! Com pênalti no último minuto, Guarani empata - 25/03/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/03/2006 - 20h15
Com pênalti no último minuto, Guarani empata

Da Redação
Em São Paulo

Com um pênalti salvador e polêmico no último minuto, o Guarani empatou com o Santo André por 2 a 2 e evitou que sua situação no Campeonato Paulista ficasse ainda mais complicada. A partida, disputada neste sábado à noite, em Campinas, foi válida pela 16ª rodada do Estadual.

O assistente Roberto Gomes da Silva marcou pênalti inexistente de Diego Padilha em Goeber, aos 49min do segundo tempo, para o time da casa. Assim, o Guarani conseguiu um gol aos 52min, evitando que seu drama ficasse ainda maior. Mesmo assim, o time ainda continua na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 17 pontos.

A MISSÃO DO GUARANI
AdversárioDataLocal
Corinthians 30/03 fora
São Bento 02/04fora
Mogi Mirim 09/04casa
"Eu pensei que não existissem mais essas coisas no futebol. Acho que o juiz tem a cabeça dele e ele poderia ter decidido sobre o lance. Era um lance de linha de fundo e o juiz nem queria dar. Mas agora cabe à diretoria", disse o técnico do Santo André, Luiz Carlos Ferreira.

Envolvidos no principal lance da partida, o zagueiro Diego Padilha, do Santo André, e o volante Goeber, do Guarani, tentaram dar suas versões para o polêmico lance do pênalti.

"Se eu tivesse empurrado o Goeber, o árbitro tinha marcado, porque ele estava a cinco metros do lance. O bandeira estava a 20. Isso não existe", afirmou Diego Padilha, contrariando o que acredita o adversário.

"Antes daquele lance já tinha falado com os zagueiros dele que estavam me agarrando e poderiam prejudicar o time deles. Eles disseram que iam continuar me agarrando e foram prejudicados. Foi pênalti. Pode parabenizar o trio de arbitragem e especialmente o bandeira que eles acertaram", declarou Goeber.

Apesar do alívio pelo empate, a equipe de Campinas terá um grande desafio nas últimas rodadas. Faltando três rodadas para o fim do certame, o Guarani só disputará mais uma partida (na última rodada) em casa. Na próxima rodada, o time enfrenta o Corinthians, no Pacaembu, na quinta-feira, às 20h30

O Santo André perdeu a oportunidade de ficar em situação confortável e se afastar da área de descenso. Com o empate, a equipe subiu uma posição e está agora no 14° lugar.

Ao contrário do adversário deste sábado, o time do ABC ainda tem mais duas partidas a serem disputadas diante de sua torcida, inclusive a da próxima rodada. Na próxima quarta-feira, a equipe recebe o Rio Branco, às 20h30, no estádio Bruno José Daniel.

O jogo
Preocupadas em não ceder espaços, as duas equipes buscaram pouco o ataque e criaram poucas oportunidades. O Santo André começou o jogo um pouco melhor, e criou as primeiras chances. Logo aos 6min, após boa jogada de Rafinha, Roncatto tentou o chute, mas acabou carimbando a defesa.

O gol do Guarani só voltou a ser perturbado novamente aos 21 min. Leandrinho tocou para Elton, que, vendo o goleiro adiantado, tentou o toque por cobertura, mas mandou por cima do gol.

Em casa, e tentando deixar a zona de rebaixamento, o time de Campinas passou a se soltar mais e criou boas chances. Aos 31min, Elvis recebeu belo passe de Mariano, ganhou da defesa e bateu para a boa defesa de Julio César. Aos 34min, Juca cobrou falta, mas a bola acabou passando ao lado trave.

A MISSÃO DO SANTO ANDRÉ
AdversárioDataLocal
Rio Branco29/03casa
São Caetano02/04fora
Palmeiras09/04casa
Com o adversário indo para o ataque, a equipe do ABC também passou a ter mais liberdade. Aos 39min, Rafinha deixou Roncatto em boa condição na área do Guarani, mas o jogador chutou mal, isolando a bola. Três minutos depois, o mesmo atacante arriscou de longe e Fernando defendeu em dois tempos.

"Temos que ter paciência. O Santo André esta vindo ao jogo todo defensivamente. A gente está tentando movimentar, mas a marcação está muito forte", disse o meia do Guarani Elvis.

Precisando do resultado para deixar a área do descenso, o time da casa tentou atacar mais na segunda etapa. Logo aos 5min Elvis bateu de fora da área e Julio César caiu no canto para fazer a defesa. Três minutos depois, Adeílson cruzou para Nelsinho, que chegou chutando para a grande defesa do goleiro.

O Santo André passou a ter mais espaço e, em cinco minutos, conseguiu acertar dois contra-ataques, fazendo 2 a 0. Primeiro, aos14min, Leandrinho fez belo lançamento para Rafinha que, livre, tocou por cobertura, marcando um golaço. Aos 19min, o autor do primeiro gol passou por três e, na saída do goleiro, rolou para Roncatto empurrar para o gol vazio.

Perdendo por dois gols, o time da casa correu para buscar a recuperação e, aos trancos e barrancos, conseguiu diminuir. Aos 24min, Mariano cruzou da esquerda, Adeílson furou, mas Edmílson chutou mascado e a bola entrou devagar.

Aos 49min, o assistente Roberto Gomes da Silva se tornou personagem principal da partida. O bandeirinha marcou pênalti inexistente para o Guarani, causando muita discussão. Aos 52min, Edmílson cobrou e empatou a partida, evitando a derrota do time da casa.

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias