! Atlético-PR vence o Santos e 'tira' rival da ponta - 30/08/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  30/08/2006 - 23h58
Atlético-PR vence o Santos e 'tira' rival da ponta

Da Redação
Em São Paulo

Em plena ascensão no Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR venceu o Santos por 2 a 1, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, e acabou com a esperança da equipe paulista de assumir a liderança da competição pelo menos até quinta-feira, quando o São Paulo enfrenta o Fortaleza, no Morumbi.

24Faltas cometidas14
8Finalizações certas4
11Finalizações erradas5
165Passes certos276
58Passes errados52
6Dribles9
ATLÉTICO-PR X SANTOS
O time rubro-negro chegou a sua terceira vitória consecutiva no Brasileiro, se distanciou ainda mais da zona de rebaixamento e, de quebra, ainda conseguiu ficar entre os que se classificam para a Copa Sul-Americana no ano que vem com 27 pontos ganhos. Já o Santos, permanece com 35 e pode ver a diferença para o líder São Paulo aumentar de três para seis pontos.

Durante a partida, o Santos voltou a demonstrar falta de criatividade para chegar ao gol adversário e foi dominado pelo Atlético-PR durante os dois tempos. Apesar do placar, o time da casa teve algumas oportunidades, principalmente no primeiro tempo.

O primeiro gol, de Marcos Aurélio, porém, saiu apenas aos 5min da segunda etapa. Após abrir o placar, o Atlético-PR continuou melhor e ainda ampliou o marcador aos 40min, com William, que entrou no lugar de Dênis Marques no ataque. O Santos diminuiu com Rodrigo Tiuí.

"O Atlético-PR jogou com propriedade e poderia sair no primeiro tempo com uma vantagem de um ou dois gols. Quando conseguimos corrigir alguns erros tomamos um gol. Mas esse é o futebol. Prefiro dar méritos a eles a criticar minha equipe", afirmou o técnico Vanderlei Luxemburgo após o jogo.

Com este resultado, a equipe alvinegra continua sem triunfar longe da Vila Belmiro equipes de fora do estado paulista. Até agora, só venceu os clássicos contra São Paulo e Palmeiras. Para o treinador santista, "time que quer ser campeão precisa somar pontos fora".

PAULO RINK ESTÁ DE VOLTA
O Atlético-PR anunciou nesta quarta-feira a contratação do atacante Paulo Rink. Ídolo do clube em meados dos anos 90, quando formava a dupla de ataque com Oséas, o jogador chegou a ser naturalizado alemão para atuar na seleção do país sede da Copa do Mundo deste ano.
LEIA MAIS SOBRE O REFORÇO
ASSISTA AOS GOLS
Agora, o Santos vira torcedor do Atlético-PR. O time de Curitiba será o adversário do São Paulo no dia 30 de setembro, no jogo que falta à equipe do Morumbi para igualar o número de partidas de seus adversários. O confronto foi adiado por conta da final da Libertadores, entre o atual líder do Brasileiro e o Internacional, que se sagrou campeão do torneio sul-americano.

Na próxima rodada, enquanto o Atlético-PR tenta manter a ascensão no campeonato no jogo contra o Botafogo, na Arena da Baixada, às 16h do domingo, o Santos faz o clássico paulista da rodada com o Palmeiras, na Vila Belmiro, no mesmo horário.

O jogo
Atuando em casa, o Atlético-PR queria manter a boa fase no Campeonato Brasileiro chegando a sua terceira vitória consecutiva. Com isso, o time do técnico Vadão foi para cima do Santos e dominou todo o primeiro tempo.

Com o jogo aberto, a equipe rubro-negra conseguiu se posicionar no campo santista, mas sem imprimir uma forte pressão sobre o adversário. As melhores chances apareceram nas tentativas de longa distância. Depois de colocar um chute de Cristian para escanteio logo aos 3min de jogo, Fábio Costa voltou a fazer boa defesa aos 17min, quando o mesmo Cristian bateu forte da entrada da área.

O melhor momento santista na primeira etapa foi aos 21min. André cobrou falta da intermediária e Manzur assustou o estreante goleiro Navarro Montoya, ao cabecear para fora. A bola passou muito perto da trave esquerda da meta atleticana.

LUXEMBURGO FALA
O técnico Vanderlei Luxemburgo acredita que a falta de "interesse" do Santos na partida contra o Atlético-PR causou a derrota.

"O Atlético-PR botou a bunda no chão. Faltou ao nosso time sair de campo com o calção sujo, e não limpinho", disparou o treinador.

Luxemburgo, que tem pedido reiteradamente a contratação de reforços para o time santista, comentou ainda a possibilidade de contratação do meia Zé Roberto, que disputou a Copa pela seleção e também negocia com o São Paulo e clubes do exterior.

"Se o Santos contratar o Zé Roberto, o time terá um ganho enorme. Houve o contato e as coisas ainda podem acontecer para nós", afirmou.
TÉCNICO COMENTA O JOGO
ZÉ ROBERTO INTERESSA
Após um momento em que a partida ficou truncada, com muitas faltas, o Atlético-PR voltou a assustar. Aos 38min, Marcos Aurélio recebeu sem marcação e fez o gol, mas o árbitro apontou o impedimento. Dois minutos depois, Cristian perdeu uma grande chance ao chutar bola para fora, de dentro da pequena área.

Na volta do intervalo, o Atlético-PR continuou melhor e chegou ao gol aos 5min. Marcos Aurélio recebeu de costas para a meta de Fábio Costa, se livrou da marcação e chutou livre, no canto esquerdo do goleiro santista, que nada pôde fazer.

Após sair atrás no placar, o Santos ainda correu em busca do empate. No entanto, demonstrou falta de criatividade no ataque e pouco assustou o goleiro argentino Navarro Montoya. O time de Vanderlei Luxemburgo esbarrou sempre na zaga bem postada da equipe da casa.

O Atlético-PR, por sua vez, tentou sair jogando em velocidade e levou mais perigo no ataque, mesmo não tendo criado uma grande oportunidade. A melhor chance foi com Dênis Marques, que partiu pela esquerda e chutou forte, para fora do gol de Fábio Costa.

Porém, aos 40min, Válber cobrou uma falta da direita na cabeça de William, que subiu bem e definiu a partida em favor do time rubro-negro. Os dois haviam acabado de entrar no jogo. No final, em uma bobeira da zaga atleticana, Rodrigo Tiuí descontou para o Santos.

ATLÉTICO-PR
Navarro Montoya; Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir, Cristian, André Rocha e Fabrício (Válber); Dênis Marques (William) e Marcos Aurélio (Herrera)
Técnico: Vadão

SANTOS
Fábio Costa; Domingos (Heleno), Ávalos e Manzur; Denis, Maldonado, Cléber Santana, André (Rodrigo Tabata) e Kléber, Jonas (Rodrigo Tiuí) e Leandro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Arena da Baixada, em Curitiba/PR
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira/RJ
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues Elson Passos Sena Filho/RJ
Cartões amarelos: Jonas (S), Leandro (S), Michel (A), Domingos (S), Ávalos (S) Jancarlos (A), Heleno (S)
Gols: Marcos Aurélio aos 5min, William aos 40min e Rodrigo Tiuí aos 47min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias