! Completo, São Paulo perde e ressuscita Fortaleza - 27/11/2005 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  27/11/2005 - 18h11
Completo, São Paulo perde e ressuscita Fortaleza

Da Redação
Em São Paulo

A pretensão do São Paulo na 41ª rodada do Campeonato Brasileiro era voltar a ser 'cascudo' e ganhar embalo para o Mundial de Clubes da Fifa. Para isso, o técnico Paulo Autuori colocou força máxima em campo na partida contra o Fortaleza, no Ceará. Mas de nada adiantou. O atacante Clodoaldo entrou no segundo tempo e garantiu a vitória dos donos da casa por 1 a 0.

LOTADO E CONFUSO
Como de praxe neste Campeonato Brasileiro, a torcida do Fortaleza lotou o estádio Castelão. Na vitória sobre o São Paulo, 55.461 pagantes estiveram presentes. No entanto, boa parte foi embora no meio do jogo.

Irritadas com a falta de espaço no estádio e alegando que foram colocadas mais pessoas do que a capacidade real do estádio, algumas pessoas deixaram o jogo ainda no primeiro tempo com medo de algum tumulto. Porém, segundo informou a rádio CBN AM do Povo em sua transmissão, os torcedores encontraram dificuldades para deixar o local porque a saída estava fechada.
Com este resultado, o clube cearense 'roubou' a 11ª colocação do time paulista e figura na zona de classificação para a Copa Sul-Americana, voltando a depender das próprias forças para ir ao torneio em 2006. O tricolor do Morumbi também depende de si, porque Fortaleza e Botafogo fazem um confronto direto na última rodada.

Mais concentrado em se preparar para o Mundial do que em garantir vaga na competição sul-americana, o São Paulo lamentou a derrota. Segundo Rogério Ceni, um empate seria mais justo. "No primeiro tempo, eles foram melhores. Mas no segundo o jogo foi mais equilibrado e daria para sair daqui com pelo menos um empate", declarou o goleiro são-paulino.

Do lado do Fortaleza, a comemoração foi intensa. Além de o time ter ressurgido na briga pela inédita vaga na Copa Sul-Americana, o autor do gol foi o xodó da torcida: o atacante Clodoaldo. Tanto que ao final da partida ele foi perto da arquibancada para comemorar com a torcida.

A partida desta tarde marcou também o retorno do atacante Grafite aos gramados. Afastado desde junho, quando sofreu uma lesão no joelho direito, o jogador entrou no segundo tempo e se movimentou bem. Ele luta para provar que tem condições de ir ao Mundial da Fifa, no Japão.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Fortaleza enfrenta o Botafogo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. O São Paulo, por sua vez, recebe o Atlético-PR, no Morumbi, em São Paulo. Ambas as partidas estão marcadas para o próximo domingo, dia 4 de dezembro, às 16h.

O jogo
O palco da partida estava lotado, e os dois times com força máxima. No entanto, a briga dentro de campo era "apenas" por uma vaga na Copa Sul-Americana. Mais para o Fortaleza, porque para o São Paulo era um teste para o Mundial de Clubes da Fifa, que acontece em dezembro.

A equipe local, porém, entrou mais ligada e pressionou o time visitante nos minutos iniciais. Aos 5min, por exemplo, o lateral-esquerdo Giba arriscou chute de fora da área e obrigou boa defesa de Rogério Ceni. Três minutos depois, Paulo Isidoro ficou cara a cara com o goleiro e tento por cobertura, mas o são-paulino defendeu com tranqüilidade.

Aos poucos, o São Paulo conseguiu se desvencilhar da pressão do rival e se arriscar no ataque. Aos 17min, após escanteio da direita cobrado por Cicinho, o zagueiro Edcarlos cabeceou com perigo por cima do gol. Um minuto depois, o lateral-direito chutou cruzado e quase marcou.

Apesar da melhora paulista, o Fortaleza continuou melhor em campo e criando mais oportunidades de perigo. Porém pecando nas finalizações. "A equipe criou bastante, mas precisa ter mais tranqüilidade", analisou o volante Erandir. "Eles foram melhores", avaliou o são-paulino Júnior.

No segundo tempo, o São Paulo não conseguiu mudar o panorama da etapa inicial e foi novamente pressionado pelo Fortaleza. Nem mesmo as entradas de Grafite (que voltou a jogar depois de mais de cinco meses afastado), Thiago e Richarlyson ajudaram.

A diferença quem fez foi o atacante Clodoaldo, do Fortaleza, que marcou o gol da vitória da equipe cearense aos 28min. Após cruzamento de Rinaldo, o jogador, que entrara no segundo tempo, desviou na segunda trave, sem chances para o goleiro Rogério Ceni.

O São Paulo ainda foi para o ataque tentar o gol de empate, mas não teve força para furar o bloqueio do Fortaleza, que agora depende apenas de si para garantir vaga na Copa Sul-Americana e conquistar seu objetivo neste Campeonato Brasileiro.

FORTALEZA
Albérico; Amaral, Márcio Goiano, Ronaldo Angelim e Giba; Dude, Erandir, Paulo Isidoro (Marcelo Lopes) e Lúcio; Rinaldo (Fumagalli) e Alex Afonso (Clodoaldo)
Técnico: Valdir Espinosa

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Edcarlos, Lugano e Flávio Donizete; Cicinho, Mineiro, Josué, Danilo e Júnior (Richarlyson); Christian (Thiago) e Amoroso (Grafite)
Técnico: Paulo Autuori

Local: estádio Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Jamir Carlos Garcez (DF)
Auxiliares: Eremilson Xavier Macedo e Rogério Monteiro Oliveira (ambos do DF)
Cartões amarelos: Josué (SP), Erandir (F), Amoroso (SP)
Gol: Clodoaldo, aos 28min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias