! No final, Jonas dá a vitória ao Santos em Rio Preto - 29/01/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  29/01/2006 - 20h10
No final, Jonas dá a vitória ao Santos em Rio Preto

Da Redação
Em São Paulo

Os temores de Vanderlei Luxemburgo não se confirmaram. O treinador rechaçou a fama de time caseiro e o Santos conseguiu a primeira vitória longe da Vila Belmiro. Desta maneira, espantou um fantasma que já começava a assombrar. Neste domingo, a equipe do litoral paulista derrotou o América-SP por 3 a 2. O gol da vitória foi marcado por Jonas, no último minuto.

SÃO PAULO TROPEÇA

O São Paulo, que vinha de derrota em casa para o Juventus, voltou a tropeçar no Campeonato Paulista com o empate por 3 a 3 com o Guarani, novamente jogando no Morumbi.

O time de Muricy Ramalho errou demais, cedeu dois pênaltis aos visitantes e acabou sofrendo o gol de empate nos minutos finais. Leia mais sobre o jogo.
A equipe comandada por Luxa fez sua terceira partida como visitante neste Campeonato Paulista. No interior, o Santos havia empatado com o São Bento e perdido para o Paulista.

Para evitar uma nova decepção longe da torcida, o Santos atacou até o minuto final e buscou o gol a todo custo. "Empatar ou perder tanto fazia, por isso fomos para cima para conquistar três pontos. Em um campeonato no formato como o do Paulista, tem que ser assim", afirmou o treinador Vanderlei Luxemburgo após a partida.

Com o resultado, o Santos chega a dez pontos, na quarta colocação. Agora está a cinco de desvantagem em relação ao Palmeiras, líder do Estadual. O América-SP, por sua vez, não consegue deixar a zona de rebaixamento e segue na vice-lanterna.

A partida deste domingo marcou ainda o retorno da equipe de Santos ao local onde levantou um troféu pela última vez. Com a Vila Belmiro interditada para a disputa do último jogo do Campeonato Brasileiro de 2004, contra o Vasco da Gama, a diretoria do clube transferiu a partida para o estádio Teixeirão, em São José do Rio Preto. O time paulista venceu por 2 a 1.

O América-SP, que começou o Paulistão com três derrotas consecutivas, vinha de uma vitória por 1 a 0 sobre o Guarani. Embalado, o treinador Roberval Davino veio a campo com a mesma equipe que derrotou o time campineiro. Durante boa parte do jogo, Danilinho infernizou o time do Santos, mas não conseguiu mais que um empate. Sem merecer, acabou sofrendo um gol no finalzinho.

O Santos volta a campo na próxima quinta-feira para enfrentar o Santo André, às 20h30, na Vila Belmiro. Já o América-SP enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista.

O jogo
O Santos começou melhor e teve boas chances de gol logo nos primeiros minutos de jogo. No entanto, foi o América-SP que abriu o placar. Aos 16min, Danilinho fez grande jogada pela direita e tocou para Du, que bateu forte. Fábio Costa falhou e a bola acabou entrando.

A equipe do Santos deu o troco aos 25min. Luiz Alberto aproveitou cobrança de escanteio da direita e, de cabeça, deixou tudo igual em São José do Rio Preto.

REENCONTRO APAGADO
O lateral-direito Neto nasceu em São José do Rio Preto e foi, inclusive, revelado pelo América-SP. Em sua primeira partida como adversário dentro do Teixeirão, no entanto, não fez boa partida.

O mesmo aconteceu com Rodrigo Tabata. O jogador nasceu em Araçatuba, mas nunca havia atuado diante do América-SP. Seu retorno à região noroeste de São Paulo também foi fraca. O reforço do time santista para esta temporada foi, inclusive, substituído por Geílson.
O Santos chegou a virar ainda no primeiro tempo. Aos 34min, Galvão teve grande chance de marcar, mas Júlio Sérgio evitou. No entanto, o goleiro acabou se enrolando com um zagueiro e Jonas aproveitou a sobra para mandar para o fundo do gol.

Mas a alegria santista durou pouco. Aos 42min, Danilinho recebeu lançamento em profundidade de Esquerdinha e tocou na saída do goleiro Fábio Costa. O gol igualou o marcador minutos antes de o árbitro decretar o final do primeiro tempo.

Aos 22min, o América-SP chegou com perigo. Danilinho bateu forte de fora da área e Fábio Costa se esticou todo para espalmar para escanteio.

O Santos voltou sem alterações para a etapa complementar. Mas logo Luxemburgo mudou de idéia e sacou Galvão para colocar Gilmar. Mesmo assim, o jogo seguiu sem muita criatividade e o Santos não conseguia nenhuma boa chance de gol. Só aos 40min, Cléber Santana chutou da marca do pênalti e acertou as costas de um zagueiro. A bola sobrou para Kléber. O lateral-esquerdo bateu de primeira, mas o goleiro Júlio Sérgio agarrou.

No instante final, quando o empate já estava praticamente defindo, Jonas chutou fraco dentro da pequena área. A bola bateu na trave e entrou no gol de Júlio Sérgio.

AMÉRICA-SP
Júlio Sérgio, Everson, Carlinhos e Mário André; Jorginho, Du, Luís Maranhão, Roger e Esquerdinha; Wélton e Danilinho
Técnico: Roberval Davino

SANTOS
Fábio Costa; Neto, Julio Manzur, Luiz Alberto e Kléber; Fabinho, Maldonado, Rodrigo Tabata (Geílson) e Cléber Santana; Galvão (Gilmar) e Jonas.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local:estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto (SP)
Árbitro:Otávio Corrêa da Silva
Auxiliares: Marcos Roberto Levado e João Bourgalber Chaves
Cartão amarelo: Julio Manzur(S)
Gols: Du, aos 16min, Luiz Alberto, aos 25min, Jonas, aos 34min e Danilinho, aos 42min do primeiro tempo; Jonas, aos 47min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias