! Com gols de reservas, Palmeiras bate o Marília - 15/01/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/01/2006 - 18h02
Com gols de reservas, Palmeiras bate o Marília

Da Redação
Em São Paulo

Jogadores que defenderam o Palmeiras em 2005 superaram mais uma vez os reforços para a temporada 2006 e garantiram a vitória por 2 a 1, de virada, diante do Marília, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Os gols do time de Leão foram marcados por ex-titulares que perderam espaço com a chegada de novos atletas. Em cobrança de falta, Correa marcou o primeiro e o atacante Washington fez o segundo. A partida foi realizada na tarde deste domingo, no estádio Bento de Abreu, em Marília.

Na partida de estréia do Paulistão, quando derrotou o Ituano também por 2 a 1, os gols foram marcados por jogadores que já faziam parte do elenco alviverde no ano passado. Em um jogo que o setor ofensivo funcionou pouco, Gamarra e Daniel balançaram as redes no Parque Antarctica.

Esta tarde, Edmundo mais uma vez teve atuação apagada com a camisa do Palmeiras. Assim como na partida diante do Ituano, foi substituído no segundo tempo. Em seu lugar, Leão colocou Washington. E saiu dos pés do reserva o gol da virada.

A vitória marcou a manutenção de um tabu que, agora, dura 25 jogos. Dentro do Bento de Abreu, o Palmeiras nunca foi derrotado pela equipe do Marília. Além disso, os donos da casa perderam a invencibilidade diante da sua torcida, o que já durava nove jogos.

Palmeiras e Marília voltam a campo pelo Campeonato Estadual na próxima quarta-feira. A equipe da capital recebe o São Bento, no estádio do Parque Antarctica. O time do interior, por sua vez, visita o Ituano, no estádio Novelli Jr., em Itu. Ambas as partidas serão às 20h30.

O jogo
O Marília começou melhor e exigindo bastante dos volantes do Palmeiras. Em jogadas pela esquerda, os donos da casa levaram perigo ao gol de Marcos.

Em uma jogada criada por Bruno, os donos da casa chegaram a marcar, de cabeça, com Sandro Gaúcho. No entanto, o árbitro José Henrique de Carvalho assinalou corretamente o impedimento do atacante.

A equipe do Palmeiras quase não se arriscou no ataque durante a primeira etapa. Em suas poucas jogadas de efeito, a equipe comandada por Emerson Leão tentou buscar espaço pelo meio com Marcinho e Edmundo.

O primeiro chute a gol do time alviverde só aconteceu aos 29min. Edmundo girou na entrada da área, escapou pela direita, mas bateu por cima do gol.

O Marília quase abriu o placar aos 35min. Sandro Gaúcho rolou para Welington Amorim, que bateu da entrada da área. Marcos rebateu mal e Gamarra espantou o perigo com um chute para fora.

Aos 44min, o Marília conseguiu marcar. Em rápido contra-ataque originado pelo goleiro Guto, Welington Amorim passou por Marcinho Guerreiro e cruzou para Bruno. O Ala tocou e, mesmo desequilibrado, mandou para o fundo do gol de Marcos.

Para buscar a virada, Leão mexeu no time do Palmeiras. Amaral deu lugar a Correa, dando maior liberdade para Paulo Baier. No meio, saiu Christian e entrou Ricardinho. As alterações surtiram efeito e o Palmeiras voltou melhor para a partida.

E foi em uma cobrança de falta de Correa que o Palmeiras chegou ao empate aos 22min. Edmundo foi derrubado na intermediária e o volante bateu com perfeição no ângulo esquerdo do goleiro Guto.

Enquanto os jogadores do Palmeiras comemoravam o empate, Leão sacou Edmundo e colocou Washington. Foi a segunda vez que o jogador deixou o campo antes do final da partida este ano.

Aos 25, Marcos fez milagre. Espalmou para escanteio uma cabeçada à queima-roupa do atacante Zumbi.

A virada do Palmeiras veio aos 30min. Livre de marcação, Washington recebeu passe de Ricardinho dentro da área e mandou para o fundo do gol.

Em vantagem no placar, o Palmeiras recuou e apenas administrou o resultado até o apito final.

MARÍLIA
Guto; Gum, Fernando e Gian; Jéferson, João Marcos, Bruno Ribeiro, Tidão e Danilo; Sandro Gaúcho(Zumbi) e Welington Amorin
Técnico: Wladimir Araújo

PALMEIRAS
Marcos; Amaral (Correa), Daniel, Gamarra e Lúcio; Marcinho Guerreiro, Paulo Baier, Christian (Ricardinho) e Marcinho; Edmundo (Washington) e Enílton.
Técnico: Émerson Leão

Local: estádio Bento de Abreu, em Marília (SP)
Árbitro: José Henrique de Carvalho
Auxiliares: Danilo Manis e Marco Bagatella
Gols: Bruno, aos 44min do primeiro tempo; Correa, aos 22min, e Washington, aos 30min do segundo tempo

Leia mais
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias