! São Paulo só empata em casa, e plano sucumbe - 18/03/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  18/03/2006 - 17h58
São Paulo só empata em casa, e plano sucumbe

Da Redação
Em São Paulo

A meta anunciada pelo técnico Muricy Ramalho durante a semana era de vencer os cinco últimos jogos do Campeonato Paulista para o São Paulo ser campeão. O time tricolor, porém, apenas empatou por 1 a 1 com o Noroeste na tarde deste sábado, no Morumbi, e sucumbiu na primeira "decisão" da reta final do certame.

Divulgação/Vipcomm
Divulgação/Vipcomm
São-paulino Danilo tenta jogada na partida contra o Noroeste neste sábado no Morumbi
Com este resultado, o clube da capital chega aos 30 pontos e cai para a terceira colocação. Isso porque o Palmeiras venceu a Ponte Preta no Parque Antarctica por 4 a 2.

E mais: o São Paulo, que antes dependia apenas das próprias forças por ainda ter um confronto direto com o líder Santos (34), agora precisa torcer por tropeços do rival da Baixada Santista e também do adversário alviverde.

"Como a gente tropeçou hoje [sábado], só nos resta torcer por tropeços de Santos e Palmeiras, os nossos concorrentes diretos", comentou o atacante Thiago, autor do gol são-paulino no duelo desta tarde.

O atacante Leandro, que entrou na segunda etapa para atuar ao lado de Thiago, concordou com seu colega. Mas também culpou a má sorte pelo empate.

"Para continuar na briga pelo título temos, sim, que torcer contra os nossos rivais. Mas hoje [sábado] foi um jogo complicado. Tivemos chances de ganhar, mas nos faltou [boa] sorte esta tarde", completou o camisa 12.

O Noroeste, por sua vez, permanece na quarta colocação, agora com 27 pontos.

O São Paulo volta a campo na próxima terça-feira, pela Copa Libertadores da América. Líder isolado do Grupo 1, com seis pontos conquistados, o time tricolor duela com o Chivas, às 23h30, no estádio Jalisco, em Guadalajara, no México.

O CAMINHO DO SÃO PAULO
AdversárioDataLocal
Rio Branco26/03fora
América29 ou 30/03casa
Santos01 ou 02/04casa
Ituano09/04fora
Pelo Campeonato Paulista, o time do Morumbi volta a campo no domingo, dia 26. O adversário será o Rio Branco, às 16h, no estádio Décio Vitta, em Americana. No mesmo dia, às 18h10, o Noroeste recebe a Portuguesa Santista, em Bauru.

O jogo
Atacar, atacar e atacar. Foi isso que fez o São Paulo nos primeiros 20 minutos da partida contra o Noroeste. Tocando bem a bola e envolvendo o adversário com facilidade no meio-de-campo, a equipe tricolor criou ótimas oportunidades.

A primeira delas aconteceu aos 4min, quando o meia Danilo tocou para Thiago. O camisa 19 não alcançou e a bola sobrou para Alex Dias. O atacante chutou cruzado, e o goleiro Mauro fez grande defesa.

Dois minutos depois, o volante Josué avançou pelo meio, passou por dois marcadores e rolou para Alex Dias. Desta vez, o camisa 11 se atrapalhou e não conseguiu chutar. O mesmo aconteceu aos 11min, quando Dias furou cruzamento de Thiago.

Depois de tantas chances desperdiçadas, o São Paulo diminuiu o ritmo e deu espaço para o Noroeste. No entanto, o time de Bauru não levou muito perigo ao gol defendido por Rogério Ceni, que bateu falta na barreira aos 19min da etapa inicial.

"Jogo duro é assim, não pode desperdiçar oportunidade. Tivemos chances claras e erramos demais nas finalizações. Mas acredito que no segundo tempo o gol sai", comentou o técnico Muricy Ramalho no intervalo da partida.

FIM DO JEJUM DE THIAGO
Destaque do São Paulo neste Campeonato Paulista, o atacante Thiago não marcava gols havia quatro partidas no certame estadual. Jejum que acabou na partida desta tarde, contra o Noroeste, aos 10min do segundo tempo.

Antes de balançar as redes do time de Bauru, o camisa 19 do time tricolor marcou duas vezes no empate contra o Bragantino, no dia 15 de fevereiro. Ele passou em branco diante de Paulista, Mogi Mirim, São Bento e Corinthians - contra a Ponte Preta ele estava suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo.

Neste período, no entanto, Thiago marcou pela Copa Libertadores da América. O atacante foi o responsável pelo quarto gol na goleada de 4 a 1 sobre o Cienciano, do Peru, no estádio do Morumbi.
E o comandante tricolor estava certo. Aos 10min do segundo tempo, o atacante Thiago aproveitou sobra na esquerda da grande área, após disputa de bola de Danilo com Hernani, e chutou cruzado para o fundo do gol de Mauro.

Inquieto à beira do gramado, o técnico Muricy Ramalho pedia aos jogadores mais atenção. Mas não adiantou. Aos 18min, o meia Lenílson fez belo lançamento para Leandrinho. O atacante chutou, Rogério Ceni defendeu e no rebote o jogador marcou.

Após o empate do Noroeste, o São Paulo pressionou ainda mais. Aos 32min, por exemplo, Richarlyson deu bom passe para Danilo. O meia bateu de primeira, e de virada, obrigando Mauro a executar grande defesa.

Os anfitriões continuaram no ataque até os 49min da etapa final, mas esbarraram nas boas defesas de Mauro e tropeçaram nas más finalizações.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Edcarlos, Alex (Leandro) e Fabão; Souza, Denílson, Josué, Danilo e Richarlyson; Alex Dias (Lima) e Thiago
Técnico: Muricy Ramalho

NOROESTE
Mauro; Paulo Sérgio, Reginaldo Nascimento, Edmílson e Cláudio; Hernani, Luciano Santos, Lenílson e Luciano Bebê (Marcelo); Rodrigo Tiuí (Otacílio Neto) e Leandrinho (Felipe Oliveira)
Técnico: Paulo Comelli

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Valter José dos Reis e Geraldo José Vollet Pinheiro
Cartões amarelos: Cláudio (N), Luciano Bebê (N), Leandro (SP), Denílson (SP), Reginaldo Nascimento (N), Otacílio Neto (N)
Gols: Thiago, aos 10min, Leandrinho, aos 18min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias