! Vasco e Santos empatam e ficam em situações distintas - 26/11/2006 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  26/11/2006 - 18h01
Vasco e Santos empatam e ficam em situações distintas

Da Redação
No Rio de Janeiro

Vasco e Santos entraram em campo podendo garantir juntos uma vaga para a Libertadores 2007. No entanto, o empate por 1 a 1 em São Januário, pela 37ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, serviu apenas para a equipe visitante alcançar este objetivo.

Isso porque o Paraná derrotou o São Caetano por 2 a 0 fora de casa e complicou a situação da equipe carioca na competição nacional. A igualdade no marcador levou o Vasco para 58 pontos, na sexta colocação, com um ponto a menos que o clube paranaense e três a menos que os paulistas.

Desta forma, para atingir seu objetivo, o time do Rio terá que vencer o Figueirense, em Santa Catarina, no jogo decisivo e torcer para que o Paraná, que joga em casa, não triunfe frente ao São Paulo.

SITUAÇÃO DO VASCO
Objetivo principal: conquistar uma vaga na Copa Libertadores em 2007.

O que precisa fazer: Vencer sua última partida contra Figueirense (F) e torcer para que o Paraná não derrote o São Paulo (C).
MAIS DO VASCO
Já o Santos apenas cumpre tabela contra o Santa Cruz, lanterna da competição, na Vila Belmiro. Na última rodada, todos os jogos acontecem no próximo domingo, às 16h.

"O objetivo era o título. Não conseguimos esse título, mas conquistamos essa vaga na Libertadores, que é importante", lembrou o técnico Vanderlei Luxemburgo.

No primeiro tempo, o Vasco teve mais volume de jogo, mas pouco levou perigo ao gol de Fábio Costa, sendo 'punido' por um gol do zagueiro Domingos, de cabeça. O time do Rio conseguiu chegar ao empate nos minutos finais por intermédio de Leandro Amaral.

Contudo, o time carioca voltou para o segundo tempo com o ímpeto renovado e exigiu boas defesas de Fábio Costa. No entanto, o Santos quase chegou à vitória em jogadas de contra-ataque, mas Cássio garantiu pelo menos um ponto ao clube vascaíno.

Nos acréscimos, Fábio Junior ainda perdeu um gol feito, ao completar um cruzamento de Claudemir pela linha de fundo.

"O time jogou muito melhor e poderia ter ganhado o jogo. Agora temos que pensar no próximo jogo e vencer o Figueirense", lamentou o goleiro Cássio.

O jogo
O técnico Vanderlei Luxemburgo alterou o esquema tático de sua equipe - deixou o 3-5-2 e apostou na formação com dois zagueiros - para tentar pressionar o time carioca. No entanto, a primeira boa chance de gol foi do Vasco.

SITUAÇÃO DO SANTOS
Objetivo principal: conquistar uma vaga na Copa Libertadores em 2007.

O que precisa fazer: Com o empate, o Santos garantiu uma vaga na Libertadores em 2007. Esta será a quarta vez nos últimos cinco anos que o time disputa a competição sul-americana.
MAIS DO SANTOS
Aos 4min, o meia Ramon recebeu passe de Leandro Amaral dentro da área pela esquerda, mas chutou em cima de Fábio Costa. No lance seguinte, o lateral direito Claudemir invadiu a área, só que mais uma vez a bola sobrou com o goleiro santista.

A partir daí, o Santos conseguiu equilibrar a partida e assustou com Reinaldo, as 13min. Mas aos 21min, o ataque do time visitante contou com a colaboração de um defensor. O zagueiro Domingos aproveitou um escanteio bem cobrado por Zé Roberto e abriu o placar de cabeça.

No entanto, o gol não abateu o Vasco. Cinco minutos depois, Ramon exigiu grande defesa de Fábio Costa, em conclusão da entrada da área. Aos 36min, Andrade teve uma oportunidade em sua especialidade: cobranças de falta de longa distância.

O jogador cobrou com violência e o goleiro do Santos conseguiu desviar pela linha de fundo. Dois minutos depois, Leandro Amaral fez valer a pressão vascaína e igualou o marcador aproveitando sobra dentro da área.

"A equipe teve um poder de reação maior e conseguiu empatar o jogo. Vamos vir para o segundo tempo em busca da vitória", indicou o meia Ramon na saída para os vestiários.

Uma atitude dos torcedores vascaínos pode ter más conseqüências ao time. Aos 29min do primeiro tempo, quando o Vasco perdia por 1 a 0, um rojão foi lançado para dentro do gramado do estádio de São Januário.

O fato foi registrado pelo árbitro Leonardo Gaciba e deve constar na súmula da partida. Com isso, o clube corre o sério risco de sofrer alguma punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Mesmo assim, o provável prejuízo para a equipe só será contabilizado na próxima temporada, já que o jogo foi o último do Vasco em São Januário este ano.
ROJÃO PODE CAUSAR PROBLEMA
O lateral-direito Claudemir quase confirmou as palavras de seu companheiro logo no primeiro minuto da etapa final, mas, da altura do bico da pequena área, concluiu para fora uma jogada individual.

Seis minutos mais tarde, Andrade cobrou falta da intermediária, Fábio Costa deu rebote e afastou o perigo com um bico na bola. Aos 9min, um lance polêmico. Leandro Amaral, na linha da grande área, foi deslocado com o braço por Cléber Santana, mas Leonardo Gaciba mandou a jogada seguir.

Entretanto, aos 22min, quase que o zagueiro Dudar 'entrega' o jogo. O jogador errou ao tentar dominar a bola, mas Wellington Paulista adiantou demais a bola, que sobrou nas mãos de Cássio.

O goleiro vascaíno apareceu bem na partida aos 34min, desviando de soco uma cobrança de falta de Rodrigo Tiuí. O Vasco ainda tentou pressionar e Fábio Junior perdeu gol feito aos 47min, mas cabeceu pela linha de fundo.

VASCO
Cássio; Claudemir, Fábio Braz, Dudar e Diego; Ygor, Andrade, Ramon (Madson) e Morais (Abedi); Jean (Fábio Junior) e Leandro Amaral
Técnico: Renato Gaúcho

SANTOS
Fábio Costa; André Oliveira, Ávalos, Domingos e Carlinhos; Fabinho (André Luiz), Cléber Santana, Zé Roberto, Rodrigo Tabata (Heleno); Reinaldo e Wellington Paulista (Rodrigo Tiuí)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
Assistentes: José Javel Silveira e José Otávio Dias Bitencourt (ambos do RS)
Cartões amarelos: André Oliveira (S), Rodrigo Tabata (S), Reinaldo (S), Andrade (V), André Luiz (S), Fábio Braz (V), Fábio Junior (V)
Gol: Domingos, aos 21min, Leandro Amaral, aos 38min do primeiro tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias