! Santos bate Noroeste e entra na briga pelo título - 08/02/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  08/02/2006 - 22h32
Santos bate Noroeste e entra na briga pelo título

Da Redação
Em São Paulo

O Santos não apresentou futebol suficiente para pôr fim à desconfiança gerada nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista. Mesmo assim, a equipe de Vanderlei Luxemburgo conseguiu encostar nos líderes do Estadual ao bater o Noroeste, na noite desta quarta-feira, por 1 a 0, dentro da Vila Belmiro.

Com o resultado, a equipe da Baixada Santista chegou à vice-liderança, com 16 pontos. Mesma marca de Noroeste e Palmeiras. O rival alviverde, entretanto, leva vantagem no saldo de gols e tem um jogo a menos.

Flavio Forido/Folha Imagem
Reinaldo faz o gol da vitória é um dos destaques do Santos contra o Noroeste
A vitória esta noite, segundo Luxemburgo, era indispensável para que o Santos continuasse na briga pelo título. Para o treinador, um novo tropeço, como no último final de semana, diante da Portuguesa Santista, faria com que a equipe se complicasse na disputa do Paulistão.

A equipe santista atingiu a meta do treinador, mas não jogou bem. Durante a partida teve muita dificuldade na armação das jogadas. Tímidos, os reforços do clube para a temporada 2006 não conseguiram organizar o meio-campo alvinegro. Cléber Santana e Rodrigo Tabata, responsáveis pela função, tiveram atuação apagada. Os dois acabaram substituídos.

O volante Maldonado, um dos destaques no fraco meio-campo santista, no entanto, gostou da atuação da equipe nesta noite."Sabíamos que jogávamos contra o líder. Não faltou vontade, demonstramos nossa capacidade para conseguir algo importante no campeonato", destacou.

O Santos volta a campo neste domingo para disputar um clássico. O time de Vanderlei Luxemburgo enfrenta o rival Corinthians, no Morumbi, às 18h10. Já o Noroeste, por sua vez, vai a Jundiaí para encarar o Paulista. A partida está marcada para o sábado, também às 18h10.

O jogo
Depois da derrota no clássico praiano contra a Portuguesa Santista, que gerou desconfiança sobre o Santos, a equipe da Vila Belmiro entrou afoita, errou muitos passes e se complicou na saída de bola diante do Noroeste. Mesmo assim, criou melhores oportunidades que o adversário. A primeira grande chance aconteceu aos 15min. Rodrigo Tabata enfiou uma bola para Reinaldo, que, na dividida com o goleiro Mauro, bateu para fora.

LIÇÃO DE CASA
Se o Santos ainda gera dúvida sobre a qualidade do futebol apresentado até aqui, demonstrou que, dentro da Vila Belmiro, é imbatível. Por enquanto, o time de Vanderlei Luxemburgo ainda não foi derrotado diante da torcida alvinegra.

Como mandante, o Santos bateu o Mogi por 3 a 0, o Marília por 3 a 2, o Santo André também por 3 a 0 e, nesta noite, bateu o Noroeste por 1 a 0.

O próximo compromisso da equipe santista dentro da Vila Belmiro está marcado para o dia 19 deste mês. O adversário será a Ponte Preta. Antes, encara o clássico contra o Corinthians, como visitante, no Morumbi.
Depois, somente o Noroeste conseguiu levar perigo. Com Leandrinho e Rodrigo Tiuí jogando nas costas da defesa santista, a equipe do interior paulista fez o goleiro Fábio Costa trabalhar. Além dos contra-golpes, os comandados de Paulo Comelli tiveram boas chances de abrir o placar em lances de bola parada.

Pelo Santos, Reinaldo voltou a desperdiçar grande chance aos 32min. Wendel cruzou da esquerda e o atacante furou a cabeçada. Dois minutos depois, Manzur protagonizou um lance bizarro. Depois de demonstrar esperteza na disputa de bola com Cláudio, tentou o chute e caiu sentado. A bola passou muito longe do gol.

O Noroeste também desperdiçou boa chance aos 44min. Neto falhou e perdeu a bola para Luciano Bebê. O meia passou para Leandrinho, que driblou Luiz Alberto e chutou cruzado. O arremate, no entanto, seguiu pela linha de fundo.

Insatisfeito com o desempenho da equipe durante a etapa inicial, Luxemburgo promoveu duas mudanças no início do segundo tempo: sacou o meia Rodrigo Tabata para a entrada de Carlinhos e trocou o zagueiro Manzur por Domingos, que desempenha a mesma função.

E, logo aos 9min, o Santos conseguiu tirar o zero do marcador. Em uma jogada isolada, Reinaldo girou em cima de Edmílson e bateu de fora da área. A bola desviou em um zagueiro do Noroeste e enganou o goleiro Mauro, que nada pôde fazer para evitar o primeiro gol do time da Vila Belmiro.

O Santos teve chance de matar o jogo aos 36min. Léo Lima recebeu livre pela direita, invadiu a área completamente, mas acertou a rede pelo lado de fora.

SANTOS
Fábio Costa; Neto, Manzur (Domingos), Luiz Alberto e Wendel; Fabinho, Maldonado, Cléber Santana (Léo Lima) e Rodrigo Tabata (Carlinhos); Reinaldo e Geílson.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

NOROESTE
Mauro; Marcelo Santos (Cacá), Bonfim, Edmílson e Cláudio; Hernani, Luciano Santos, Luciano Bebê (Luiz Carlos) e Lenílson; Rodrigo Tiuí e Leandrinho (Rafael Costa).
Técnico: Paulo Comelli

Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Auxiliares: Ednilson Gilberto Corrale e João Paulo Spim Redondo
Cartões amarelos: Carlinhos(S), Edmílson(N) e Cláudio(N).
Gol: Reinaldo, aos 9min do segundo tempo

Veja também

Leia mais


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias