! São Paulo goleia e afunda arqui-rival Corinthians - 08/05/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  08/05/2005 - 17h48
São Paulo goleia e afunda arqui-rival Corinthians

MBPress
Em São Paulo

Nem mesmo as críticas após a eliminação na Copa do Brasil para o Figueirense, na última quarta-feira, foram suficientes para mudar a postura do Corinthians em campo. E sem encontrar as dificuldades esperadas para o clássico, o São Paulo goleou o rival na tarde deste domingo por 5 a 1, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

Com três gols nos 17 primeiros minutos, o time tricolor definiu a partida já no primeiro tempo. A vitória são-paulina, que marcou a estréia do técnico Paulo Autuori, foi a primeira do time no Brasileirão.
LUIZÃO EM CASA

Apesar de o clássico contra o Corinthians ter acontecido longe do Morumbi, teve o atacante são-paulino Luizão se sentiu em casa no jogo deste domingo. Jogando como titular do time tricolor, ele marcou dois dos cinco gols da goleada sobre o Corinthians. "Sempre fui feliz e tinha certeza de que ia marcar um gol hoje", disse.


Além de amenizar a pressão sobre a equipe tricolor, o resultado serviu para aumentar a crise instalada no Parque São Jorge desde a eliminação na Copa do Brasil. Com a nova derrota, devem voltar à pauta as especulações com relação à saída de Daniel Passarella do comando do time.

Com o resultado, o Corinthians continua com apenas um ponto em três jogos disputados no Brasileirão e fica na zona de rebaixamento, ocupando a 19ª posição. Já o São Paulo chegou a quatro pontos, subiu na tabela de classificação e ganhou moral para sequência do certame.

"Fizemos gols importantes no primeiro tempo. Esta vitória foi muito importante pela situação, por ser um clássico, mas o fundamental é que não podíamos deixar outros times dispararem logo no começo", disse o goleiro Rogério Ceni.

O São Paulo não é derrotado pelo Corinthians desde o dia 22 de março de 2003, data da final do Campeonato Paulista daquele ano. Esta foi, ainda, a maior goleada do time tricolor sobre o rival na história do Campeonato Brasileiro.
DOMÍNIO TRICOLOR NOS PONTOS CORRIDOS
15/06/03 - Brasileirão
Corinthians 1 x 2 São Paulo
12/10/03 - Brasileirão
São Paulo 3 x 0 Corinthians
30/05/04 - Brasileirão
São Paulo 1 x 1 Corinthians
19/09/04 - Brasileirão
Corinthians 0 x 0 São Paulo
27/02/05 - Paulistão
São Paulo 1 x 0 Corinthians
08/05/05 - Brasileirão
Corinthians 1 x 5 São Paulo


Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo recebe, no sábado, no Morumbi, o Coritiba, que neste domingo enfrentou o Palmeiras e venceu por 1 a 0. Já o Corinthians joga na Arena da Baixada contra o Atlético-PR, que neste sábado foi derrotado pelo Santos por 2 a 1.

Antes da seqüência do Brasileirão, no entanto, o São Paulo joga no meio de semana pela Copa Libertadores da América. Na próxima quarta-feira, o time comandado pelo técnico Paulo Autuori faz, contra o The Strongest, da Bolívia, em casa, o último jogo da fase de classificação da competição continental.

Vandalismo
Revoltados com a atuação corintiana no clássico, alguns torcedores do time do Parque São Jorge invadiram o gramado do Pacaembu para protestar contra o técnico Daniel Passarella e contra os jogadores "galácticos".

CRISE NO CORINTHIANS

Após 1º gol do São Paulo,


Passarella fica desesperado


torcedor invade o gramado...


motiva invasão em massa...


e torcida briga com polícia


Os problemas começaram logo no início do segundo tempo, quando um torcedor invadiu o campo e tentou agredir o técnico corintiano, Daniel Passarella. Os seguranças, no entanto, conseguiram segurar o invasor antes que ele chegasse até o treinador.

Cinco minutos depois, a confusão aumentou, com torcedores invadindo o campo por lugares diferentes e a torcida entrando em confronto com a Polícia Militar também nas arquibancadas do Pacaembu.

O jogo
O São Paulo começou a garantir a vitória logo no primeiro minuto da partida. Grafite recebeu lançamento de Fabão na grande área do Corinthians e caiu após disputa de bola com o zagueiro Marquinhos. Na cobrança, aos 3min, o goleiro Rogério Ceni chutou no canto esquerdo e marcou o primeiro gol de sua carreira contra o rival.

Depois do gol, o São Paulo voltou a ameaçar o gol de Tiago apenas aos 7min. Danilo ajeitou para Luizão na esquerda, mas o atacante chutou por cima. Dois minutos depois, o Corinthians teve sua melhor oportunidade no primeiro tempo. Em cobrança de falta, o meia Roger acertou o travessão do gol de Rogério Ceni, que nem se moveu.

A ameaça corintiana de equilibrar a partida, no entanto, parou por aí, e o São Paulo completou a "blitz" decisiva com mais dois gols nos minutos seguintes. Aos 13min, Rogério Ceni cobrou bem uma falta na direita do ataque são-paulino. Tiago ainda fez a defesa, mas, no rebote, Luizão apareceu para marcar de cabeça.

Quatro minutos depois, o time do Morumbi fez o terceiro com a ajuda do corintiano Carlos Alberto. Após cobrança de escanteio e rebote da defesa, Danilo chutou forte de fora da área, a bola desviou no meia adversário e entrou sem chances de defesa para Tiago.

Somente depois dos 20min o Corinthians conseguiu acertar seu posicionamento em campo, e, então, passou a criar algumas chances, mas sem grande perigo para o São Paulo. Além disso, a postura ofensiva do time alvinegro deu ainda mais espaço ao adversário, que também perdeu boas chances de ampliar.

No segundo tempo, o São Paulo não demorou a voltar a marcar e decidir o jogo. Logo aos 2min, o lateral Júnior avançou pela esquerda com a bola dominada e, quando estava cara-a-cara com Tiago, tocou para Luizão, que chegava de trás e apenas completou para o gol.

Com o jogo resolvido, o São Paulo diminuiu o ritmo e passou a trocar mais passes quando tinha a posse de bola. O Corinthians se lançou ao ataque de forma desesperada, e conseguiu se aproximar da área são-paulina, mas, com conclusões fracas, não conseguiu superar o goleiro Rogério.

Aos 28min, o São Paulo fechou o placar com um golaço do lateral-direito Cicinho. Ele dominou fora da área corintiana e chutou com muita força, acertando o ângulo direito do goleiro Tiago.

O Corinthians descontou apenas nos minutos finais. Aos 43min, Gustavo Nery invadiu pela esquerda e foi derrubado na área. O pênalti foi marcado e, na cobrança, Carlos Alberto fez o gol de honra.

CORINTHIANS
Tiago; Anderson, Betão (Bruno Octávio) e Marquinhos; Edson, Marcelo Mattos, Carlos Alberto, Roger e Gustavo Nery; Tevez e Gil (Jô)
Técnico: Daniel Passarella

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Alex e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior (Fábio Santos); Grafite (Souza) e Luizão (Diego Tardelli)
Técnico: Paulo Autuori

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto e Nilson de Souza Monção (ambos de SP)
Cartões amarelos: Josué (S), Marcelo Mattos (C), Edcarlos (S), Roger (C), Anderson (C), Grafite (S), Edson (C), Fabão (S), Alex (S)
Gols: Rogério Ceni, aos 3min, Luizão, aos 13min, e Danilo, aos 16min do primeiro tempo; Luizão, aos 2min, Cicinho, aos 28min, e Carlos Alberto, aos 43min do segundo tempo

Veja também
Veja também

UOL Cartões


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias