! São Paulo goleia Santista e completa a 'quadra' - 12/02/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  12/02/2006 - 17h59
São Paulo goleia Santista e completa a 'quadra'

Da Redação
Em São Paulo

As dúvidas que cercaram o São Paulo no início desta temporada já estão bem longe. Apresentando um futebol de tricampeão do mundo, o time tricolor goleou a Portuguesa Santista por 5 a 0 na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, em Santos, e colou nos líderes do Campeonato Paulista. Agora, está definitivamente na briga pelo título.

Vipcomm
Com dois gols, Danilo foi o destaque na vitória do São Paulo sobre a Portuguesa na Vila
O triunfo desta tarde foi o quarto consecutivo do time tricolor no Estadual. A invencibilidade no certame, porém, já dura cinco rodadas (desde o empate por 3 a 3 com o Guarani). Assim, os comandados do técnico Muricy Ramalho chegaram aos 16 pontos e mantiveram-se de olho nos concorrentes, na quinta posição - a diferença para o líder é de três.

"O time está ficando 'redondinho'. Voltamos a ter o ritmo de 2005 (quando foi campeão paulista, da Libertadores e do Mundial). Mas com a bola no chão, a equipe deste ano é mais eficiente", analisou o goleiro Rogério Ceni.

Assim como na vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa no meio de semana, o camisa 1 pouco precisou trabalhar. E novamente o destaque foi o meia Danilo. Inspirado, ele marcou dois gols e participou de outros dois. Alex Dias e Thiago, autor de um gol, também tiveram atuação destacada na Baixada Santista.

LUGANO "MASCARADO"

Sem jogar desde o empate por 3 a 3 com o Guarani, no dia 29 de janeiro, quando sofreu uma fratura no nariz, o zagueiro Diego Lugano voltou a defender o São Paulo neste domingo, na partida contra a Portuguesa Santista.

Para retornar às atividades, porém, o jogador precisou usar uma máscara de proteção que o deixou praticamente irreconhecível. "Ela [a máscara] é de silicone, mas tem um material mais rígido no local da fratura", explicou o médico do clube José Sanchez.

Com o retorno do uruguaio, o técnico Muricy Ramalho pôde formar o trio de zagueiros que acredita ser o ideal para o restante da temporada: Fabão, Lugano e André Dias. O treinador, aliás, teve de dar o seu aval para que o camisa 5 voltasse neste domingo.

"O Lugano treinou com a máscara e me disse que se sentiu bem. Ele ficou tranqüilo para jogar", comentou o comandante da equipe do Morumbi.

"Dentro do possível foi bom [atuar com a proteção]. Melhor do que jogar sem e machucar de novo, o que não pode acontecer", relatou o camisa 5.
Se a equipe tricolor mostrou que engrenou de vez no Campeonato Paulista, a Portuguesa Santista confirmou uma sina nesta tarde. No Estadual deste ano, o time já enfrentou o "trio de ferro". E assim como esta tarde, perdeu de goleada para Corinthians e Palmeiras - 5 a 1 para os alvinegros e 4 a 0 para os alviverdes.

Tal retrospecto deixa o time de Santos com a marca de 20 gols sofridos em nove jogos, média de 2,2 gols por partida. A equipe comandada pelo ex-goleiro Sérgio Guedes soma 12 pontos e ocupa posição intermediária na tabela (10ª).

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, às 20h30, quando enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista. A partida é válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O confronto foi adiado porque o time do Morumbi teve as férias esticadas em virtude da disputa do Mundial de Clubes e só estreou na terceira rodada.

A Portuguesa Santista, por sua vez, joga apenas no próximo domingo, dia 19, às 18h10, pela décima rodada. O time da Baixada Santista viaja até São José do Rio Preto, onde enfrenta o América. Nessa rodada, o São Paulo joga no sábado, às 18h10, no estádio do Pacaembu - o Morumbi estará sendo preparado para um show de rock.

O jogo
Um time veloz. Esse foi o pedido do técnico Muricy Ramalho aos jogadores do São Paulo para a partida deste domingo, contra a Portuguesa Santista. E o elenco entendeu bem. Logo aos 2min, Júnior cobrou falta, originada em um lance de contra-ataque, para a área e o zagueiro Fabão chutou no travessão.

Destemida, a equipe da Baixada Santista foi para cima do time do Morumbi e deu espaços. Aos 16min, o atacante Thiago fez boa jogada pelo meio, entrou na área e chutou cruzado, acertando a trave esquerda do goleiro Ronaldo.

Como que se fosse em "homenagem" ao seu treinador, que pediu velocidade, o São Paulo abriu o placar aos 19min. Alex Dias arrancou em contra-ataque e tocou para Souza. Este ajeitou para Danilo na direita. O meia cruzou, Alex Dias desviou de cabeça e Thiago, bem colocado, ajeitou e chutou próximo da pequena área: 1 a 0.

Antes de o São Paulo dominar completamente o primeiro tempo, a Portuguesa Santista assustou aos 30min. Rodriguinho fez ótima jogada, deixou o goleiro Rogério Ceni no chão e chutou cruzado. André Dias, de carrinho, evitou o gol de empate do adversário.

SEQÜÊNCIA TRICOLOR
AdversárioDataPlacar
Guarani29/013x3
Marília01/022x0
Palmeiras05/024x2
Portuguesa09/023x1
Portuguesa Santista12/025x0
Depois disso, só deu a equipe tricolor. Aos 34min, o atacante Thiago retribuiu o passe que recebeu de Danilo. Em jogada pela lateral direita, o jovem cruzou para o camisa 10 chutar forte, sem chance de defesa para o goleiro Ronaldo.

O terceiro gol do clube da capital saiu aos 45min. Após cobrança de escanteio de Souza da esquerda, Danilo cabeceou no travessão e Fabão marcou no rebote. "O time está muito bem. E vencendo, o que é mais importante", disse Danilo.

Em tarde inspirada, o meia voltou a se destacar no início do segundo tempo. Aos 6min, Júnior tocou para Alex Dias perto da grande área. O atacante, com categoria, ajeitou para Danilo. O camisa 10 chutou cruzado e ampliou a vantagem tricolor.

Sobrando em campo, o São Paulo diminuiu o ritmo aos poucos e o técnico Muricy Ramalho aproveitou para dar chance ao atacante Leandro, ao volante Denílson e ao meia Richarlyson.

Leandro, aliás, deu um belo passe de calcanhar aos 46min do segundo tempo para Richarlyson completar a goleada tricolor na Vila Belmiro.

PORTUGUESA SANTISTA
Ronaldo; Joel, Fabão e Lelo (Ricardo Miranda); Marco Aurélio (Rossini), Emerson, Júlio César (Daniel), Alex Silva e Juá; Rodrigo e Rodriguinho
Técnico: Sérgio Guedes

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Lugano e André Dias; Souza, Mineiro, Josué (Denílson), Danilo e Júnior (Richarlyson); Alex Dias (Leandro) e Thiago
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Urbano Caldeira, a Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Luís Marcelo Vicentin Cansian
Auxiliares: Maurício Machado Ferronato e Jairo Martins de França
Cartões amarelos: Fabão (SP), Emerson (P), Júlio César (P), Ricardo Miranda (P), Rodrigo (P), André Dias (SP), Joel (P)
Gols: Thiago, aos 19min, Danilo, aos 34min, e Fabão, aos 45min do primeiro tempo; Danilo, aos 6min, e Richarlyson, aos 46min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias