! São Paulo vence o Santa Cruz e mantém vantagem - 03/09/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  03/09/2006 - 20h04
São Paulo vence o Santa Cruz e mantém vantagem

Da Redação
Em São Paulo

CENAS DA PARTIDA
Photocamera
Lenílson disputa bola com Glauco
Photocamera
Thiago sofre falta de Glauco
PÁGINA DO SÃO PAULO
PÁGINA DO SANTA CRUZ
FOTOS DA RODADA
No jogo que marcava o encontro entre o líder e o lanterna do Campeonato Brasileiro, deu a lógica. O São Paulo venceu o Santa Cruz por 3 a 1 neste domingo, no estádio do Arruda, em Recife, manteve a vantagem de quatro pontos em relação ao Santos, e ainda quebrou uma série de dois jogos sem vitórias na competição.

Com mais três pontos, o São Paulo chega aos 42, não deixa o Santos (que goleou o Palmeiras na Vila Belmiro) encostar, e faz o clássico contra o Corinthians no próximo domingo com a garantia de que vai continuar líder, independentemente do resultado. Já o Santa, permanece na última colocação com 18 pontos, agora a quatro do vice-lanterna Fortaleza.

Esta foi apenas a segunda vitória são-paulina atuando na casa do adversário. A primeira havia sido nos 3 a 1 sobre a Ponte Preta. O time de Muricy venceu nove vezes atuando no Morumbi e uma em São José do Rio Preto, no clássico com o Corinthians.

E a vitória desta noite veio apesar dos desfalques. Júnior, lesionado, e Mineiro, Danilo e Leandro, suspensos, não atuaram e os jogadores substitutos não conseguiram render, demonstrando clara falta de entrosamento. Sem conseguir criar muitas chances de gol, o time de Muricy Ramalho pôde contar mais uma vez com o goleiro-artilheiro Rogério Ceni.

Após perder um pênalti no jogo contra o Fortaleza, no meio de semana, o camisa 1 tricolor abriu o placar em Recife em cobrança de falta. Foi o quinto gol dele neste Campeonato Brasileiro, o que o coloca como vice-artilheiro da equipe, atrás apenas de Lenílson, que tem sete.

E após dominar todo o primeiro tempo, o São Paulo não contava com uma reação pernambucana. Logo aos 5min do segundo tempo, o estreante Jorge Henrique aproveitou falha da zaga da equipe paulista e empatou o jogo. No entanto, o atacante Thiago fez o segundo gol tricolor aos 34min e o terceiro aos 39min e garantiu a vitória.

Na próxima rodada, o Santa Cruz vai a Campinas enfrentar a Ponte Preta, no sábado, às 16h. Já o São Paulo faz o clássico com o Corinthians, domingo, às 16h, no estádio do Morumbi. Antes, porém, o time de Muricy Ramalho vai a Buenos Aires na quinta-feira enfrentar o Boca Juniors, na disputa da Recopa Sul-Americana.

O jogo
Precisando da vitória para continuar com uma vantagem de quatro pontos sobre os vice-líderes do Campeonato Brasileiro, o São Paulo foi a campo com alguns desfalques, o que dificultou um pouco o entrosamento no meio-de-campo.

Mesmo assim, o time do Morumbi conseguiu dominar todo o primeiro tempo e chegou na cara do gol de Guto logo aos 4min. Thiago lançou para Aloísio na área, o atacante são-paulino dominou e o goleiro saiu para abafar o chute. Seis minutos depois, Souza acertou a trave em uma cobrança de falta.

DESTINO: EUROPA
O São Paulo pode perder mais dois jogadores importantes para a temporada que vem. O volante Mineiro e o meia Danilo têm contrato com o clube até o final do ano e ainda não entraram em acordo para permanecerem no Morumbi. Ambos têm propostas de clubes do exterior.

Segundo os procuradores dos atletas afirmaram ao Jornal Folha de S. Paulo, Mineiro e Danilo tem propostas para deixar o São Paulo. O camisa 10 pode até ficar caso o clube aceite comprar seus direitos federativos, já o volante sofre um assédio maior e dificilmente permanece no Morumbi.

Danilo não atravessa uma boa fase no clube e com a chegada de Lenílson, contratado após o Campeonato Paulista deste ano, o camisa 10 tricolor ganhou concorrência na posição. A torcida do São Paulo, inclusive, vem pedindo essa substituição em todos os jogos, mas Muricy Ramalho mantém o atleta na equipe.

Já Mineiro chegou ao São Paulo quieto e ganhou um grande espaço, conseguindo até ir para a Copa do Mundo da Alemanha. Autor do gol do título mundial no ano passado sobre o Liverpool, o volante se tornou o grande xodó da torcida são-paulina.
Depois disso, o jogo ficou pegado no meio-campo e nenhuma das duas equipes conseguiu criar. No entanto, aos 25min, Rogério Ceni cobrou uma falta da entrada da área, a barreira abriu e a bola ainda quicou no chão antes de entrar, atrapalhando o goleiro.

Mesmo com 1 a 0 no placar, o São Paulo continuou desorganizado e chegou ao gol adversário apenas aos 36min, com um chute de Josué de fora da área. Quatro minutos depois, Richarlyson aproveitou um cruzamento da esquerda, subiu mais que a zaga do Santa Cruz e cabeceou no travessão.

A única chance do time da casa na primeira etapa foi no final. Aos 44min, Osmar recebeu na área, pela direita, e chutou cruzado para defesa de Rogério Ceni, que colocou para escanteio.

No entanto, no segundo tempo, o Santa Cruz voltou melhor e conseguiu chegar ao empate logo aos 5min. Jorge Henrique aproveitou uma falha da zaga são-paulina e saiu cara-a-cara com Rogério Ceni, para marcar logo em seu jogo de estréia.

No minuto seguinte, o mesmo Jorge Henrique aproveitou cruzamento da esquerda e, de peixinho, acertou a trave do gol do São Paulo. Depois disso, o time da casa começou a dominar a partida e saiu em busca da virada.

Porém, a melhor chance só apareceu aos 28min. Nenê recebeu na direita, já dentro da área e chutou mal, por cima do gol de Rogério Ceni. Sem conseguir a virada, o Santa sofreu com a eficiência são-paulina e levou dois gols.

Aos 34min, Richarlyson cruzou da direita e achou Thiago livre dentro da área para marcar. Cinco minutos depois, o mesmo Thiago recebeu bom passe, cortou Márcio Alemão e chutou para definir a vitória do São Paulo.

SANTA CRUZ
Guto; Márcio Alemão, Váldson e Sidraílson (Zada); Osmar, Júnior Maranhão, Augusto Recife, Washington (Fabrício Ceará) e Cássio; Nenê e Jorge Henrique (Edson Di)
Técnico: Maurício Simões

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Alex Silva, Fabão e Edcarlos; Souza (Ilsinho), Richarlyson, Josué (Ramalho), Lenílson e Lúcio, Aloísio (Alex Dias) e Thiago
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio do Arruda, em Recife (PE)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa/RJ)
Assistentes: José Cláudio Paranhos (RJ) e Beival do Nascimento Souza (RJ)
Cartões Amarelos: Richarlyson (SP), Sidraílson (SC), Márcio Alemão (SC), Josué (SP), Váldson (SC), Alex Silva (SP), Aloísio (SP)
Gols: Rogério Ceni, aos 25min do primeiro tempo; Jorge Henrique, aos 5min, e Thiago aos 34min e aos 39min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias