! Santos cumpre meta, elimina URT e foca o Paulista - 22/03/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  22/03/2006 - 23h44
Santos cumpre meta, elimina URT e foca o Paulista

Da Redação
Em São Paulo

Apresentado na noite desta quarta-feira à URT, o Santos mostrou sua força e já se garantiu nas oitavas-de-final da Copa do Brasil. No primeiro confronto da história entre os times, os paulistas levaram a melhor no estádio Zama Maciel, em Patos de Minas, e venceram por 3 a 1 para avançar no torneio.

FIFA DESTACA LUXEMBURGO
A boa campanha no Campeonato Paulista e a proximidade ao título regional renderam destaque a Vanderlei Luxemburgo no site da Fifa.

Nesta quarta-feira, a página da maior entidade do futebol mundial exibiu uma análise sobre o bom momento do Santos, ressaltando o comandante alvinegro.

"O treinador encontrou um time cheio de jogadores pouco conhecidos, mas isso não o impediu de mostrar sua mágica", dizia trecho da matéria.

"Luxemburgo usou sua conhecida habilidade para tirar o melhor de seus atletas e tornar o Santos uma equipe sólida, com uma defesa impenetrável e um competente contra-ataque", elogiou a entidade.
Com o triunfo, a equipe alvinegra assegura vaga na próxima fase sem a necessidade de realizar jogo "inoportuno" no dia 5 de abril. Inoportuno porque, na semana em questão, o Santos poderá viver clima de decisão no Campeonato Paulista. O duelo de volta aconteceria às vésperas da última rodada da competição local.

Líder do Estadual, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo está próximo de interromper jejum de 22 anos, já que não fatura o Paulista desde 1984. Por isso, embora a Copa do Brasil seja o caminho mais curto para a Copa Libertadores, a atenção santista, no momento, está dividida com as pretensões regionais.

Mas para conseguir eliminar a partida de volta contra a URT, o Santos "usou" experiência frustrante na fase anterior. Afinal, na estréia diante do Sergipe, em Aracaju, a equipe paulista estabeleceu a mesma meta e não passou de empate sem gols, precisando do segundo compromisso, em casa, para se classificar.

Agora, o Santos enfrenta o Brasiliense, responsável pela eliminação do Remo, na briga por lugar nas quartas-de-final da Copa do Brasil. Antes, porém, tenta garantir o título do Paulista, que ainda tem quatro rodadas a serem disputadas.

O próximo compromisso do Santos no Estadual será às 18h10 deste sábado, diante do Juventus, no estádio do Pacaembu, em São Paulo. Depois, o time ainda enfrenta Bragantino, São Paulo e Portuguesa.

O jogo
Antes da partida, Vanderlei Luxemburgo imaginou que a URT atuaria encolhida na defesa, aproveitando as reduzidas dimensões do campo, para depois explorar o contra-ataques. Quando a bola rolou, o cenário previsto pelo treinador se confirmou nos primeiros minutos.

No entanto, como o Santos não conseguiu exercer grande pressão, já que errou passes no setor ofensivo, o time mineiro se soltou mais em campo e equilibrou as ações no meio-campo. A equipe alvinegra reagiu e buscou adiantar sua marcação, dificultando a saída dos anfitriões.

A fórmula deu certo e, aos 21min, o Santos abriu o placar em sua primeira chance clara. Kléber cobrou escanteio da direita, a bola desviou e foi para a cabeça de Luiz Alberto, que ajeitou para Reinaldo. O atacante, tranqüilo, fez o domínio e chutou com precisão para inaugurar o marcador.

O gol fez a partida ficar mais aberta. A URT passou a se arriscar mais no ataque e deu trabalho a Fábio Costa em sua primeira intervenção. O zagueiro Bráulio apareceu de surpresa na área e bateu com força, exigindo boa defesa do goleiro santista, que ficou bastante ocupado nos últimos minutos.

Quando o confronto chegava aos 45min, o time mineiro sofreu importante baixa. O árbitro Sérgio da Silva Carvalho viu Mantena agredir Wendel com um soco no rosto e aplicou o cartão vermelho, deixando os anfitriões com um jogador a menos em campo.

Após o intervalo, antes que o Santos pudesse desfrutar de sua vantagem numérica, a URT chegou ao empate com quatro minutos de bola rolando. Em lançamento pelo meio, o experiente Ditinho aproveitou bobeada da defesa, invadiu a área e tocou entre as pernas de Fábio Costa, deixando tudo igual.

Como o resultado não lhe interessava, o time paulista partiu para o ataque. Aos 8min, Reinaldo carimbou o travessão de Williams em cabeceio. Vendo o pouco volume ofensivo, Luxemburgo colocou Rodrigo Tabata e Magnum em campo, tirando Wendel e Geílson, apagado no jogo e com dores na coxa.

As alterações, porém, surtiram pouco efeito até os 29min, quando o treinador santista abandonou o esquema 3-5-2 ao trocar o zagueiro Ronaldo Guiaro pelo meia Léo Lima. A resposta para as mexidas foi imediata. E para lá de positiva.

No minuto seguinte, o próprio Léo Lima justificou sua entrada em campo e recolocou o time alvinegro em vantagem. A festa paulista mal acabara e, aos 31min, Reinaldo marcou seu segundo gol no jogo ao receber passe de Cléber Santana, driblar o goleiro e tocar para o fundo das redes.

URT
Williams; Bráulio, Germano (Fernando) e Valdemir; Adriano; Rodrigo, Mantena, Thiago Vieira e Ivan (Saulo); Ditinho e Carioca (André)
Técnico: Souza

SANTOS
Fábio Costa; Julio Manzur, Luiz Alberto e Ronaldo Guiaro (Léo Lima); Fabinho, Heleno, Wendel (Magnum), Cléber Santana e Kléber; Reinaldo e Geílson (Rodrigo Tabata)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Zama Maciel, em Patos de Minas (MG)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Auxiliares: Enio Ferreira de Carvalho e Geni Garcez (ambos do DF)
Cartões amarelos: Ditinho (U), Heleno (S), Magnum (S)
Cartão vermelho: Mantena (U)
Gols: Reinaldo, aos 21min do primeiro tempo; Léo Lima, aos 30min, e Reinaldo, aos 31min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias