! Botafogo vence Volta Redonda e está na semifinal - 09/02/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  09/02/2005 - 23h43
Botafogo vence Volta Redonda e está na semifinal

Do Pelé.Net
No Rio de Janeiro

No confronto entre a defesa menos vazada e o ataque mais positivo do grupo A da Taça Guanabara, o Volta Redonda, que até então não tinha sofrido nenhum gol na competição, não resistiu à força ofensiva do Botafogo, e foi derrotado pelo adversário por 2 a 1, nesta quarta-feira à noite, no Maracanã.

Com gols de César Prates e Juninho, o Alvinegro garantiu uma vaga nas semifinais do primeiro turno do Campeonato Estadual do Rio, algo que não acontecia há dois anos. Túlio Maravilha, ex-ídolo do Botafogo, descontou para o Volta Redonda.

Com o resultado, o Alvinegro terminou a primeira fase como segundo colocado da chave, e, de quebra, foi o único dos grandes clubes do Rio a se classificar para a fase decisiva. Agora, o time da Estrela Solitária vai enfrentar o Americano, que ficou em primeiro no grupo B, numa das semifinais. A partida será realizada no próximo domingo, às 16h, no Maracanã.

Mesmo com a derrota, o time da Cidade do Aço também se classificou para a próxima fase. Na outra semifinal, o Volta Redonda vai enfrentar a Cabofriense, segundo colocado da chave A, no sábado, às 16h, no Maracanã.

A vitória do Botafogo também acabou com a invencibilidade do Volta Redonda. O time não perdia há 33 jogos oficiais e ainda não tinha sido derrotado neste Campeonato Estadual

A novidade da partida ficou por conta da arbitragem feminina de Marta Vasconcelos. Ela teve atuação dentro da média, procurando apitar os lances em cima para evitar que os jogadores abusassem da indisciplina.

O jogo
O Botafogo começou melhor e logo aos 2min deu o primeiro susto. César Prates arrancou pela ponta direita e cruzou rasteiro para a grande área. Guilherme empurrou a bola de carrinho à queima-roupa, mas o goleiro Lugão espalmou para escanteio.

O Volta Redonda acordou com o lance e respondeu quatro minutos mais tarde. Haroldo tocou em profundidade para Glauber na meia direita, que chutou forte, cruzado. A bola passou perto da trave direita de Jefferson.

Aos 8min, o Botafogo chegou novamente com perigo. César Prates bateu falta em cima da barreira e a bola sobrou para Scheidt. O zagueiro alvinegro bateu forte, de primeira, da entrada da área, perto do travessão do goleiro adversário.

O jogo estava truncado, e as equipes não conseguiam trocar muitos passes. O Botafogo tentava chegar através de cruzamentos para a grande área, na maioria das vezes com César Prates, pela direita, e Marquinhos, pela esquerda, mas pouco assustou o adversário. Enquanto isso, o Volta Redonda se mantinha mais recuado, tentando sair nos contra-ataques, mas também não criava boas chances de gol.

A partida se desenvolveu neste panorama monótono até os 35min, quando Ramon, cobrando falta pela direita, cruzou para a grande área para Guilherme. O atacante deu uma meia bicicleta e a bola passou perto do travessão.

Aos 42min, outra chegada do Botafogo. Túlio roubou a bola no meio de campo e ligou o contra ataque alvinegro. Ramon tentou tabelar com Guilherme na meia lua e a bola sobrou para Marquinhos, livre na esquerda. O jogador, que já vinha sendo vaiado pela torcida depois de errar alguns passes, tentou o chute de primeira, mas pegou muito mal na bola, jogando-a longe do gol.

Já no final do primeiro tempo, o Volta Redonda abriu o placar. Aos 46min, Humberto foi à linha de fundo e cruzou da direita para Túlio Maravilha, que estava livre no segundo pau. Com tranqüilidade, o atacante marcou o gol de cabeça.

No intervalo, o técnico do Botafogo, Paulo Bonamigo mexeu no time. O treinador tirou o lateral-esquerdo Marquinhos, que estava sendo vaiado pela torcida, e deslocou César Prates para a sua vaga. Na lateral-direita, entrou Rogério Souza.

Logo aos dois minutos da etapa final, o Botafogo criou sua melhor chance até então. Ricardinho cruzou rasteiro para Ramon, que chutou em cima de Alex Alves. A bola sobrou para Guilherme, livre, quase na pequena área, mas o atacante chutou por cima do gol.

O lance animou o time do Botafogo, que passou a pressionar muito o adversário. Aos 17min, César Prates chutou muito forte de pé direito, de fora da área. O goleiro Lugão espalmou no susto, no meio do gol, salvando o Volta Redonda.

Aos 23min, o Botafogo chegou ao gol de empate. César Prates pegou o rebote da defesa adversária e bateu de primeira, de fora área, acertando um petardo no ângulo esquerdo de Lugão.

O Botafogo se motivou com o gol e virou o jogo aos 34min. Cobrando falta rente à linha da grande área, pela direita, César Prates cruzou na cabeça de Juninho, que subiu mais alto do que os adversários para marcar de cabeça.

Aos 39min, Ricardinho entrou cara a cara com o goleiro Lugão pela direita, mas bateu em cima do goleiro.

BOTAFOGO
Jefferson, César Prates (Leandro Carvalho), Juninho, Scheidt e Marquinhos (Rogério Souza); Túlio, Juca, Ramon e Caio (Ricardinho); Alex Alves e Guilherme
Técnico: Paulo Bonamigo

VOLTA REDONDA
Lugão; Schneider (Marcos Baiano), Ailson, Alemão e Maciel; Jonílson, Haroldo, Gláuber e Mário César; Humberto (Fábio) e Túlio (Valtinho)
Técnico: Dário Lourenço

Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitra: Marta Vasconcelos
Assistentes: Marco Tadeu Peniche e Marcelo Brás Mariano
Cartões amarelos: Ramon (B), Mário César (V), Alex Alves (B)
Gols: Túlio Maravilha, aos 46min do primeiro tempo; César Prates, aos 23min e Juninho, aos 34min do segundo tempo

Veja também



ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias