! Rogério Ceni brilha, e São Paulo se aproxima da vaga - 01/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  01/06/2005 - 23h35
Rogério Ceni brilha, e São Paulo se aproxima da vaga

Marcius Azevedo
Em São Paulo

Rogério Ceni decidiu. Graças à presença do goleiro, o São Paulo está praticamente classificado para as semifinais da Copa Libertadores. A equipe paulista recebeu o Tigres nesta quarta-feira, no Morumbi, e goleou pelo placar de 4 a 0.

Neste jogo, o camisa 1 do time tricolor foi o grande personagem. Ele marcou dois gols, ambos em cobranças de falta perfeitas, e foi fundamental para a vitória do São Paulo.

Além disso, Ceni ratificou o bom retrospecto contra o goleiro argentino Campagnuolo, atual defensor da meta do Tigres. Os dois já haviam se encontrado quando o arqueiro defendia o San Lorenzo, da Argentina, e o brasileiro também balançou as redes.

ARTILHEIROS DO SÃO PAULO
Muller - 10 gols
Palhinha - 10 gols
Pedro Rocha - 10 gols
Grafite - 8 gols
Luís Fabiano - 8 gols
Terto - 8 gols
Raí - 7 gols
Rogério Ceni - 6 gols
A atuação de Rogério Ceni nesta quarta-feira só não foi perfeita porque o goleiro desperdiçou uma penalidade aos 24min do segundo tempo. No entanto, ele alcançou a marca de 11 gols em 2005 e bateu o recorde pessoal em uma única temporada.

Para completar, Rogério Ceni ainda chegou a quatro gols, empatou com Cicinho e Grafite e se tornou o maior artilheiro do São Paulo na Copa Libertadores 2005.

Esta foi a primeira derrota do Tigres na Libertadores 2005. O time mexicano obteve quatro vitórias e quatro empates nos oito jogos anteriores do torneio. Agora, o São Paulo é o único invicto na competição.

QUATRO OU MAIS GOLS DO SP
AnoAdversárioPlacar
1972Cerro Porteño4 a 0
1974J. Wilstermann5 a 0
1974Milionarios4 a 0
1974Defensor4 a 0
1992Criciúma4 a 0
1993Newell's O. Boys4 a 0
1993U. Católica5 a 1
No caminho até a semifinal, agora, o São Paulo aposta no retrospecto. Em todas as vezes que passou da primeira fase da Libertadores, o time do Morumbi nunca foi eliminado antes de estar entre os quatro melhores do torneio.

O confronto de volta entre as duas equipes acontece no dia 15 de junho (quarta-feira), no México. O São Paulo pode perder por até 3 a 0 e ainda assim estará classificado para as semifinais da Libertadores.

Quem se classificar de São Paulo e Tigres terá pela frente um adversário argentino, que sairá do confronto entre Banfield e River Plate. As equipes se enfrentam pela partida de ida nesta quinta-feira.

Antes disso, contudo, o São Paulo entra em campo pelo Campeonato Brasileiro. O time do Morumbi não vence há duas rodadas no torneio nacional (derrota por 3 a 1 para o Vasco e empate por 1 a 1 com o Cruzeiro) e tenta se recuperar no dia 12 de junho, contra o Paysandu, em Belém.

MELHORES MOMENTOS DE CENI

Rogério Ceni se prepara
para primeiro gol de falta,


festeja com Fabão cobrança perfeita no canto esquerdo,


inverte o canto para marcar
o terceiro gol são-paulino,


feteja com jogadores gol que o deixou perto de recorde


e perdeu pênalti quando a goleada estava desenhada,



partindo de volta para seu gol mas com o dever cumprido
O jogo
Escalado pelo técnico Leonardo Alvarez com apenas um atacante (De Nigris), o Tigres surpreendeu o São Paulo nesta quarta-feira e não atuou retrancado. Compacta, a equipe mexicana teve mais posse de bola no início e até conseguiu ameaçar o gol de Rogério Ceni.

Foi assim aos 16min, quando Irênio lançou no meio para De Nigris, o atacante ganhou na velocidade da defesa brasileira e chutou de pé direito. Rogério Ceni defendeu no meio do gol, com segurança.

Atordoado pela eficiência tática dos mexicanos, o São Paulo só conseguiu desmontar o esquema defensivo adversário quando deu mais liberdade aos seus laterais. Aos 28min, por exemplo, Danilo tocou na esquerda para Júnior, que cruzou rasteiro e de primeira. A bola passou por Campagnuolo, Cicinho não alcançou e Grafite, com o gol aberto, não conseguiu empurrar para as redes.

Quando começou a assumir o controle da partida, o São Paulo contou com o talento individual de Rogério Ceni para inaugurar o marcador. O camisa 1 cobrou falta da meia esquerda aos 30min e acertou o ângulo esquerdo de Campagnuolo, que nada pôde fazer.

Depois do gol, o Tigres começou a sair mais para o jogo. No entanto, ofereceu o contra-golpe para o São Paulo. Em um destes lances, aos 39min, Cicinho cruzou rasteiro da direita e encontrou Luizão completamente livre no segundo pau. O camisa 11 completou de pé esquerdo e ampliou a vantagem dos donos da casa.

Apesar da diferença confortável, os jogadores do São Paulo cobraram mais eficiência no período complementar. "Precisamos jogar para frente. Precisamos do terceiro gol e vamos jogar em busca disso", prometeu o goleiro Rogério Ceni durante o intervalo.

E foi exatamente Rogério Ceni o responsável por aumentar a vantagem do São Paulo. O goleiro cobrou falta com perfeição aos 12min do período complementar, no ângulo direito de Campagnuolo, e fez o terceiro dos donos da casa.

Três minutos depois, em rápido contra-ataque, Júnior lançou para Souza. O meia dominou no peito, avançou com a bola e tocou de pé direito, no canto esquerdo de Campagnuolo, para marcar.

E o São Paulo poderia ter conseguido uma vantagem ainda maior aos 24min, quando Diego Tardelli foi derrubado dentro da área. Rogério Ceni cobrou a penalidade e mandou a bola por cima do travessão.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Alex, Fabão e Júnior; Mineiro, Renan, Souza (Marco Antônio) e Danilo; Grafite (Diego Tardelli) e Luizão (Roger)
Técnico: Paulo Autuori

TIGRES
Campagnuolo; Da Silva, Balderas e Luis Alvarez; Saavedra, Sancho, Claudio Husaín (Silvera), Irênio, Gaitán (Peralta) e Morales; De Nigris (Ruiz)
Técnico: Leonardo Alvarez

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Daniel Gimenez (Argentina)
Auxiliares: GilbertoTaddeo e Horacio Herrero (ambos da Argentina)
Público: 42903
Renda: R$ 784898,00
Cartões amarelos: Alvarez (T), Morales (T), Souza (S), Sancho (T), Luizão (S), Irênio (T), Renan (S), Fabão (S), De Nigris (T)
Cartões vermelhos: Da Silva (T)
Gols: Rogério Ceni, aos 30min, Luizão, aos 39min do primeiro tempo; Rogério Ceni, aos 12min, Souza, aos 15min do segundo tempo

Veja também
Leia mais


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias