! Corinthians ignora desfalques, goleia e ganha calma - 19/02/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  19/02/2006 - 17h46
Corinthians ignora desfalques, goleia e ganha calma

Da Redação
Em São Paulo

Fernando Santos/Folha Imagem
Sem Tevez, Nilmar liderou o ataque do Corinthians: quatro gols em Mogi
Na partida de estréia na Copa Libertadores (triunfo por 1 a 0 sobre o Deportivo Cali), o Corinthians entrou em campo pressionado por duas derrotas consecutivas (para São Caetano e Santos). Na próxima quarta-feira, quando vai disputar seu segundo jogo na competição sul-americana, o time do Parque São Jorge viverá clima totalmente distinto. Tudo porque a equipe alvinegra ignorou os desfalques e goleou o Mogi Mirim por 5 a 1 neste domingo, com quatro gols de Nilmar, em confronto válido pelo Estadual.

O técnico Antônio Lopes não pôde escalar neste domingo o meia Carlos Alberto, suspenso. Além disso, o volante Marcelo Mattos, o meia Ricardinho e o atacante Tevez sequer viajaram para Mogi Mirim. Diante de tantas ausências, brilharam o meia Roger, que fez sua primeira partida como titular desde o dia 30 de outubro do ano passado, e o centroavante Nilmar, que marcou quatro vezes.

Roger, que não era titular desde o ano passado, quando sofreu uma lesão na fíbula no empate por 1 a 1 com o Vasco (válido pelo Brasileirão), foi o principal organizador alvinegro. O camisa 7 deu passe para três gols do Corinthians (dois de Nilmar e um de Rafael Moura).

"Estou muito feliz por voltar a ser titular. Procurei usar essa partida para ganhar mais ritmo e melhorar meu condicionamento, mas fico muito feliz por ter conseguido fazer isso e ainda ajudado a equipe a sair vitoriosa", comemorou Roger.

Mais do que Roger, o grande nome do jogo deste domingo foi o centroavante Nilmar. O camisa 9 marcou quatro vezes, chegou a 11 e disparou no topo dos goleadores do Campeonato Paulista. "Foi uma partida muito feliz. Não só por ter feito gols, mas por ter feito gols bonitos", comentou o jogador.

GOLEADA FÁCIL

Roger voltou ao time titular e armou o Corinthians


Além de Nilmar, Rafael Moura também deu muito trabalho para o Mogi


Pressionado pela diretoria, Antônio Lopes ganha tempo

O último jogador do Corinthians que terminou um Campeonato Paulista como artilheiro foi Viola, que fez 20 gols em 1993. Neste ano, Nilmar aparece como forte candidato a findar este jejum. "Quero ser campeão, mas a artilharia também é uma meta pessoal. Espero conseguir as duas coisas", imaginou o camisa 9.

Graças à participação de Nilmar, o Corinthians voltou a dividir com o São Paulo a condição de ataque mais positivo do Campeonato Paulista (ambos com 27 gols). Com isso, o time alvinegro chegou a 18 pontos e saltou para a quarta colocação da tabela.

O Mogi Mirim, em contrapartida, vive momento muito ruim. A equipe do interior tem apenas oito pontos ganhos e aparece na 18ª colocação do Campeonato Paulista, na zona de rebaixamento para a Série A2.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, Mogi Mirim e Corinthians jogarão dentro de casa. O time do interior receberá o Juventus, às 18h10, no próximo sábado. No mesmo dia, só que mais cedo (16h), o Corinthians terá pela frente o Santo André no Pacaembu.

Antes do próximo compromisso no Estadual, contudo, o Corinthians mudará seu foco para a Copa Libertadores. Na quarta-feira, o time alvinegro receberá a Universidad Católica no Pacaembu e disputará a liderança do Grupo 4.

O jogo
Na zona de rebaixamento do Campeonato Paulista, o Mogi Mirim contou com a estréia do técnico Círio Quadros neste sábado. Ousado, pressionou a saída de bola do Corinthians no início do confronto. "Não podemos dar espaços para o time deles criar. Eles têm qualidade e nós precisamos sufocar isso", programou o comandante.

A pressão que o Mogi Mirim impôs no início do confronto, contudo, acabou quando o meio-campo do Corinthians resolveu jogar. Com apenas um marcador (Bruno Octávio) e três jogadores de criatividade (Renato, Rosinei e Roger), o time alvinegro logo acertou a saída de bola e passou a encontrar espaços na defesa adversária.

O espaço se converteu em superioridade no placar aos 19min. Gustavo Nery tocou da esquerda para o meio. Nilmar se antecipou ao zagueiro Alexandre Luz, adiantou a bola e tocou por cima do goleiro Edervan para fazer o primeiro do confronto.

Em vantagem, o Corinthians se acomodou em campo. O time visitante, que não era incomodado pelo Mogi Mirim, reduziu seu ritmo ofensivo. "Nosso meio-campo parou de criar e a partida ficou mais complicada. Quando eles voltaram a jogar, as coisas ficaram mais fáceis", analisou o lateral-esquerdo Gustavo Nery.

MARCELINHO À VISTA

A advogada de Marcelinho Carioca, Gislaine Nunes (foto), afirmou neste domingo que o jogador acertou o seu retorno ao Corinthians e que será apresentado na segunda-feira.

A informação, porém, ainda não foi confirmada pela diretoria do clube, que não retornou os recados deixados pela reportagem do Pelé.Net."Já está tudo acertado. Tivemos uma reunião com a diretoria do Corinthians ontem [sábado] de manhã e chegamos a um acordo. O Marcelinho está feliz por poder voltar a trabalhar no time que ele sempre gostou", disse Gislaine Nunes."Falei com ele agora à tarde, e ele confirmou que está voltando ao Corinthians. Ele vai ao Parque São Jorge amanhã [segunda-feira] cedo para fechar e ser apresentado", disse Marcio Ribeiro, assessor de imprensa do jogador. Leia mais.
A evolução do meio-campo citada por Nery aconteceu no fim do primeiro tempo. Aos 40min, Roger recebeu de costas para o gol e fez lindo passe de calcanhar para Rafael Moura. O camisa 17 chutou de pé direito e a bola ainda tocou na trave esquerda de Edervan antes de entrar.

No lance seguinte, Coelho recebeu lançamento na direita, driblou Marcus Vinícius e cruzou rasteiro. Nilmar desviou de pé direito e ampliou a vantagem do Corinthians. A situação alvinegra, que estava confortável, ficou ainda melhor aos 43min. Roger cobrou falta rápida e encontrou Nilmar dentro da área. O camisa 9 tocou por cima de Edervan e anotou seu terceiro gol no jogo.

"Foi um primeiro tempo fantástico. Conseguimos apresentar um bom futebol e ainda fomos eficientes", comemorou Nilmar, artilheiro isolado do Campeonato Paulista. "Nós até começamos bem, mas depois a nossa equipe parou. Foi um passeio", admitiu Círio Quadros.

A bronca do treinador, porém, não foi suficiente para o Mogi Mirim crescer no segundo tempo. O Corinthians reduziu seu ritmo e tornou a partida mais lenta. Ainda assim, conseguiu marcar o quinto gol aos 20min. Roger fez lindo lançamento para Nilmar, que carregou a bola pela direita e tocou na saída de Edervan.

O Mogi Mirim ainda esboçou reação aos 22min. Pepo lançou Dinei na direita e o atacante chutou cruzado para vencer Marcelo. Experiente, contudo, o Corinthians não se abateu após ter sofrido o gol. O time visitante seguiu trocando passes lateralmente e apenas esperou o apito final do árbitro Robério Pereira Pires para começar a comemorar.

MOGI MIRIM
Edervan; Rodrigo (Lins), Leandro, Alexandre Luz e Marcus Vinícius; Roberto, Pepo, Bruno Augusto (Wellington) e Fernando Marchiori; Dinei e Anderson (Marquinhos Alagoano)
Técnico: Círio Quadros

CORINTHIANS
Marcelo; Coelho, Betão, Wescley e Gustavo Nery; Bruno Octávio (Wendel), Renato (Xavier), Rosinei e Roger (Élton); Nilmar e Rafael Moura
Técnico: Antônio Lopes

Local: Estádio João Paulo II, em Mogi Mirim (SP)
Árbitro: Robério Pereira Pires
Auxiliares: Osny Antonio Silveira e Marcos Joel Alves
Cartões amarelos: Bruno Augusto (M), Wescley (C), Marquinhos Alagoano (M), Leandro (M)
Gols: Nilmar, aos 19min, aos 41min e aos 43min; Rafael Moura, aos 40min do primeiro tempo; Nilmar, aos 20min, Dinei, aos 22min do segundo tempo

Veja também

Leia mais


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias