! Mesmo sem brilhar, São Paulo goleia o Coritiba - 11/09/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  11/09/2005 - 20h04
Mesmo sem brilhar, São Paulo goleia o Coritiba

Da Redação
No Rio de Janeiro

Desta vez não teve o mesmo brilho dos triunfos sobre Paraná e Corinthians. Mas com uma vitória por 4 a 1 sobre o Coritiba, em Curitiba, neste domingo à noite, o São Paulo manteve sua ascensão no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time tricolor chegou à terceira vitória consecutiva e se afastou ainda mais da zona do rebaixamento da competição. Os três pontos levaram os paulistas aos 31 pontos, na 16ª posição, quatro pontos à frente do Flamengo, primeiro dos rebaixados.

"Nossa equipe sempre foi boa e sempre achei que esse fantasma do rebaixamento era exagero, porque ainda faltava um turno todo pela frente. O nosso time tem muita qualidade e estamos muito tranqüilos", disse após o jogo o técnico Paulo Autuori.

CHRISTIAN VIBRA COM 2º GOL PELO SÃO PAULO
O gol marcado por Christian esta noite foi o segundo do centroavante com a camisa do São Paulo e deixou o atleta exultante: "A torcida do São Paulo ainda vai ver o verdadeiro Christian", disse o atacante.Leia mais
Entretanto, o placar elástico desta noite não retrata fielmente o que foi o jogo. Sonolento, o São Paulo apenas empatava até os 35min do segundo tempo e a equipe ainda tinha um jogador a menos, já que Fábio Santos fora expulso cinco minutos antes.

Mas, com três gols em cinco minutos, feitos por Christian, Hernanes e Cicinho, o time tricolor conseguiu uma expressiva vitória e completou quatro rodadas sem derrota no certame.

Já o Coritiba segue na zona intermediária da tabela, com 33 pontos e está fora dos 11 primeiros colocados, que garantem vaga para a Copa Sul-Americana do ano que vem.

Além disso, o time completou três jogos sem vitória no Brasileirão, já que vinha de empate contra o Palmeiras e derrota para o Santos. O último triunfo foi no dia 24 de agosto, quando bateu o Fortaleza por 2 a 0, no Couto Pereira.

Ambos os times voltam a jogar no próximo domingo pelo Brasileiro. Às 16h, o São Paulo receberá o Vasco, no Morumbi, enquanto às 18h10 o Coritiba enfrenta o líder Fluminense, no Couto Pereira.

O jogo
O jogo começou à feição do Coritiba. Logo aos 6min, Caio invadiu a área, driblou Lugano e foi derrubado pelo uruguaio. Pênalti bem marcado, mas que Renaldo desperdiçou ao mandar para fora, depois de ter deslocado Rogério Ceni.

MARÉ NADA BOA
Até o ano de 2005, o atacante do Coritiba, Renaldo, gabava-se de nunca ter perdido um pênalti na carreira. Entretanto, no início do Brasileiro, quando ainda estava no Paraná, perdeu dois no mesmo jogo contra o Figueirense e na ocasião disse que aquele era o "pior dia da sua vida". Neste domingo, voltou a errar novamente e desta vez desapontou a torcida alviverde.
Passado o susto inicial, o São Paulo passou a se encontrar em campo e por pouco Diego Tardelli não marcou aos 17min, quando o goleiro Douglas saiu corajosamente em seus pés e salvou.

Entretanto, aos 19min Lugano se redimiu do pênalti cometido e desta vez foi agarrado dentro da área adversária por Vagner. Pênalti, que Rogério Ceni não titubeou e mandou a bola no ângulo esquerdo de Douglas, fazendo seu 16º gol na temporada.

O gol deixou nervosos os paranaenses, que passaram a errar muitos passes. Mas o São Paulo não soube aproveitar o bom momento e, em vez de tentar ampliar o placar, seus jogadores trataram de reclamar a todo momento da arbitragem, sem nenhum motivo aparente.

Desta forma, o Coritiba conseguiu retomar a tranqüilidade aos 38min, quando Jackson escapou pela direita e cruzou rasteiro para Capixaba. Sozinho na pequena área, o meia completou para as redes de Rogério Ceni.

"Temos que voltar para o segundo tempo da mesma forma que jogamos nestes minutos finais. Assim vamos conseguir a virada", disse o lateral-esquerdo Ricardinho, do Coritiba.

"Está difícil. O juiz dá tudo para eles, qualquer falta é deles. Fica complicado", choramingou o são-paulino Diego Tardelli, que na saída para o intervalo interpelou o árbitro Alicio Pena Júniot para reclamar dos critérios adotados.

O São Paulo voltou para a segunda etapa com duas alterações. O técnico Paulo Autuori tirou Richarlyson e Renan e colocou Fábio Santos e Souza, tentando dar mais mobilidade ao time.

Aos 8min, Josué quase desempatou, quando completou de primeira cruzamento de Cicinho na primeira trave e obrigou Douglas a difícil defesa. Vendo que sua equipe passou a ser dominada, Cuca resolveu agir e sacou Ricardinho e Renaldo, colocando Souza e Marcelo Peabirú.

A partir daí, o jogo ficou equilibrado e monótono. Aos 30min, Fábio Santos foi expulso após falta dura em Marcelo Peabirú e quebrou a rotina do jogo.

Mas, mesmo em desvantagem numérica, o São Paulo despertou e, em cinco minutos, marcou três gols, liquidando o jogo e goleando o Coritiba.

Aos 35min, Christian desviou cruzamento de cabeça de Cicinho e desempatou. Aos 38min, foi a vez de Hernanes acertar belo chute da entrada da área, enquanto aos 40min Cicinho entrou cara a cara e tocou com categoria para fechar o marcador.

CORITIBA
Douglas; James, Flávio, Vágner e Ricardinho (Souza); Reginaldo Nascimento, Douglas Peruíbe, Capixaba e Jackson; Caio (Alcimar) e Renaldo (Marcelo Peabirú).
Técnico: Cuca

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Cicinho, Edcarlos, Lugano e Richarlyson (Fabio Santos); Renan (Souza), Mineiro, Josué e Danilo; Christian e Diego Tardelli (Hernanes).
Técnico: Paulo Autuori

Local: estádio Couto Pereira, em Curitiba
Árbitro: Alicio Pena Jr. (MG-Fifa)
Auxiliares: Marco Antonio Gomes (MG-Fifa) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Vagner (C), Marcelo Peabirú (C), Lugano (S), Fábio Santos (S), Cicinho (S)
Gols: Rogério Ceni, aos 20min, Capixaba, aos 38min do primeiro tempo; Christian, aos 35min, Hernanes, aos 38min e Cicinho, aos 40min do segundo tempo.

Leia mais


Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias