! Vasco e São Paulo empatam e não saem do jejum - 28/05/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  28/05/2006 - 20h03
Vasco e São Paulo empatam e não saem do jejum

Da Redação
No Rio de Janeiro

O empate por 1 a 1 entre Vasco e São Paulo, em São Januário, mantém as duas equipes em jejum no estádio. O jogo, válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, aconteceu na noite deste domingo.

JEJUM EM CASA NO BRASILEIRO
PlacarAdversárioRodada
1x1Internacional
2x4Corinthians
1x1São Paulo
Para o Vasco, esta igualdade é a segunda conquistada em seus domínios. Na estréia da equipe no certame, o resultado da partida contra o Internacional acabou em 1 a 1. Já no outro encontro, menor sorte: depois de abrir 2 a 0, o Vasco permitiu a virada do Corinthians, que venceu por 4 a 2.

Além disso, após este jogo com o São Paulo, a equipe fica perigosamente rondando a zona do descenso, com nove pontos. E o time, que chegou a ficar 12 partidas invicto, teve uma queda sensível de produção. Nas últimas cinco partidas, dois empates e três derrotas ocorreram.

Para piorar a situação, o time carioca ainda perdeu seu principal jogador e capitão Edílson. Aos 22min, o atacante disputou uma jogada com o zagueiro Lugano, sentiu o tornozelo e teve de deixar o gramado carregado pela maca.

A comemorar, para a torcida, aos menos o fato de o ponto conquistado ter sido suficiente para o Vasco deixar a zona de rebaixamento. O rival Flamengo perdeu no Maracanã para o Fluminense, por 1 a 0, e é o novo integrante do setor crítico da tabela, com oito pontos.

Já o São Paulo perdeu ótima chance de subir à segunda colocação. Como Internacional e Cruzeiro empataram, em Porto Alegre, bastava à equipe uma vitória simples para chegar à vice-liderança. Porém, o time não suportou a vantagem no placar e permitiu o empate vascaíno.

JEJUM NA CASA VASCAÍNA
PlacarCampeonatoAno
Vasco 7x1 S. PauloBrasileiro2001
Vasco 1x0 S. PauloCopa BR2002
Vasco 3x2 S. PauloBrasileiro2003
Vasco 0x0 S. PauloBrasileiro2004
Vasco 3x1 S. PauloBrasileiro2005
Vasco 1x1 S. PauloBrasileiro2006
Ao contrário disso, o São Paulo perdeu uma posição. Com 16 pontos, o time foi ultrapassado pelo Santos e ocupa a quinta posição, fora, portanto, da zona de classificação à Libertadores.

Na próxima rodada, o São Paulo encara o líder Fluminense, quarta-feira, às 21h45, no estádio do Morumbi. Já o Vasco terá de ir ao Ceará pegar o Fortaleza, ás 19h30 do mesmo dia, no Castelão.

O jogo
A partida começou com as duas equipes se estudando e criando pouco. Somente aos 10min, a primeira boa chance do Vasco foi desperdiçada por Faioli, que chutou da entrada da área e a bola saiu próxima à trave de Bosco.

Porém, a resposta do São Paulo veio 1min depois. E foi mortal. Aos 11min, Alex Dias recebeu na área, colocou na frente e, no meio dos zagueiros vascaínos, chutou de direita, no alto, para abrir o placara favor dos visitantes em São Januário. O jogador, que defendeu o time carioca até este ano, não comemorou. O Vasco respondeu aos 19min, em uma bomba de falta de Andrade, defendida em dois tempos por Bosco.

Aos 30min, Bosco, que vinha bem no jogo, quase complicou a vida do São Paulo. O goleiro saiu da área ara cortar um lançamento e acabou perdendo o tempo da bola. Edílson, que esperava a definição do goleiro, tentou chutar de pé direito, mas a bola foi fraca e o zagueiro Lugano cortou para escanteio. Aos 36min, Abedi puxou contra-ataque e tocou para Edílson, mas Mineiro, último homem da defesa são-paulina, conseguiu cortar a bola.

Depois deste lance, o jogo caiu em qualidade, e a vantagem mínima do time visitante foi mantida até o fim do primeiro tempo. Contudo, o atacante Edílson disse que o Vasco foi melhor. "O time começou mal, mas depois melhorou. Tivemos até mais volume de jogo, mas ainda está faltando um algo mais para conseguirmos o gol. Se bater o desespero é pior", ressaltou o Capetinha.

Para o segundo tempo, o técnico Renato Gaúcho pediu que seus jogadores apertassem a marcação na defesa do São Paulo. Os jogadores atenderam, e a tática surtiu efeito. Tanto que, aos 9min, Ernane cobrou falta na cabeça de Ygor, que desviou e tirou do alcance do goleiro Bosco. O São Paulo respondeu aos 14min, mas o chute de Ricardo Oliveira bateu na rede pelo lado de fora. Um minuto depois, no entanto, Ernane fez fila e perdeu ótima chance de desempatar a partida, chutando para fora.

O Vasco voltou a assustar aos 19min. Edílson, quase na pequena área, chutou. A bola desviou, subiu e, quando descaía dentro do gol são-paulino, o goleiro Bosco esticou a mão para fazer uma ótima defesa.

E aos 22min, uma disputa de bola tirou Edílson da partida. Ao tentar chutar, o atacante foi travado pelo zagueiro Lugano, que, involuntariamente, acertou o tornozelo do jogador. O Capetinha sentiu muitas dores e teve de deixar o gramado na maca. Em seu lugar, entrou Valdir Papel. E foram dos pés dele, aos 31min, que duas grande chances surgiram. Em ambas, porém, o goleiro Bosco apareceu muito bem, salvando o São Paulo de levar a virada.

Após este lance, os dois times ainda tiveram poucas chances no ataque, mas demonstraram afobação no momento da finalização. Desta forma, o empate acabou sendo o resultado mais justo no estádio de São Januário.

VASCO
Cássio; Wagner Diniz, Fábio Braz, Jorge Luiz e Diego; Ygor, Andrade (Ives), Abedi e Morais (Ernane), Edílson (Valdir Papel) e Faioli
Técnico: Renato Gaúcho

SÃO PAULO
Bosco; Fabão, André Dias e Lugano; Souza, Mineiro, Ramalho, Danilo (Leandro) e Richarlisson (Lúcio); Alex Dias e Ricardo Oliveira (Lenilson)
Técnico: Muricy Ramalho

Data: 28/5/2006
Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Auxiliares: Rogério Carlos Rolim e Aparecido Donizetti Santana (ambos do PR)
Cartões amarelos: Lugano (S), Andrade (V), Ramalho (S)
Gols: Alex Dias, aos 11min do primeiro tempo; Ygor, aos 9min do segundo tempo

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias