! São Paulo esquece Libertadores e embala no BR - 14/05/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  14/05/2005 - 20h06
São Paulo esquece Libertadores e embala no BR

MBPress
Em São Paulo

O São Paulo conseguiu, ao menos neste sábado, esquecer a Copa Libertadores. O time paulista recebeu o Coritiba no Morumbi, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, e venceu por 1 a 0.

Esta foi a terceira vitória seguida do São Paulo nas três partidas em que a equipe paulista foi dirigida por Paulo Autuori, que assumiu o comando do clube depois da saída de Emerson Leão, transferido para o Vissel Kobe (Japão).

O desempenho de Autuori à frente do São Paulo, aliás, é impressionante. Em três jogos com o treinador, a equipe paulista obteve três vitórias. Além disso, marcou nove gols (média de três por partida) e sofreu apenas um (na goleada por 5 a 1 sobre o Corinthians).

Com a vitória, a segunda no Brasileiro 2005, o São Paulo chegou a sete pontos e se aproximou dos líderes do torneio (O Botafogo, em quatro jogos, tem 12 pontos. Santos e Fluminense conquistaram nove pontos nas três primeiras rodadas).

O Coritiba, em contrapartida, estaciona nos seis pontos e termina com apenas três pontos ganhos a seqüência paulista (antes do São Paulo, o clube paranaense perdeu para o Santos por 3 a 2 e bateu o Palmeiras por 1 a 0).

O curioso é que, no Campeonato Brasileiro do ano passado, o Coritiba foi o único time a vencer o São Paulo no Morumbi. O jogo aconteceu no dia 1 de setembro e os visitantes fizeram 3 a 2.

Naquela ocasião, o resultado negativo derrubou o técnico Cuca, que dirigia o São Paulo e atualmente comanda o Coritiba. Dos 11 titulares da equipe paulista neste sábado, apenas três não trabalharam com o antigo treinador: Josué, Mineiro e Luizão.

Neste sábado, o gol do São Paulo foi marcado pelo zagueiro Fabão, de cabeça, aos 24min do segundo tempo. Com isso, ele confirma a boa fase da defesa do clube do Morumbi. Nas últimas quatro partidas, sempre um jogador do setor balançou as redes (Lugano contra o Paraná, Rogério Ceni contra o Corinthians, Edcarlos contra o The Strongest e Fabão neste sábado).

LUIZÃO VIRA DÚVIDA
O centroavante Luizão precisou levar 19 pontos neste sábado. O jogador disputou uma bola pelo alto com o zagueiro Reginaldo Nascimento e sofreu um profundo corte no rosto.

Com isso, Luizão virou dúvida para o próximo jogo do São Paulo, na quarta-feira, contra o Palmeiras. "Vamos acompanhar a reação dele. Se a resposta for rápida, podemos até contar com ele", analisou o médico Marco Aurélio Cunha, superintendente de futebol do Tricolor. Leia mais
O desempenho da defesa contrasta com a fase de Diego Tardelli. Artilheiro do São Paulo no Campeonato Paulista (12 gols), o camisa 19 teve atuação muito fraca e segue sem balançar as redes no Brasileirão 2005. Ele entrou ainda no primeiro tempo no lugar do lesionado Luizão, foi trocado por Renan na etapa complementar e amplamente vaiado pelos torcedores.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, no sábado, o Coritiba jogará fora de casa contra o Fluminense, às 16h. O São Paulo entra em campo no domingo, quando viaja ao Rio de Janeiro para encarar o Vasco.

Antes disso, contudo, o São Paulo precisa se preocupar com a primeira partida das oitavas-de-final da Copa Libertadores. O adversário do clube paulista será o rival Palmeiras e o confronto inicial acontece na quarta-feira, no Parque Antarctica.

O jogo
Fechado na defesa, o Coritiba começou o confronto disposto a não dar espaços para o São Paulo. Para isso, além de muita aplicação tática, a equipe visitante contou com um excessivo número de faltas. Esta alternativa revoltou os jogadores do time paulista (Júnior, Grafite e Luizão receberam cartões amarelos por reclamação).

O alto índice de infrações dos jogadores do Coritiba tornou o jogo muito truncado. Prova disso é que a primeira finalização perigosa não foi fruto de um lance criado por algum atacante. Rafinha cruzou rasteiro da direita aos 13min. Fabão apareceu completamente livre, se enrolou na hora de cortar e chutou contra a própria meta. Rogério Ceni defendeu no meio do gol.

O São Paulo só soube a usar de forma positiva o excesso de faltas do Coritiba quando Rogério Ceni se encarregou das bolas paradas. Aos 21min, o camisa 1 chutou da meia esquerda e mandou a bola muito perto da trave esquerda de Fernando.

Com a bola rolando, o São Paulo só assustou aos 29min. Cicinho recebeu passe na direita, carregou para o fundo e cruzou rasteiro. Grafite bateu de primeira e Fernando praticou difícil defesa.

Os lançamentos nas costas dos laterais do Coritiba eram realmente a melhor alternativa ofensiva para o São Paulo. Tanto é que, no segundo tempo, a equipe da casa usou apenas este meio para municiar os atacantes. Contudo, o goleiro Fernando conseguiu interceptar todos os passes.

Sem criatividade, o São Paulo só conseguiu inaugurar o marcador em uma bola parada. Marco Antônio cobrou escanteio da direita aos 24min do segundo tempo e encontrou o zagueiro Fabão no segundo pau. O camisa 3 cabeceou forte e marcou seu primeiro gol na atual temporada.

Depois do gol, o Coritiba se lançou totalmente ao ataque. E o São Paulo, de maneira desordenada, fazia o possível para afastar o perigo oferecido pelos jogadores da equipe visitante.

Com isso, o nível técnico do confronto caiu muito e o São Paulo conseguiu segurar o resultado positivo dentro de casa neste sábado, o segundo no Campeonato Brasileiro 2005.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Alex (Marco Antônio) e Edcarlos; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior; Grafite e Luizão (Diego Tardelli) (Renan)
Técnico: Paulo Autuori

CORITIBA
Fernando; Reginaldo Nascimento, Flávio e Miranda; Rafinha, Vital, Capixaba, Jackson (Tiago) e Ricardinho; Marciano (Rodrigo Batata) e Alexandre (Nunes)
Técnico: Cuca

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (RJ)
Auxiliares: Aristeu Tavares e Hilton Moutinho Rodrigues (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Júnior (S), Grafite (S), Luizão (S), Rafinha (C), Vital (C), Mineiro (S), Batata (C), Reginaldo Nascimento (C), Fabão (S)
Gols: Fabão, aos 24min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias