! Em virada espetacular, Vasco bate o Santos - 20/07/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  20/07/2005 - 23h43
Em virada espetacular, Vasco bate o Santos

MBPress
No Rio de Janeiro

Folha Imagem 
Giovani lamenta gol perdido na derrota de virada do Santos para o Vasco na Vila
Em noite sonolenta dos santistas e de novos ânimos para a torcida vascaína, o Vasco, sem Romário mas com Renato Gaúcho, virou e venceu o Santos por 3 a 2 na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além de voltar a vencer o Santos após seis anos, o Vasco também acabou com uma série de sete partidas sem vitórias no Brasileirão, graças a gols de Anderson, Fernandinho e Alex Dias. Geílson, com dois gols, chegou a fazer 2 a 0 para o time paulista.

A derrota impediu que o Santos, 24 pontos, chegasse à liderança do Campeonato Brasileiro, o que seria possível após as derrotas de Ponte Preta, 26, e Internacional, 25, também nesta quarta.

Já o Vasco, somando mais três pontos, chegou aos 12 e conseguiu evitar a lanterna da competição. No entanto, o time do Rio de Janeiro segue na zona de rebaixamento do nacional.

Compensação
Sem Romário, que sentiu dores lombares e acabou ficando no Rio, Renato acabou contando com a boa atuação de Anderson, que fez o primeiro gol e deu passe para o segundo.

Além disso, Alex Dias voltou à vice-artilharia do campeonato, com oito gols - atrás de Marcinho, do Palmeiras, com nove. Fernandinho, que entrou no intervalo, mostrou bom futebol no lugar de Morais. O Vasco, entretanto, continua como a pior defesa do campeonato, com 29 gols marcados.

QUASE DOIS MESES SEM VENCER...
AdversárioDataPlacar
São Paulo22/053 x 1
Ponte Preta29/052 x 4
Coritiba12/062 x 2
Palmeiras18/062 x 5
Cruzeiro26/063 x 3
Goiás02/071 x 2
Internacional10/072 x 4
Flamengo17/070 x 1
Santos20/073 x 2
O Santos, melhor ataque junto com o Inter, teve de ouvir vaias e palavras de ordem da torcida, principalmente contra o goleiro Mauro. A equipe paulista, que sofreu com os desfalques de Ávalos, suspenso, Fabinho, Zé Elias e Douglas, lesionados, e Deivid, que negociava possível volta ao Bordeaux, perdeu uma invencibilidade de seis jogos na competição.

Na próxima rodada, os santistas viajam até Belo Horizonte e encaram o Cruzeiro, domingo às 18h10, no Mineirão. No mesmo dia, o Vasco recebe o Corinthians, às 16h, em São Januário.

O jogo
Em um início de jogo sonolento na Vila Belmiro, o primeiro chute a gol foi de Anderson, aos 8min, numa sobra na meia-lua. De pé direito, o atacante vascaíno acabou chutando por cima.

Aos 19min, o volante Ives caiu sozinho e deixou Wendel livre pela direita, no bico da grande área. O santista cruzou para Geílson, que, de canhota, colocou no ângulo direito de Elinton. O Vasco mostrava porque tem a defesa mais vazada do campeonato.

O Santos quase aumentou aos 25min, quando Giovanni cabeceou da marca do pênalti, sozinho, um passe da direita, mas acabou colocando pelo lado.

Na seqüência, Alex Dias aproveitou de primeira um cruzamento de Diego pela esquerda. Um belo chute de fora da área, frontal, que Mauro segurou em dois tempos. O primeiro tempo morno e equilibrado terminou premiando quem melhor soube aproveitar as poucas oportunidades e punindo um erro defensivo dos cariocas.

... E QUASE DOIS SEM PERDER
AdversárioDataPlacar
Palmeiras29/051 x 2
Fluminense12/061 x 1
Fortaleza19/060 x 0
São Caetano26/063 x 1
Juventude03/070 x 0
Goiás10/074 x 3
São Paulo17/072 x 1
Vasco20/072 x 3
Na segunda etapa, o técnico Renato Gaúcho tirou Morais e promoveu a estréia do meia Fernandinho. A mudança deu novo ânimo à equipe, que quase empatou aos 5min, após cruzamento de Wagner Diniz para Anderson na segunda trave. Mauro se esticou todo e tirou no último momento.

Entretanto, quem acabou marcando foi o Santos. Geílson aproveitou belo passe pela direita e, aos 8min, chutou na saída de Elinton, por baixo do goleiro. Na saída de bola, porém, Alex Dias arriscou da direita, a bola rebateu e sobrou para Anderson, sozinho, empurrar para o gol dentro da área. O Vasco diminuía em seguida.

O jogo ficou animado e o Santos quase aumentou em seguida, com um chute de primeira de Basílio, por cima. Aos 12min, foi a vez de Bóvio chutar de fora da área, pela direita, e colocar rente à trave esquerda de Elinton.

Aos 16min, Anderson recebeu na meia-lua e deixou Fernandinho sozinho com um passe de calcanhar, pelo alto. O meia completou de cabeça, sem chances para Mauro, e empatou o jogo.

GALLO RECLAMA
Sobrou para todo mundo depois da derrota do Santos. O técnico Gallo criticou a apatia da defesa alvinegra e ainda reconheceu as limitações no elenco atual.
O técnico Gallo resolveu então trocar os dois atacantes, colocando Edmilson e promovendo a estréia de Diego. Alguns minutos depois, Wendel dividiu com o goleiro vascaíno, que acabou levando a pior e precisou de mais de 5min para se recuperar de um corte no nariz.

Aos 36min, Alex Dias recebeu passe pela direita, na entrada da área, avançou e tocou na saída do goleiro. Era a virada do Vasco, com a vontade e a raça cobradas pela torcida, apesar do futebol pouco técnico. A partir disso, o time tocou a bola no ataque. O Santos, sonolento, não esboçou reação e saiu vaiado pela torcida.

SANTOS
Mauro; Paulo César, Altair, Hallisson e Carlinhos; Wendel (Danilo), Bóvio, Ricardinho e Giovanni; Geílson (Edmilson) e Basílio (Diego)
Técnico: Gallo

VASCO
Elinton; Wagner Diniz, Ciro, Gomes e Diego; Ygor, Ives, Felipe Alves e Morais (Fernandinho); Alex Dias e Anderson (Dominguez)
Técnico: Renato Gaúcho

Local: estádio Urbano Caldeira, Santos (SP)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR/Fifa)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR/Fifa) e Rogério Rolim (PR)
Cartões amarelos: Gomes, Ygor (V), Ricardinho (S)
Gols: Geílson, aos 19min do primeiro tempo; Geílson, aos 7min; Anderson aos 8min; Fernandinho, aos 16min; Alex Dias, aos 36min do segundo tempo;

Veja também


Leia mais


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias