! Evando se vinga e Ponte segue na liderança - 27/07/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/07/2005 - 23h36
Evando se vinga e Ponte segue na liderança

Da Redação
Em Campinas

Encostado na Vila Belmiro, o atacante Evando conseguiu se "vingar" do Santos nesta noite de quarta-feira. O jogador marcou o único gol da Ponte Preta na vitória por 1 a 0, na Vila Belmiro, mantendo o time de Campinas na liderança do Campeonato Brasileiro.

Fernando Santos/Folha Imagem 
Jogadores da Ponte Preta comemoram gol sobre o Santos na Vila Belmiro
A Ponte soma 32 pontos, um a mais do que o Corinthians. Na quinta-feira, o Internacional também pode chegar a 31 se vencer o Paraná, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Já o Santos se complica ainda mais na disputa por mais um título. O time acumulou sua terceira derrota consecutiva na competição, mas ainda permanece na quinta colocação, com 24 pontos, oito a menos da líder.

A derrota faz o técnico Gallo balançar mais uma vez no cargo. Os tropeços diante de Vasco e Cruzeiro colocaram o treinador na corda-bamba, podendo até ser demitido caso não conseguisse vencer nesta quarta.

"A torcida está fazendo a parte dela [sobre as vaias]. Se eu vou continuar no cargo, quem deve responder essa pergunta não sou eu, mas sim o presidente e a diretoria do Santos", declarou Gallo.

ESTEVAM SOARES É A OPÇÃO
A diretoria da Ponte Preta não esconde que pretende ter o técnico Estevam Soares para substituir Oswaldo Alvarez.

O treinador, no entanto, preferiu adiar o acerto com o clube de Campinas por causa de um possível interesse do Santos em contratá-lo.
A Ponte, por sua vez, consegue manter o embalo mesmo perdendo o treinador Oswaldo Alvarez. Ele fez seu último jogo no domingo, quando o time derrotou o Fluminense por 2 a 1. Na próxima sexta-feira ele assume o Verdy Tokyo, do Japão. O "olheiro" Nenê Santana comandou o time na Vila.

"Eu falei para eles [jogadores] que o Vadão era uma peça importante nessa campanha, mas o fundamental são eles. Os atletas foram a campo, se doaram e muito imbuídos em conseguir segurar a liderança. Estão todos de parabéns", afirmou Santana.

A partida, porém, teve sabor especial para o meia-atacante Evando. Sem oportunidades no Litoral, o jogador foi liberado para acertar com o time de Campinas e ser o substituto de Harison, negociado com União Leiria, de Portugal. Desde que chegou, o avante disputou sete partidas e marcou cinco gols.

O Santos volta a campo no próximo domingo para enfrentar fazer o clássico com o Corinthians, às 16h, na Vila Belmiro. A Ponte Preta recebe o Internacional, no mesmo dia e horário, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O jogo
Apesar de ter maior posse de bola, o Santos encontrou muita dificuldade para chegar ao gol de Lauro. Com Ricardinho e Giovanni bem marcados, os atacantes Geílson e Diego precisaram recuar para conseguirem participar mais efetivamente da partida.

SANTOS ABALADO COM REVÉS
Jogador mais experiente do elenco do Santos, Giovanni acredita que o Santos sentiu o impacto da derrota.
Leia mais
Tanto que a melhor chance surgiu apenas aos 25min. Halisson aproveitou falha de marcação da Ponte e abriu para Geílson na direita. O jogador bateu cruzado e Lauro conseguiu espalmar, evitando o primeiro gol.

Na única vez que foram com perigo ao ataque, os campineiros quase abriram o placar. Aos 33min, Evando arriscou de longe, o goleiro Saulo caiu para fazer a defesa, mas a bola passou por baixo de seu corpo e passou raspando a trave esquerda.

Na volta do intervalo, o Santos reapareceu mais ofensivo com a entrada de Frontini no lugar de Geílson. Quem abriu o placar, porém, foi a Ponte. Aos 8min, Bruno cruzou para a área e Ávalos cortou. Evando ficou com o rebote na entrada da área e bateu forte, no canto direito de Saulo.

EVANDO FELIZ NA NOVA CASA
Meia Evando garante que não guarda mágoa do Santos, mas está melhor na Ponte Preta.
Leia mais
O gol fez o Santos aumentar a pressão, principalmente nas jogadas alçadas para a área. Aos 22min, Frontini aproveitou cruzamento da direita e cabeceou forte para boa defesa de Lauro.

Bastante recuada, a Ponte tentou apenas explorar os contra-ataques com Kahê que, mesmo isolado no campo ofensivo, ainda levou perigo aos defensores locais.

Aos 41min, o lateral-direito Rissut salvou a Ponte Preta. Giovanni fez bela jogada e chutou. O ala conseguiu tirar a bola sobre a linha e garantiu a vitória.

SANTOS
Saulo; Paulo César, Hallisson, Ávalos e Wendel; Fabinho (Luciano Henrique), Bóvio, Ricardinho e Giovanni; Geílson (Frontini) e Diego (Edmílson)
Técnico: Gallo

PONTE PRETA
Lauro; Rissut, Thiago Mathias, Rafael Santos e Bruno; Éverton, Carlinhos, Luciano Santos, Danilo (Romeu) e Evando; Kahê (Izaias)
Técnico: Nenê Santana

Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Silvia Regina de Oliveria (Fifa-SP)
Auxiliares: Ana Paula da Silva Oliveira (Fifa-SP) e Maria Eliza Correia Barbosa (SP)
Cartões amarelos: Éverton (PP), Carlinhos (PP), Hallison (S), Ricardinho (S) e Frontini (S)
Gol: Evando, aos 8min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias