! Flamengo vence e tira a liderança do Santos - 15/05/2005 - UOL Esporte - Futebol

UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/05/2005 - 20h00
Flamengo vence e tira a liderança do Santos

MBPress
No Rio de Janeiro

A liderança do Campeonato Brasileiro não pertence mais ao Santos. Com uma atuação sensacional do goleiro Diego, o Flamengo venceu de virada o time alvinegro por 2 a 1, na noite deste domingo. A partida aconteceu no estádio Luso-Brasileiro.

Apostando nos contra-ataques, o clube da Vila Belmiro saiu na frente com um gol de Deivid. Na pressão, Obina igualou e no fim Jônatas, em contra-ataque puxado por Jean, garantiu a vitória. O destaque, porém, foi o goleiro Diego, que fez defesas incríveis e saiu de campo sob o coro de "melhor goleiro do Brasil".

CALDEIRÃO COMEÇA BEM
O gramado não é dos melhores, a iluminação também deixa a desejar. Entretanto, apesar dos visíveis problemas, o estádio Luso-Brasileiro trouxe sorte aos cariocas. Reformado para servir de casa a Flamengo e Botafogo no Campeonato Brasileiro (o Maracanã está em obras), o local tem 100% de aproveitamento. Em três jogos, foram três vitórias dos mandantes.

Neste domingo no jogo entre Flamengo e Santos, pela primeira vez, os torcedores puderam assistir a um jogo das arquibancadas. Antes, o Botafogo jogara duas partidas, mas em ambas os portões estiveram fechados ao público por causa de suspensão do STJD.

O clube da Gávea só volta a atuar em seu "caldeirão" - que teve público apenas regular contra o time paulista - no dia 18 de junho. O adversário será o Atlético-PR.
A vitória deixou a equipe rubro-negra com sete pontos, enquanto o Santos continua estacionado nos nove. O time da Gávea não vencia o rival desde setembro de 2001. O jejum já chegava a nove partidas, onde ocorreram seis vitórias dos paulistas e três empates.

A derrota em terras fluminenses tira a invencibilidade do técnico Gallo no clube praiano. Desde a sua chegada, tinha sido 11 partidas, com oito vitórias e três empates.

A especulação de que o Santos pouparia alguns jogadores não se confirmou e apenas Paulo César, contundido, não jogou. Ele deu lugar a Flávio.

Com a missão-Brasileiro concluída sem êxito, já que perdeu a liderança, o Santos modifica seu foco para a Copa Libertadores. O compromisso imediato será na próxima quinta-feira, contra a Universidad do Chile.

O jogo, válido pelas oitavas-de-final, acontecerá em Santiago, às 21h30. No torneio nacional, o time alvinegro entra em campo novamente no próximo domingo, às 16h, contra o Atlético-MG, na Vila Belmiro.

Por sua vez, o Flamengo deve ter uma semana de euforia, mas a diretoria seguirá sua busca por reforços. O primeiro nome da lista e que pode ser anunciado a qualquer momento é o do zagueiro Fernando, revelado no clube e que estava no Áustria Viena. Neste domingo, mais uma vez Fabiano não foi bem e pode ser barrado.

Antes mesmo do jogo, o técnico Celso Roth declarara que apesar de importante, uma possível vitória sobre o Santos deveria ser encarada somente como um "plus" de personalidade aos jogadores.

"Não estamos preocupados com o Santos e sim com o Flamengo. Aos poucos vamos conquistando os pontos e isso no Campeonato Brasileiro é muito importante", afirmou o técnico rubro-negro.

A reestréia de Jean foi capaz de melhorar a produtividade ofensiva da equipe. Esforçado, o atacante brigou bastante e foi aplaudido pelos torcedores. Abatido durante a semana por causa das críticas após a derrota contra o Inter, Obina marcou seu primeiro gol no Brasileiro. Outro que vinha sendo questionado, o volante Jônatas apareceu na frente e conseguiu marcar o gol da vitória.

Ao contrário das duas ocasiões anteriores, o esquema 3-5-2 não conseguiu dar consistência à defesa, que sofreu com as investidas de Robinho e companhia. O destaque defensivo foi o goleiro Diego, que praticou arrojadas defesas e garantiu os pontos do time rubro-negro.

Para a partida contra o São Caetano, domingo, às 16h, no Anacleto Campanella, o técnico Celso Roth terá a volta do zagueiro Júnior Baiano e do volante Júnior, ambos suspensos. O primeiro cumpriu dois jogos de punição por causa de um gesto ofensivo à torcida na estréia do Brasileiro.

Voltando após mais de um mês de afastamento, o volante Da Silva não comprometeu, mas se contundiu no segundo tempo e foi substituído por Róbson. Contratado há duas semanas, o lateral-direito Leonardo, de 19 anos, deve ser regularizado na CBF e se isso ocorrer pode estrear no lugar de China, que foi muito mal.

A partida contra o São Caetano marcará o reencontro do Flamengo com Dimba. O artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2003 teve uma passagem ruim pela Gávea e saiu prometendo vingança.

O jogo
O Flamengo começou a partida "mordido" pelas insinuações de que o jogo seria desigual e marcou o adversário por pressão. Logo aos 2min, Jean cruzou da direita, Obina se antecipou a Henao, mas cabeceou para fora.

O arroubo inicial dos donos da casa não bloqueou o Santos, que ficou encolhido. Aos 14min, Renato cobrou escanteio e o goleiro colombiano evitou a finalização de Jean com um leve tapa.

Após o princípio sufocante, o Flamengo começou a errar muitos passes e diminuiu o volume de jogo. Exagerando nas "firulas", o Santos pouco produziu na primeira metade da etapa inicial e só deu o primeiro chute aos 30min. Deivid tabelou com Robinho e arriscou para tranqüila defesa de Diego.

Estreante da noite, Jean fez bela jogada aos 41min. Ele entrou driblando pela ponta direita, deixou Avalos no chão e cruzou. No bate-rebate, a zaga santista conseguiu afastar. O troco dos paulistas aconteceu aos 43min. Deivid recebeu dentro da grande área e chutou com força. No reflexo, Diego espalmou por cima e salvou o Flamengo.

No segundo tempo, o Flamengo encaixou um bom contra-ataque e quase marcou aos 6min. Fellype Gabriel saiu em velocidade, pedalou e virou o jogo para Obina. De longe, o atacante chutou com força e Henao, com dificuldade, colocou a escanteio.

O HERÓI
Protagonista da vitória do Flamengo, o goleiro Diego declarou: "Foi uma das melhores atuações da minha vida"...Leia mais
Porém, num vacilo da zaga flamenguista, o Santos marcou, aos 9min. Robinho driblou Rodrigo e Fabiano e rolou para Deivid empurrar para o gol.

Quando o clima no Luso-Brasileiro começava a ficar tenso, aos 21min, Obina recebeu na entrada da área, driblou um defensor e chutou com força no ângulo esquerdo de Henao. Foi o primeiro gol do atacante no Campeonato Brasileiro.

Empurrado pela torcida, o Flamengo partiu em busca do gol da vitória e ficou exposto aos contra-ataques. Aos 32min, em impedimento, Fabiano entrou cara a cara com Diego, mas o goleiro flamenguista fez defesa excepcional.

O camisa 1 dos cariocas voltou a aparecer com destaque aos 36min, após cobrança de falta de Ricardinho. O show de Diego teve novo episódio aos 40min. Deivid recebeu passe de Ricardinho e fuzilou. No reflexo, o goleiro espalmou.

Aos 41min, o Flamengo marcou o gol da vitória. Jean arrancou, passou para Jônatas, que na saída de Henao tocou para o fundo das redes. Na saída, Danilo driblou um zagueiro adversário e Diego novamente intercedeu com precisão para garantir os três pontos.

FLAMENGO
Diego; Henrique (Thiago), Fabiano e Rodrigo; China, Da Silva (Róbson), Jônatas, Fellype Gabriel (Caio) e Renato; Jean e Obina
Técnico: Celso Roth

SANTOS
Henao, Flávio (Danilo), Avalos, Hallisson e Léo; Fabinho, Bóvio, Ricardinho e Élton (Fabiano); Deivid e Robinho
Técnico: Gallo

Data: 15/5/2005
Local: estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: José Amilton Pontarolo e Aparecido Donizeti Santana (ambos do PR)
Cartões amarelos: Hallisson (S), Fabiano (F), Élton (S), Henrique (F)
Gols: Deivid, aos 9min, Obina, aos 21min; Jônatas, aos 41min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias