! São Paulo goleia o Juventude e abre oito pontos - 14/10/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  14/10/2006 - 20h00
São Paulo goleia o Juventude e abre oito pontos

Da Redação
Em São Paulo

O São Paulo previa um jogo "chato" neste sábado no Morumbi. No entanto, o confronto com o Juventude teve todos os ingredientes importantes para deixar uma partida emocionante. O grande público que compareceu ao estádio tricolor viu Rogério Ceni perder um pênalti, e dois jogadores adversários serem expulsos antes de o líder do Campeonato Brasileiro construir uma goleada por 5 a 0.

OS GOLS DO SÃO PAULO
Vipcomm
Danilo abre o placar no Morumbi
Vipcomm
Ilsinho amplia para 2 a 0
Folha Imagem
Leandro marca o terceiro
Vipcomm
Alex Silva marca de cabeça
Folha Imagem
Aloísio completa a goleada
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
VEJA FOTOS DA RODADA
ASSISTA AOS GOLS
Com a vitória, a terceira consecutiva no Brasileiro, o São Paulo foi aos 59 pontos e ampliou para oito a vantagem para o vice-líder Grêmio, que venceu o São Caetano e tomou o posto do Santos, derrotado pelo Botafogo. O Juventude, por sua vez, permanece com 38 pontos e segue nas posições intermediárias da tabela.

"Temos que pensar em trabalhar. Todos falam que o São Paulo é campeão, mas só se é campeão quando o campeonato acaba. Mas se continuarmos trabalhando dessa forma, tenho certeza que vamos conquistá-lo. Mas não tem nada ganho ainda", ponderou o atacante Aloísio.

Logo aos 6min do jogo deste sábado, Rogério Ceni cobrou um pênalti por cima do gol de André. Porém, com os dois jogadores do Juventude expulsos, o time da casa teve seu caminho facilitado. Antônio Carlos, que já tinha o amarelo, cometeu falta e recebeu o segundo cartão. Já Lauro reclamou com o juiz sobre o lance e também foi expulso de campo.

"O São Paulo é um time grande, não precisa disso para ser campeão. Mas 'o de preto' expulsou dois, sem motivo algum, e acabou com a gente. Com 3 a 0 no placar não tem mais jeito, e o palhaço é o juiz", reclamou o meio-campista Marcel no intervalo do jogo.

Até a partida deste sábado diante do Juventude, o São Paulo tinha apenas a nona melhor média de público atuando como mandante. No entanto, a diretoria do clube do Morumbi resolveu colocar os ingressos de arquibancada a R$ 10 (sem contar uma promoção de uma empresa alimentícia). Com a entrada mais barata e motivado pela proximidade do título nacional, o torcedor tricolor compareceu em peso à partida para apoiar a equipe diante dos gaúchos de Caxias do Sul.

E com o apoio de mais de 55 mil torcedores, o São Paulo chegou ao recorde de público e não decepcionou. Diferentemente do que aconteceu na partida contra o Corinthians (quando também jogou com dois homens a mais durante grande parte do clássico e não conseguiu vencer), o time tricolor fez cinco gols. Danilo, Ilsinho, Leandro, Alex Silva e Aloísio deram mais uma vitória ao líder do Brasileirão.

Na próxima rodada, o São Paulo faz o esperado jogo contra o Grêmio, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Já o Juventude recebe o Fluminense em Caxias do Sul. As duas partidas acontecem no próximo domingo, às 18h10.

O jogo
Durante a semana, o técnico Muricy Ramalho disse que o jogo diante do Juventude seria "chato". Porém, não foi isso o que se viu no início da noite deste sábado no Morumbi. Jogando em casa, com o apoio maciço de seu torcedor, o São Paulo foi para cima do Juventude e conseguiu um pênalti logo aos 5min.

Josué recebeu dentro da área, foi derrubado e o árbitro marcou a infração. Na cobrança, porém, Rogério Ceni pegou mal na bola e chutou por cima do gol de André. Depois disso, o time do Morumbi pareceu abatido e parou de pressionar.

Mas, aos 34min, Antônio Carlos, que já tinha o cartão amarelo, cometeu falta em Aloísio na entrada da área gaúcha e foi expulso. Inconformado com a atitude do juiz, Lauro reclamou, empurrou o árbitro e também recebeu o vermelho. Para piorar para o Juventude, na cobrança da falta, Rogério rolou para Danilo acertar um chute rasteiro e abrir o placar, aos 37min.

Com dois a menos, o Juventude se perdeu em campo e o São Paulo aproveitou para ampliar a vantagem. Aos 41min, Josué arriscou um chute de fora da área, André deu rebote e Ilsinho apareceu para completar para o gol.

Três minutos depois, Souza cruzou da direita e Leandro, da marca do pênalti, cabeceou para o fundo das redes do time gaúcho. Antes de entrar, a bola ainda tocou caprichosamente o pé esquerdo da trave.

No segundo tempo, o São Paulo tirou o pé do acelerador. Tocando bastante a bola, o time de Muricy Ramalho pouco apertou os visitantes. A melhor chance foi apenas aos 17min. Souza invadiu a área pela direita e chutou cruzado. A bola desviou em Aloísio e a zaga conseguiu afastar o perigo.

Porém, o São Paulo ainda conseguiu ampliar a vantagem. Alex Silva aproveitou cobrança de escanteio da direita e marcou de cabeça, aos 33min. Depois disso, Aloísio ainda fechou a goleada aos 42min. Em nova cobrança de escanteio, o atacante completou para o fundo das redes.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Ilsinho (Thiago), Alex Silva, Miranda e Júnior (Lenílson); Josué (Ramalho), Mineiro, Danilo e Souza; Leandro e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

JUVENTUDE
André; Fábio, Antonio Carlos e Igor; Camazzola, Walker (Fernando), Lauro, Marcel e Márcio Rosário; Christian (Leandrinho) e Cristiano (Rafael)
Técnico: Ivo Wortmann

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Gilson Pereira e José Amilton Pontarolo (PR)
Cartões amarelos: Antônio Carlos (J), Ilsinho (SP), Márcio (J)
Cartões vermelhos: Antônio Carlos (J) e Lauro (J)
Gols: Danilo, aos 37min, Ilsinho, aos 41min, e Leandro, aos 44min do primeiro tempo; Alex Silva, aos 33min, e Aloísio aos 42min do segundo tempo

Leia mais

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias