! Inter vence e esfria 'misto quente' do São Paulo - 25/06/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/06/2005 - 20h03
Inter vence e esfria 'misto quente' do São Paulo

MBPress
Em Campinas

O Internacional não deu chances ao time praticamente reserva do São Paulo e se recuperou no Campeonato Brasileiro. Nesta tarde de sábado, o colorado venceu o tricolor por 3 a 1, em pleno estádio do Morumbi, e complicou ainda mais a situação do adversário na competição.

Folha Imagem 
Após perder para o "mistão" do Flu, Inter se recupera sobre time B do São Paulo
Claramente concentrado na partida contra o River Plate, quarta-feira, quando vai definir uma vaga na final da Copa Libertadores, o clube do Morumbi se complica no Nacional-05. Com mais um tropeço, os comandados de Paulo Autuori ocupam apenas a 11ª colocação, com 12 pontos, e se afastam da disputa pelos primeiros lugares.

O colorado, por sua vez, se aproxima da briga pela liderança e reage após o início irregular. Os gaúchos vão a 16, em quinto, e estão apenas quatro pontos atrás da líder Ponte Preta. A diferença, contudo, pode aumentar caso o Botafogo vença sua partida no domingo.

Do time que enfrentou os argentinos na última quarta-feira, o São Paulo foi a campo apenas com três jogadores considerados titulares - Rogério Ceni, Alex e Renan. No restante, Autuori utilizou apenas atletas do time reserva e não conseguiu obter o feito da semana passada, quando derrubou o Botafogo, até então líder da competição.

A fragilidade do adversário foi muito bem aproveitada pelo atacante Iarley. Recém-chegado a Porto Alegre, o jogador fez sua estréia pelo Inter e, além de fazer grande exibição atuando ao lado de Fernandão, marcou um belo gol no primeiro tempo, acertando o ângulo direito de Rogério Ceni.

FIM DE TABU NO MORUMBI
A derrota para o Internacional acabou com uma invencibilidade do São Paulo jogando em casa. O time não perdia para times de outros estados na capital desde o Campeonato Brasileiro do ano passado.

O tropeço aconteceu no dia 1º de setembro de 2004, quando foi derrotado por 3 a 2 pelo Coritiba. Desde então, o Tricolor se manteve invicto.

Em 11 partidas, a equipe acumulou seis vitórias e cinco empates. O maior de todos os triunfos foi o 7 a 0 sobre o Paysandu, também pelo Nacional da temporada anterior.
O clube de Porto Alegre, porém, não tinha boas experiências jogando contra times reservas. Na rodada anterior, a equipe de Muricy Ramalho foi facilmente derrotada pelo Fluminense por 3 a 0, no Rio de Janeiro. Na ocasião, os cariocas foram a campo totalmente desfigurados por causa da decisão na Copa do Brasil, contra o Paulista.

Pelo Brasileirão, o São Paulo volta a campo no próximo domingo, 2 de julho, quando vai a Campinas para enfrentar a Ponte Preta, às 18h10, no estádio Moisés Lucarelli. O Internacional recebe o São Caetano, domingo, no mesmo horário, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

O jogo
Tentando explorar a falta de entrosamento do São Paulo, o Internacional começou a partida na pressão. Logo aos 6min, Élder Granja avançou ao campo ofensivo e cruzou para a área. Fernandão chutou de primeira e acertou a trave direita de Rogério Ceni.

O susto acordou o Tricolor, que passou a se arriscar no ataque. Aos 16min, o volante Renan teve boa chance para marcar. Ele recebeu passe em boas condições na área e arriscou para bela defesa do goleiro Clemer.

Seis minutos depois, o time do Morumbi voltou a desperdiçar boa chance. Paulo Matos invadiu a área sem marcação e, ao invés de concluir em gol, tentou servir o atacante Roger, errando o passe.

Folha Imagem 
Rogério Ceni tenta parar jogada ofensiva do Inter na derrota do São Paulo
Aos 25min, foi a vez dos gaúchos levarem perigo. Élder Granja fez lindo lançamento para Iarley. O ex-avante do Boca Juniors saiu sozinho na cara de Rogério Ceni, mas chutou muito mal e mandou a bola pela linha de fundo.

Na segunda chance, contudo, o jogador não desperdiçou. Aos 30min, Fernandão ganhou disputa pelo alto com a defesa e a bola caiu na marca do pênalti para Iarley. Ele girou e acertou o ângulo direito da meta para fazer 1 a 0.

O empate do São Paulo veio logo em seguida. Aos 36min, Marco Antônio cobrou falta na intermediária, a bola desviou na zaga e Roger tocou na trave esquerda. No rebote, Souza aproveitou e empurrou para o fundo do gol.

Na volta do intervalo, o Inter quase marcou o segundo logo aos 2min. Iarley avançou pela esquerda, invadiu a área e tocou para Tinga. O marcador, atrapalhado por um zagueiro, chutou para fora e perdeu ótima chance.

Aos 7min, no entanto, o volante fez o levantamento e Fernandão foi empurrado por um marcador quando se preparava para cabecear. Penalidade máxima marcada pelo árbitro Wagner Tardelli Azevedo. Na cobrança, o próprio atacante colocou o colorado novamente em vantagem.

O time gaúcho quase ampliou aos 13min. Depois de cobrança de falta pela direita, o zagueiro Vinícius apareceu na área e cabeceou forte. Rogério Ceni, bem colocado, fez linda defesa e afastou.

Com o baixo rendimento da equipe, Paulo Autuori optou por fazer as três alterações possíveis. Em vão. O São Paulo continuou sendo amplamente dominado no meio-campo e pouco criou para assustar o adversário.

O Inter fechou o placar aos 38min. Fernandão fez um corta-luz na área e a bola sobrou para Tinga apenas desviar para o gol e garantir mais três pontos.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Michel (Adriano), Alex, Flávio e Hernanes (Vélber); Alê, Renan, Marco Antônio (Daniel Rossi) e Souza; Roger e Paulo Matos
Técnico: Paulo Autuori

INTERNACIONAL
Clemer; Wilson, Edinho e Vinícius; Élder Granja (Ceará), Edmílson, Perdigão (Gavilán), Tinga e Alex; Fernandão e Iarley (Rodrigo Paixão)
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho e Aristeu Tavares (Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Alex (SP), Roger (SP)
Gols: Iarley, aos 30min, e Souza, aos 36min do primeiro tempo; Fernandão, aos 8min, e Tinga, aos 38min do segundo tempo.

Leia mais
Iarley estréia com o pé direito

Veja também



ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias