! São Paulo bate São Caetano e encosta na ponta - 20/05/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  20/05/2006 - 20h02
São Paulo bate São Caetano e encosta na ponta

Da Redação
Em São Paulo

Rubens Cavallari/Folha Imagem
Alex Dias comemora o gol da vitória do São Paulo, marcado aos 37min do 1º tempo
Buscando a reabilitação no Campeonato Brasileiro, o São Paulo recebeu a visita do São Caetano no Morumbi, venceu por 1 a 0, com gol de Alex Dias, e conseguiu evitar a seqüência negativa de três derrotas consecutivas, que não acontece desde 2004. A partida realizada neste sábado foi válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

A equipe tricolor vinha de duas derrotas seguidas. A primeira, válida pelas quartas-de-final da Libertadores, na qual o São Paulo foi derrotado por 1 a 0 pelo Estudiantes de La Plata, e a outra aconteceu no último domingo. A equipe perdeu por 3 a 1 para o Internacional, em Porto Alegre.

Com a vitória sobre o São Caetano, o time tricolor mantém o tabu de não sofrer três derrotas consecutivas. A última vez que isso aconteceu foi em 2004, quando a equipe era comandada por Cuca e perdeu para o Once Caldas (COL), em Manizales, por 2 x 1, na semifinal da Libertadores, para o Paysandu por 2 x 1, em Belém, e para o rival Palmeiras, por 2 x 1, no estádio do Pacaembu.

Além da manutenção do tabu, o triunfo serviu para o São Paulo chegar aos 12 pontos, encostar-se aos líderes Santos e Internacional, que têm 13 pontos e ingressar na zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

CONFUSÃO NOS CARTÕES
Uma atitude no aspecto disciplinar do árbitro Alício Pena Júnior causou uma confusão no segundo tempo da partida deste sábado, vencida pelo São Paulo.

No começo do segundo tempo, o juiz assinalou uma falta e mostrou o cartão amarelo na direção de Lugano e Josué. Jogadores do São Caetano entenderam que a advertência foi para o uruguaio.

Então, nos minutos finais, Lugano cometeu falta e foi advertido com o amarelo. Imediatamente, os atletas do time do ABC pediram a expulsão do uruguaio, mas Alício Pena nada fez, dando a entender que o primeiro cartão fora dado para Josué.
Sem poder escalar Leandro e Aloísio, suspensos pelo terceiro amarelo, e Thiago, machucado, Muricy montou um esquema utilizando Ricardo Oliveira e Alex Dias no ataque do São Paulo. E deu resultado.

O gol da vitória foi marcado aos 37min do primeiro tempo por Alex Dias. Mineiro fez belo lançamento e o atacante são-paulino dominou no peito antes de chutar para abrir o placar.

"Aqui no São Paulo, cada jogo tem que estar provando. Na partida de hoje [sábado] consegui fazer o gol da vitória e ajudar a equipe", disse Alex Dias, reserva do ataque tricolor.

Com a derrota, o São Caetano permanece com apenas seis pontos, ocupando a 15ª colocação, próximo à zona de rebaixamento. A derrota para o São Paulo foi a segunda consecutiva da equipe no certame. No último sábado, a equipe azulina foi derrotada pelo Juventude por 2 a 0, em São Caetano do Sul.

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira. O São Paulo encara o Palmeiras, no Morumbi, às 20h30, no clássico paulista da rodada. Já o São Caetano, recebe a visita do Atlético-PR, às 21h45, no Anacleto Campanella.

O jogo
Jogando em casa, o São Paulo começou a partida pressionando a equipe do São Caetano. Logo aos 6min, Alex Dias quase abriu o placar para a equipe tricolor. Após cruzamento da esquerda, o atacante desviou de cabeça e o goleiro Luiz fez boa defesa.

Aos 11min, os anfitriões voltaram a pressionar. Ricardo Oliveira recebeu cruzamento e cabeceou à queima-roupa. Mais uma vez, o goleiro Luiz salvou a equipe azulina. Aos 19min, quem salvou o São Caetano foi a trave. Júnior cruzou pelo lado esquerdo do ataque e Lugano cabeceou no poste.

SÃO CAETANO: JEJUM FORA
DataAdversárioPlacar
30/3Ponte Preta1 x 1
9/4América0 x 0
22/4Corinthians0 x 3
29/4Fortaleza1 x 2
20/5São Paulo0 x 1
Apenas dois minutos depois, a equipe tricolor armou uma bela jogada. Mineiro partiu com a bola dominada, tabelou com Alex Dias, invadiu a área e tocou na saída de Luiz. No entanto, Zé Luiz salvou em cima do gol, evitando o primeiro gol do São Paulo.

O São Caetano, desde o início do jogo, esteve perdido em campo. O time azulino não conseguiu chegar com consistência ao ataque. Em uma das poucas oportunidades criadas pela equipe visitante, o meia Élton cruzou com perigo e a zaga desviou. A equipe tricolor mostrou superioridade desde o início da partida, mas só conseguiu abrir o placar aos 37min da etapa inicial.

Mineiro cruzou com perfeição para Alex Dias, que dominou no peito e chutou firme para marcar o primeiro gol do São Paulo. "O Mineiro além de ser bom marcador, também sabe fazer cruzamentos", definiu o atacante do São Paulo.

REVOLTA DE SOUZA
O camisa 21 do São Paulo, Souza, acusou o juiz mineiro Alício Pena Júnior de persegui-lo durante a partida. O são-paulino contou que pediu para ser substituído no segundo tempo para não ser expulso pelo árbitro.

Revoltado, Souza reclamou ao final da partida que Roman "ficou me ameaçando, dizendo que ia me expulsar". O atleta, que levou o terceiro amarelo durante o jogo, cumpre suspensão automática e não enfrenta o arqui-rival Palmeiras na próxima quarta-feira.
Leia mais
"Precisamos manter o ritmo e melhorar no segundo tempo. A vantagem é boa, mas não podemos nos acomodar", afirmou Mineiro. E o São Paulo não se acomodou. Logo aos 6min da etapa final, Ricardo Oliveira se livrou da marcação na entrada da área e bateu para o gol. A bola acertou o travessão de Luiz.

Aos 9min do segundo tempo, Souza tentou driblar Triguinho, os dois trombaram e o jogador do São Paulo caiu dentro da área pedindo pênalti. O árbitro não marcou nada no lance.

Apesar de a equipe azulina ter saído mais para o jogo, o segundo tempo pareceu uma repetição da etapa inicial, quando o São Paulo pressionou em busca do gol e o São Caetano, apático, não conseguiu atacar com eficiência.

Mesmo com a vantagem no placar, a equipe tricolor permaneceu atacando. Aos 35min, Lenílson, que entrou no lugar de Danilo, acertou belo chute de fora da área e obrigou Luiz a fazer uma bela defesa.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Fabão, Lugano e André Dias; Souza (Ramalho), Mineiro, Josué, Danilo (Lenílson) Júnior; Ricardo Oliveira e Alex Dias
Técnico: Muricy Ramalho

SÃO CAETANO
Luiz; Thiago, Luisão e Gustavo; Ânderson Lima, Zé Luís, Marabá (Preto), Élton (Leandro Lima) e Triguinho; Wellington Amorim (Fábio Luís) e Marcelinho
Técnico: Nelsinho Baptista

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Alexandre Santos Conceição (ambos de MG)
Cartões amarelos: Gustavo (SC), Wellington Amorim (SC), Triguinho (SC), Fabão (SP), Souza (SP), Josué (SP), Lugano (SP)
Gol: Alex Dias, aos 37min do primeiro tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias