! São Paulo vence o Goiás fora de casa e fica a uma vitória do título - 12/11/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  12/11/2006 - 17h57
São Paulo vence o Goiás fora de casa e fica a uma vitória do título

Da Redação
Em São Paulo

Uma vitória. Isso é tudo que o São Paulo precisa nas três últimas rodadas para conquistar o Campeonato Brasileiro - competição que não fatura desde 1991. O time tricolor visitou o Goiás neste domingo, venceu por 2 a 0 no Serra Dourada e manteve a confortável vantagem de sete pontos para o vice-líder Internacional. Com isso, tem duas oportunidades seguidas para levantar a taça no Morumbi.

VITÓRIA SÃO-PAULINA
Folha Imagem
Volante Josué marca adversário do Goiás na partida deste domingo no Serra Dourada
Folha Imagem
Jogadores comemoram gol de Fabão, o segundo da vitória por 2 a 0 em Goiânia
Folha Imagem
Torcida são-paulina já começa a fazer a festa pelo título cada vez mais provável
FOTOS DOS JOGOS DE DOMINGO
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
"Estamos muito perto. Trabalhamos muito duro para chegar até aqui e falta pouco agora. Isso é reflexo do nosso esforço e precisamos manter esse esforço nos últimos jogos para confirmar esse título", disse o volante Mineiro, autor do primeiro gol do São Paulo neste domingo.

O triunfo sobre o Goiás ofereceu ao São Paulo duas chances consecutivas de dar a volta olímpica em seu estádio. Nas próximas rodadas, o time tricolor jogará contra Atlético-PR e Cruzeiro no Morumbi. Se vencer um desses jogos (ou se o Internacional sofrer um revés), a equipe paulista conquistará o Campeonato Brasileiro pela primeira vez em seus domínios.

"A torcida gritou 'é campeão' no último jogo que fizemos em casa [vitória por 3 a 0 sobre o Botafogo], mas nós dissemos que ainda era cedo. Se ganharmos mais um jogo, aí nós vamos gritar junto com eles. Espero que isso se concretize no nosso estádio", planejou o meia Souza, que saiu de campo visivelmente emocionado.

A arrancada final do São Paulo no Campeonato Brasileiro tem dois grandes destaques. O primeiro é o volante Mineiro, autor de dois gols nos últimos três jogos. Além disso, chama atenção o desempenho da defesa tricolor, que não sofreu um gol sequer nas últimas três partidas. Com isso, a equipe paulista confirmou o bom momento e alcançou neste domingo o décimo jogo seguido sem perder (sete vitórias e três empates).

Se o São Paulo vê o título do Campeonato Brasileiro cada vez mais próximo, o Goiás tem sua meta mais distante. O time esmeraldino postulava uma vaga na Libertadores de 2007 até a rodada passada, mas duas derrotas consecutivas (a equipe do Cerrado havia perdido para o Flamengo na última quarta) praticamente encerraram esse sonho.

"Nós sabíamos que não podíamos vacilar. Enfrentamos um grande time e até tivemos mais posse de bola no primeiro tempo. Mas o São Paulo se aproveitou dos nosso momentos de desatenção e mostrou por que é o time que está tão perto do título", analisou o treinador esmeraldino Geninho.

O Goiás voltará a campo no próximo domingo, dia 18 de novembro, às 18h10. O time esmeraldino visitará o Botafogo no Rio de Janeiro. E se antes o sonho era a Libertadores, agora a equipe de Geninho precisa vencer para se manter na zona de classificação para a Copa Sul-Americana de 2007.

O jogo
"O São Paulo tem um grande time e nós precisamos respeitar isso. Mas não podemos ficar só na defesa", disse o técnico Geninho, do Goiás, antes do início da partida deste domingo. Em campo, a equipe esmeraldina justificou o discurso de seu comandante e, a despeito de ter começado marcando atrás, criou três oportunidades para marcar nos primeiros minutos (Nonato cabeceou para fora aos 2min, Welliton assustou em chute de fora da área aos 4min e Robson Luiz concluiu à esquerda de Bosco aos 5min).

Se o Goiás teve mais volume de jogo, o São Paulo foi mais eficiente. Na primeira vez em que chegou ao ataque, aos 9min, a equipe visitante abriu o placar no Serra Dourada. Mineiro conduziu a bola pela meia esquerda e arriscou um chute de fora da área, com efeito, que entrou no ângulo esquerdo de Harlei. "Foi importante. Eles estavam bem no jogo e o gol deu uma tranqüilizada na nossa equipe", ponderou o camisa 7 do time tricolor.

Em vez de alterar, o gol de Mineiro intensificou o panorama registrado nos minutos iniciais. O Goiás seguiu com mais posse de bola e criou mais oportunidades para marcar, mas não teve eficiência. E o São Paulo, quando chegou, voltou a balançar as redes. Souza cobrou escanteio da direita aos 17min, Fabão se antecipou ao zagueiro Leonardo e cabeceou de dentro da área, com força, sem chance de defesa para Harlei.

O segundo gol fez o São Paulo, que já havia começado a partida com uma marcação recuada, se fechar ainda mais. Com isso, a equipe tricolor ofereceu o domínio da bola ao Goiás. Em contrapartida, os visitantes concentraram muitos jogadores em seu campo defensivo e reduziram os espaços para os donos da casa. "Nós pisamos um pouco no freio mesmo. O calor estava muito forte e precisávamos dosar para manter o ritmo", confessou o zagueiro Fabão, titular do time paulista.

Diante de uma marcação muito forte do São Paulo e com espaço até a intermediária, o Goiás teve a finalização de longa distância como principal arma no fim do primeiro tempo. Foi assim que a equipe da casa criou duas oportunidades para marcar, aos 30min e aos 32min. Na primeira, aos 30min, Welliton chutou de fora da área e obrigou Bosco a praticar defesa complicada em seu canto direito baixo. Dois minutos depois, Jadílson bateu de primeira da meia direita e um desvio no meio do caminho quase enganou o goleiro tricolor, que viu a bola passar à sua esquerda.

O Goiás só começou a encontrar espaços na marcação do São Paulo no segundo tempo, sobretudo porque começou a usar mais as laterais do gramado. Foi assim que o time esmeraldino quase balançou as redes aos 9min, quando Vitor cruzou da direita para Robson Luiz, que dominou dentro da área e chutou de pé direito. A bola passou acima do travessão defendido por Bosco.

Aos poucos, porém, o São Paulo acabou com o momento positivo do Goiás - que tinha mais domínio de bola desde a etapa inicial. O time paulista criou duas oportunidades para ampliar sua vantagem no início do segundo tempo. Na primeira, aos 11min, Aloísio driblou três marcadores e o goleiro Harlei para tocar para as redes, mas o árbitro apontou um domínio do atacante com a mão. Depois, aos 14min, Júnior arriscou de fora da área e Harlei teve muito trabalho para espalmar.

Superior, o São Paulo cresceu de rendimento depois que o técnico Muricy Ramalho trocou o meia-atacante Leandro pelo meia Danilo, que deixou a equipe visitante mais compacta e aumentou seu poderio nos contra-golpes. Foi assim que o time tricolor quase marcou aos 24min, em jogada individual de Danilo. O camisa 10 rolou para Souza, que bateu de primeira e acertou o corpo de Aldo.

Depois das oportunidades, o São Paulo voltou a diminuir o ritmo. Mas ao contrário do primeiro tempo, a equipe paulista não deu espaço para o Goiás tocar a bola e seguiu trocando passes lateralmente. Diante disso, a torcida tricolor começou a comemorar o título nacionais com gritos de "é campeão" e com o hino de seu time.

"Nós tivemos muita inteligência para tocar a bola. A vantagem que nós conseguimos no primeiro tempo foi importante e depois o melhor foi garantir que nós não nos desgastássemos muito por causa do calor. Isso é importante para podermos repetir o bom desempenho nas próximas rodadas", finalizou o zagueiro tricolor André Dias.

GOIÁS
Harlei; Aldo, Galeano (Juliano) e Leonardo; Vítor, Danilo Portugal, Romerito, Robson Luiz e Jadílson; Welliton (Muñoz) e Nonato (Raul)
Técnico: Geninho

SÃO PAULO
Bosco; André Dias, Fabão e Miranda; Ilsinho, Josué, Mineiro, Souza e Júnior (Richarlyson); Leandro (Danilo) e Aloísio (Alex Dias)
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Rogério Carlos Rolim e Aparecido Donizetti Santana (ambos do PR)
Público 41.745 pagantes
Renda: R$ 665.135,00
Cartões amarelos: Robson Luiz (G), André Dias (S), Juliano (G)
Gols: Mineiro, aos 9min; Fabão, aos 17min do primeiro tempo

Leia mais
Campeonato Brasileiro
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias