! Palmeiras bate Noroeste, mas ainda é vice-líder - 25/02/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/02/2006 - 17h59
Palmeiras bate Noroeste, mas ainda é vice-líder

Da Redação
Em São Paulo

Onze gols em três partidas. Esse é o retrospecto do Palmeiras nas últimas rodadas do Campeonato Paulista. Na tarde deste sábado, a vítima do bom momento do time da capital foi o Noroeste, que perdeu por 3 a 1, no estádio Dr. Alfredo de Castilho, em Bauru. A partida foi válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

DIRETOR MORRE EM BAURU
O diretor de futebol do Noroeste, Celso Odair Zinsly, sofreu um infarto momentos antes da partida desta tarde entre a equipe de Bauru e o Palmeiras. Segundo informou a Rádio Globo, ele passou mal após desentendimento com um policial militar.

A discussão entre ambos, ainda de acordo com informações da rádio, foi motivada pelo fato de cerca de dois mil torcedores, com ingresso, não estarem conseguindo entrar no estádio Dr. Alfredo de Castilho.

Logo depois que se sentiu mal, Zinsly foi levado para o hospital mais próximo para receber os cuidados médicos. No entanto, ao final do primeiro tempo, chegou a informação de que ele não havia resistido e morreu no hospital da cidade.
A vitória colocou o time do técnico Emerson Leão novamente na liderança provisória por algumas horas. Mais tarde, o São Paulo venceu a Ponte Preta e retornou o Palmeiras na vice-liderança - o time do Morumbi tem o mesmo número de pontos (26), mas vence no saldo de gols. Já o Noroeste segue com 22, na quarta colocação.

"Vencemos um confronto direto, um jogo de seis pontos. O futebol não foi tão bonito, mas valeu por vencermos um adversário de qualidade", avaliou o volante Correa ao final da partida.

Apesar do bom desempenho ofensivo do Palmeiras, o destaque da partida desta tarde foi o goleiro Sérgio. Tanto no primeiro quanto no segundo tempo, ele fez ótimas defesas e salvou o time do Parque Antarctica de se complicar na partida.

"Fico feliz por estar dando continuidade ao bom trabalho do Marcos com as defesas que fiz", declarou o goleiro alviverde.

E por falar em defesa, com esta derrota o Noroeste deixa de ser a defesa menos vazada do Campeonato Paulista. Agora com 13 gols sofridos, o time tem o segundo melhor setor defensivo - perde para o Santos, que sofreu dez.

O próximo desafio do Palmeiras será pela Copa Libertadores da América. A equipe alviverde, terceira colocada do Grupo 7 do certame com um ponto, recebe o Atlético Nacional, da Colômbia, na quinta-feira, às 21h15, no Parque Antarctica.

Pelo Campeonato Paulista, o time da capital volta a campo no dia 5 de março, quando tem um clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. O Noroeste, por sua vez, joga na próxima quarta-feira, contra o Rio Branco, às 20h30, fora de casa.

O jogo
Embalado por oito gols nos últimos dois jogos (4 a 0 sobre o São Caetano e 4 a 3 no Juventus), o Palmeiras começou a partida desta tarde contra o Noroeste a todo vapor. Tanto que abriu o placar logo aos 2min de jogo.

Edmundo avançou pela esquerda e cruzou com perfeição para o meia Ricardinho. O camisa 10 do time alviverde subiu sem marcação e cabeceou colocado no canto esquerdo do goleiro Mauro, que nada pôde fazer.

PALMEIRAS COMO VISITANTE
AdversárioDataPlacar
Marília15/012x1
Mogi Mirim22/012x1
Deportivo Táchira01/024x2
São Paulo05/022x4
Guarani08/021x1
Cerro Porteño15/020X0
Noroeste25/023x1
Melhor em campo, o clube do Parque Antarctica chegou ao segundo gol aos 14min. E mais um vez de cabeça. Após cobrança de falta cruzada de Correa pela direita, o zagueiro Douglas desviou da pequena área e ampliou a vantagem do Palmeiras.

Sem desanimar, o Noroeste se encontrou em campo aos poucos e exerceu forte pressão sobre o adversário da capital. Aos 24min, o atacante Leandrinho recebeu passe nas costas da zaga e chutou cruzado da direita. A bola foi para fora.

Depois de um "bombardeio" ao gol de Sérgio, que, além de grandes defesas, contou com a trave para salvar o Palmeiras, o Noroeste diminuiu aos 30min. Paulo Sérgio cruzou da direita, Luciano Bebê chutou, Leandrinho dominou e tocou para o gol.

"Jogar fora de casa é sempre assim. Sabíamos que enfrentaríamos uma equipe de muita qualidade e também muito calor. Precisamos marcar bem o [atacante] Leandrinho", analisou o goleiro Sérgio, referindo-se ao jogador do Noroeste.

Assim como na etapa inicial, Sérgio se destacou. O camisa 1 do Palmeiras evitou duas ótimas chances de empate do time de Bauru nos dez primeiros minutos. Aos 8min, ele defendeu boa cobrança de falta de Edmílson. E aos 9min chute à queima-roupa de Tiuí.

A equipe do técnico Paulo Comelli, porém, perdeu um jogador aos 14min. O volante Hernani cometeu falta em Marcinho no meio-de-campo e levou o segundo cartão amarelo, o que originou sua expulsão. A primeira advertência, no entanto, foi injusta - o árbitro Rodrigo Martins Cintra o puniu por falta que não existiu.

Dessa maneira, o Palmeiras cresceu e chegou ao terceiro gol. Aos 24min, o atacante Washington, que havia acabado de entrar em campo na vaga de Edmundo, chutou de fora da área e acertou belo chute, sem chance de defesa para Mauro.

NOROESTE
Mauro; Paulo Sérgio, Bonfim (Fábio), Edmílson e Cláudio; Hernani, Luciano Santos, Luciano Bebê (Felipe) e Lenílson; Rodrigo Tiuí e Leandrinho (Otacílio)
Técnico: Paulo Comelli

PALMEIRAS
Sérgio; Paulo Baier, Douglas, Valdomiro e Márcio Careca; Marcinho Guerreiro, Correa, Ricardinho (Tiago) e Marcinho; Edmundo (Washington) e Enílton (Alceu)
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio Dr. Alfredo de Castilho, em Bauru (SP)
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra
Auxiliares: Maria Eliza Correia Barbosa e Giovani César Canzian
Cartões amarelos: Douglas (P), Márcio Careca (P), Marcinho Guerreiro (P), Hernani (N), Washington (P), Luciano Santos (N)
Cartão vermelho: Hernani (N)
Gols: Ricardinho, aos 2min, Douglas, aos 14min, e Leandrinho, aos 30min do primeiro tempo; Washington, aos 24min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias