! Santos larga bem e vence Blooming fora de casa - 31/01/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  31/01/2007 - 23h42
Santos larga bem e vence Blooming fora de casa

Da Redação
Em São Paulo

O Santos começou bem sua participação na Libertadores de 2007. Jogando em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, o time da Baixada Santista venceu o Blooming por 1 a 0 e abriu boa vantagem para decidir a vaga em casa, na próxima quarta-feira.

PRINCIPAIS LANCES
Reuters
Pedro finaliza na vitória do Santos fora
PRIMEIRO TEMPO
11min - Maldonado passa para Pedro, que ganha do marcador na corrida, invade a área e bate com a perna direita, mas o goleiro Salazar defende no meio do gol.
24min - Cléber Santana recebe na direita, corta a marcação e arrisca sem ângulo com a perna direita. O chute forte bate na trave esquerda e sai.
34min - Maldonado faz jogada pelo meio, é desarmado e a bola sobra para Fabiano, dentro da área. O atacante bate cruzado com a perna direita, mas a bola sai à esquerda do gol do Blooming.
SEGUNDO TEMPO
3min - GOOOOLLL DO SANTOS!!!!! Pedro faz jogada individual na direita, invade a área e tenta o cruzamento, mas a bola vai direto no gol e surpreende Salazar.
16min - Da direita, Antônio Carlos cruza. Sozinho na pequena área, Cléber Santana cabeceia firme, mas a bola sai à esquerda do gol do Blooming.
28min - Rodrigo Tabata recebe passe de letra de Cléber Santana, domina, tenta o giro e sofre pênalti. Na cobrança, Cléber Santana dá uma pancada no travessão.
46min - Marcos Aurélio recebe na esquerda, limpa o lance e bate com a perna canhota no ângulo esquerdo, mas Salazar faz boa defesa.
LUXEMBURGO SEGUE RODÍZIO
PEDRO ADMITE GOL 'SEM QUERER'
LUXEMBURGO CONDENA VIOLÊNCIA
Desde o início, os bolivianos mostraram qual era o espírito da partida. Em todo o jogo, o time da casa recebeu cinco cartões amarelos, sendo que quatro foram apenas no primeiro tempo, a maioria em lances com o meia Zé Roberto, principal "alvo" dos marcadores.

Mas isso não foi o suficiente para segurar o Santos. A vitória agora tranqüiliza o torcedor alvinegro, pois o time de Vanderlei Luxemburgo decidirá a vaga na Vila Belmiro, na próxima quarta, sem precisar vencer o confronto.

Como triunfou fora de casa no primeiro jogo, o Santos se classifica com qualquer empate e, naturalmente, em caso de vitória. Um tropeço pelo placar mínimo levaria a decisão para os pênaltis, enquanto uma derrota por mais de dois gols de diferença dá a classificação aos bolivianos.

O vencedor desse confronto da fase preliminar disputa a próxima fase da Libertadores no Grupo 8 e já conhece seus adversários: Defensor Sporting, Deportivo Pasto e Gimnasia y Esgrima serão os concorrentes de Santos ou Blooming.

Além de dar uma vantagem importante ao clube alvinegro no confronto com os bolivianos, a partida marcou a manutenção do ótimo aproveitamento do Santos na temporada. Até o momento, foram seis jogos, um pela Libertadores e cinco pelo Paulista, e seis vitórias.

Mas não foi fácil manter o bom retrospecto na temporada. Apesar da fragilidade técnica, o Blooming dificultou a vida do Santos, abusando das faltas e marcando bem a equipe adversária.

A pressão do time da Vila Belmiro, no entanto, era grande. Depois de passar perto do primeiro gol durante toda a primeira etapa, o clube alvinegro conseguiu abrir o marcador logo aos 3min do segundo tempo, com Pedro. Depois disso, o clube brasileiro ainda teve chance de ampliar com Cléber Santana, mas o meia desperdiçou pênalti no travessão. No final, o placar terminou inalterado.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, para decidir a classificação. Antes disso, porém, o Santos joga contra o Palmeiras, no Parque Antarctica, no domingo, pelo Campeonato Paulista.

BLOOMING-BOL
Salazar, Ortiz, Jáuregui, De Carlos (Wernly), Mendéz, Alexandre, Gómez, Suárez (Juarez), Vaca, Dimas e Fíerro (Méndez)
Técnico: Álvaro Peña

SANTOS
Fábio Costa, Pedro, Antônio Carlos, Adaílton, Kleber, Rodrigo Souto, Maldonado (Ávalos), Cléber Santana, Zé Roberto, Fabiano (Marcos Aurélio) e Rodrigo Tiuí (Rodrigo Tabata).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra (SP)
Árbitro: Líber Prudente (URU)
Auxiliares: Olivier Viera e Robert Muniz (ambos do URU)
Cartões amarelos: Wernly, De Carlos, Gómez e Dimas (B); Pedro e Adaílton (S)
Gols: Pedro, aos 3min do segundo tempo

Veja também

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias