos. Mas foi o time tricolor que ficou em vantagem no placar novamente. Aos 31min, o lateral-esquerdo Junior avançou pela esquerda e chutou cruzado. O meia Danilo desviou com o bico da chuteira e marcou.

Quatro minutos depois, porém, a alegria do São Paulo acabou. Após o lateral Paulo Santos ajeitar com a mão, a bola sobrou para o atacante Finazzi fazer seu segundo gol na partida.

Preocupado com o desempenho do seu time, o técnico Emerson Leão voltou para o segundo tempo com duas alterações: Vélber no lugar de Danilo e Fabão na vaga de Marco Antonio. Com isso, o São Paulo passou a jogar no 3-5-2, esquema de 2004.

E o clube do Morumbi, apesar disso, ficou com postura mais ofensiva. Com Vélber usando de bastante velocidade, os atacantes Grafite e Diego Tardelli tiveram mais chances de gol, mas que não foram aproveitadas.

O São Paulo chegou com perigo real mesmo na etapa final aos 18min, quando Grafite deu bom passe para o lateral-direito Cicinho, que chutou cruzado. A bola passou rente à trave esquerda do goleiro Rafael.

Melhor em campo, o tricolor não demorou a marcar seu terceiro gol. Aos 24min, em cobrança perfeita de falta, o goleiro Rogério Ceni acertou o ângulo esquerdo de Rafael e colocou o São Paulo em vantagem novamente.

Sete minutos depois, o clube do Morumbi ampliou. O lateral-direito Cicinho fez ótima jogada pela direita, avançou para o meio da área e chutou de perna esquerda, sem chances de defesa para o camisa 1 do América.

Com dois gols à frente no placar, Leão resolveu ceder aos pedidos da torcida e colocou o meia-atacante Falcão. Mas foi o América que ganhou força extra. Aos 43min, o atacante Finazzi marcou mais um e diminuiu. Mas já era tarde.

AMÉRICA
Rafael; Paulo Santos, Douglas, Daniel Marques e Matarazzo (Mário); Chicão (Creedence), Maranhão (Danilo), Lau e Laírson; Finazzi e Richarlysson
Técnico: Roberval Davino

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Lugano, Rodrigo e Júnior; Mineiro, Josué, Marco Antonio (Fabão) e Danilo (Vélber); Grafite e Diego Tardelli (Falcão)
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP)
Árbitro: Anselmo da Costa
Auxiliares: Ednílson Corona e Maria Eliza Barbosa
Cartões amarelos: Chicão (A), Mineiro (SP), Grafite (SP), Lugano (SP), Vélber (SP)
Gols: Diego Tardelli, aos 8min, Finazzi, aos 17min, Danilo, aos 31min, e Finazzi, aos 35min do primeiro tempo; Rogério Ceni, aos 24min, Cicinho, aos 31min, e Finazzi, aos 43min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias