! Pachuca goleia e tira Atlético-PR da Sul-Americana - 23/11/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  23/11/2006 - 01h54
Pachuca goleia e tira Atlético-PR da Sul-Americana

Da Redação
Em São Paulo

Ainda não foi desta vez que o Atlético-PR conseguiu levantar a taça de um torneio internacional. Na madrugada desta quinta-feira, no México, o time de Curitiba precisava vencer para ir à final da Copa Sul-Americana. Porém, o Pachuca contou com uma atuação inspirada do atacante Giménez, goleou por 4 a 1, de virada, e garantiu a vaga na final do torneio.

IMAGENS DO JOGO NO MÉXICO
AFP
O Pachuca foi melhor desde o princípio
AFP
Mas Ferreira abriu o placar para o Atlético
EFE
Jimenez marcou dois e virou o marcador
EFE
Alvarez marcou mais um para o Pachuca
VEJA MAIS FOTOS DO JOGO
Na decisão, os mexicanos terão pela frente o Colo Colo (CHI), que se classificou na última terça-feira, ao bater o Toluca (MEX) por 2 a 0, no México. No jogo de ida, em Santiago, os chilenos já haviam vencido por 2 a 1, assim como o Pachuca, que venceu os dois jogos da semifinal.

Em Curitiba, quando perdeu por 1 a 0, o Atlético-PR já havia jogado muito mal. No México, a situação não foi diferente. O Pachuca demonstrou grande superioridade e, apesar de ter saído perdendo (gol de Ferreira), conseguiu a virada com dois gols do atacante Giménez, grande destaque da partida. Alvarez, autor do gol no jogo da Arena da Baixada, ampliou, e Cacho fechou o placar.

A eliminação acaba com a grande expectativa do Atlético-PR de vencer pela primeira vez um torneio internacional. Depois de chegar à final da Libertadores no ano passado (perdeu o título para o São Paulo), o clube apostava suas fichas na conquista da Sul-Americana. Depois de uma temporada ruim nos torneios domésticos, o clube encarava a competição como a salvação do ano.

No Campeonato Paranaense, o time não conseguiu nem chegar à final, e viu o rival Paraná Clube erguer a taça após bater a Adap, de Campo Mourão. Na Copa do Brasil, novo fracasso ao ser eliminado pelo Volta Redonda, ainda na segunda fase. Já no Campeonato Brasileiro, a campanha foi irregular durante toda a temporada e o risco do rebaixamento foi iminente durante quase toda a disputa.

A saída do Atlético-PR da Copa Sul-Americana ainda mantém um tabu do futebol brasileiro. Desde que o torneio começou a ser disputado, em 2001, jamais uma equipe do país conseguiu chegar sequer à final. Argentinos têm três titulo -Boca Juniors (2) e San Lorenzo- e peruanos têm um -Cienciano levantou a taça em 2003, ao bater o River Plate na decisão.

O jogo
Quem precisava da vitória era o Atlético-PR. Porém, querendo ampliar a vantagem conseguida no jogo de ida, foi o Pachuca que iniciou a partida no ataque. A primeira boa jogada saiu logo aos 4min. Após troca de passes no ataque, Gimenez ficou livre na área, chutou de frente para o gol e obrigou Cléber a fazer ótima defesa.

Assustado, o Atlético-PR não conseguia sair de seu campo de defesa e viu o adversário mexicano tomar conta do jogo. Aos 20min, o Pachuca quase abriu o marcador mais uma vez. Depois de cruzamento de Gimenez, Cléber tirou de soco e a bola sobrou novamente para o atacante, que levantou novamente na área, para Landin cabecear por cima do gol atleticano.

A primeira boa chance do Atlético-PR no jogo só saiu aos 32min. Após cruzamento de Jancarlos, da direita, Denis Marques não alcançou a bola. Ferreira ficou com a sobra, pelo lado esquerdo da área e rolou para a chegada de Michel, que bateu de primeira, para longe do gol.

Apesar do bom momento, quem chegou mais uma vez foi o time mexicano. Giménez recebeu lançamento no meio da zaga do Atlético-PR e tocou para o fundo das redes na saída de Cléber. Porém, o bandeira apontou o impedimento e o árbitro anulou o gol.

No final, depois de ser dominado durante toda a primeira etapa, o Atlético-PR aproveitou um erro do Pachuca e abriu o placar no México. Após cruzamento rasteiro de Jancarlos, da direita, o goleiro Calero se chocou com o zagueiro Cabrera e a bola sobrou para Ferreira, com o gol aberto, só completar para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, o jogo continuou como no primeiro tempo. O Pachuca continuou melhor e quase empatou aos 4min. Após cruzamento longo da direita, Cléber saiu mal do gol e Giménez cabeceou na trave direita da meta atleticana.

Depois disso, o Pachuca pressionou por mais quase dez minutos, até que aos 13min, Danilo cometeu pênalti em Mosquera ao disputar a bola no alto. Na cobrança, Giménez bateu com categoria, no canto direito de Cléber, que caiu para o lado errado e não pôde fazer nada para impedir o gol de empate.

Depois do gol, o Atlético-PR continuou perdido em campo e Giménez permaneceu jogando com muita facilidade. Aos 19min, o atacante nem precisou sair do chão para cabecear dentro da área, após cobrança de escanteio, para virar o marcador.

A partir daí, os brasileiros praticamente jogaram a toalha e Jancarlos deixou sua equipe em situação ainda pior. O lateral cometeu falta dura no meio-campo e foi expulso de campo. Com um homem a menos, só restou ao Atlético-PR se segurar. No entanto, os mexicanos continuaram em ritmo frenético e fizeram mais dois gols.

Aos 31min, Alvarez fez jogada individual pela esquerda e tocou na saída de Cléber para fazer o terceiro gol do Pachuca. O quarto saiu aos 36min. Cacho aproveitou lançamento e chutou da entrada da área para fechar o placar.

PACHUCA
Calero; López, Mosquera e Salazar, Caberera, Cerrea, Caballero, Chitiva (Alvarez) e Fausto Pinto; Landin (Cacho) e Giménez (Arellano)
Técnico: Enrique Meza

ATLÉTICO-PR
Cléber, Jancarlos, Danilo, João Leonardo e Michel; Erandir (Marcelo Silva), Alan Bahia, Cristian (Válber) e Ferreira; Denis Marques e Marcos Aurélio (William)
Técnico: Oswaldo Alvarez

Local: estádio Hidalgo, em Pachuca (MEX)
Árbitro: Mauricio Reinoso (EQU)
Auxiliares: Marco Muzo e Félix Badaraco (ambos do EQU)
Cartões amarelos: Jancarlos (A), Erandir (A) e Cacho (P)
Cartão vermelho: Jancarlos (A)
Gols: Ferreira, aos 42min do primeiro tempo; Giménez, de pênalti, aos 13min, e aos 19min, Alvarez, aos 31min e Cacho, aos 36min do segundo tempo.

Copa Sul-Americana
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias