! Em duelo de artilheiros, São Paulo vence líder com gol de estreante - 19/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  19/06/2005 - 19h57
Em duelo de artilheiros, São Paulo vence líder com gol de estreante

MBPress
Em São Paulo

De um lado Roger, que já marcou seis gols. Do outro Alex Alves, autor de cinco. No duelo entre dois candidatos à artilharia (o líder neste quesito é Robson, do Paysandu, que já balançou as redes sete vezes), brilhou o garoto Paulo Matos, que fez sua primeira partida como profissional.

Fernando Santos/FI 
Jogadores do São Paulo festejam gol que valeu vitória sobre o Botafogo em casa
Paulo Matos entrou durante o segundo tempo, no lugar do também estreante Davi, e marcou o gol da vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Botafogo, neste domingo, no Morumbi.

O resultado é péssimo para o Botafogo, dono da primeira colocação do Campeonato Brasileiro. Esta foi a segunda derrota da equipe carioca na competição. Agora, a vantagem para a vice-líder Ponte Preta, que era de quatro pontos, cai para apenas um.

O São Paulo, em contrapartida, consegue uma ascensão no Brasileiro. A vitória deste domingo leva o time do Morumbi a 12 pontos, fazendo a equipe dirigida por Paulo Autuori subir da 13ª para a nona colocação.

E a vitória deste domingo aconteceu com uma formação bastante modificada do São Paulo. O técnico Paulo Autuori, que não tinha Cicinho (convocado para a seleção brasileira), Alex (suspenso) e Grafite (lesionado), resolveu poupar Júnior, Mineiro, Danilo e Luizão.

A ausência de sete titulares do São Paulo, aliás, fez o nível técnico do confronto cair muito neste domingo. No entanto, o time da casa procurou mais o gol desde o início e acabou premiado.

Esta foi a quinta vitória de um clube paulista sobre um carioca no Campeonato Brasileiro 2005. As equipes dos dois estados se enfrentaram dez vezes e o Rio de Janeiro levou a melhor em quatro delas (houve apenas um empate). O curioso é que o mandante, nestes confrontos, sempre se deu bem.

O São Paulo ainda consegue empatar com o Botafogo na condição de time brasileiro que menos perdeu nesta temporada. Em todas as partidas de 2005, cada uma das equipes foi derrotada cinco vezes.

Com isso, o time dirigido por Paulo Autuori segue invicto em casa neste Brasileiro. A equipe paulista disputou quatro partidas como mandante e conseguiu dois empates e duas vitórias.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, São Paulo e Botafogo entram em campo no sábado. O time paulista recebe o Internacional, no Morumbi, às 18h10. Mais cedo, às 16h, os cariocas jogam dentro de casa contra o Figueirense.

Antes disso, porém, o São Paulo tem um compromisso fundamental. O time do Morumbi entra em campo na próxima quarta-feira, dentro de casa, quando recebe o River Plate na abertura das semifinais da Copa Libertadores.

O jogo
Desfigurado pela extensa lista de desfalques (Cicinho, Alex, Júnior, Mineiro, Danilo, Grafite e Luizão), o São Paulo começou o confronto deste sábado mostrando mais disposição do que técnica ou organização tática. A equipe da casa tentou criar, sobretudo pela esquerda, mas não encontrou espaços na defesa do Botafogo.

Bem postado atrás, o time carioca não demonstrou eficiência para chegar ao ataque. Os meio-campistas atuaram muito fechados e os alas César Prates e Bill pouco tocaram na bola durante a etapa inicial.

Com este panorama, o São Paulo só conseguiu levar perigo ao gol de Jefferson em chutes de longa distância. Foi assim aos 11min, quando Josué arriscou da meia esquerda e o camisa 1 do Botafogo conseguiu desviar para a linha de fundo.

O time carioca só respondeu quando conseguiu utilizar o lado do campo. Bill arrancou com a bola pela esquerda aos 29min e cruzou para Alex Alves. O centroavante dominou dentro da área, driblou Lugano e chutou fraco, de pé direito. Rogério Ceni defendeu no meio do gol.

Ainda no primeiro tempo, porém, o São Paulo assustou novamente. Fabão chutou de muito longe, da meia direita, e obrigou Jefferson a praticar difícil defesa no meio do gol, pelo alto.

Preocupado com a falta de criatividade do São Paulo, o técnico Paulo Autuori trocou o inoperante lateral-direito Michel pelo meia Marco Antônio no intervalo, deslocando Souza para a ala.

RECORDAÇÃO INUSITADA
Estreante, o atacante Paulo Matos foi o grande personagem do jogo deste domingo. O camisa 28 substituiu Davi no segundo tempo e marcou o gol da vitória do São Paulo.

Animado pela participação neste domingo, Paulo Matos ainda levou a bola para casa como prêmioLeia mais
A alternativa, porém, parou na mudança feita por Paulo César Gusmão. Também no intervalo, o comandante do Botafogo trocou o volante Leandro Carvalho pelo zagueiro Emerson e mudou o sistema tático da equipe carioca, dando mais liberdade aos alas.

A marcação do Botafogo, eficiente durante todo o jogo, só falhou aos 31min do segundo tempo. Souza fez lance individual pela esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro. Paulo Matos, no segundo pau, completou de pé direito para marcar e definir a vitória dos donos da casa.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Lugano e Flávio; Michel (Marco Antônio) (Alê), Renan, Josué, Souza e Hernanes; Roger e Davi (Paulo Matos)
Técnico: Paulo Autuori

BOTAFOGO
Jefferson; César Prates, Rafael Marques, Scheidt e Bill; Leandro Carvalho (Emerson), Túlio, Almir e Glauber (Marcelinho); Caio (Joílson) e Alex Alves
Técnico: Paulo César Gusmão

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Altemar Roberto Domingues e José Amilton Pontarolo (ambos do PR)
Cartões amarelos: Hernanes (S), Leandro Carvalho (B), Glauber (B), Lugano (S), Túlio (B), Emerson (B)
Gols: Paulo Matos, aos 31min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias