! Com dois de Tabata, Santos vence Rio Branco e mantém liderança - 08/03/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  08/03/2007 - 22h26
Com dois de Tabata, Santos vence Rio Branco e mantém liderança

Da Redação
Em São Paulo

Mesmo com uma equipe repleta de jogadores reservas, o Santos cumpriu seu papel e manteve a liderança do Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira, o time da Baixada superou o Rio Branco por 3 a 0, em Americana, com dois gols de falta do meia Rodrigo Tabata (Cléber Santana marcou o primeiro). De quebra, ganhou motivação para o clássico contra o São Paulo do próximo domingo.

PRINCIPAIS LANCES
Sérgio
Cléber Santana comemora 1º gol do Santos
PRIMEIRO TEMPO
5min - Rodrigo Pontes acerta forte chute de fora da área. A bola passa perto, mas sai à esquerda da meta de Fábio Costa.
24min - Cléber Santana cobra falta da intermediária direto para o gol. A bola passa debaixo da barreira e assusta o goleiro, mas sai pela linha de fundo.
45min - GOOOOOLL DO SANTOS!!!!! Jonas recebe lançamento dentro da área, na frente do goleiro, e cai antes de passar por Éder. O juiz anota pênalti. Cléber Santana bate forte, no canto esquerdo, e abre o placar para a equipe visitante.
SEGUNDO TEMPO
22min - GOOOOOLL DO SANTOS!!!!!!!!!! Rodrigo Tabata acerta linda cobrança de falta da entrada da área, no ângulo direito da meta adversária, e amplia o placar.
35min - Paulão acerta chute forte da intermediária no canto esquerdo. Atento, Fábio Costa espalma para escanteio.
37min - GOOOOOLL DO SANTOS!!!! Rodrigo Tabata cobra nova falta de fora da área e desta vez manda no canto esquerdo do goleiro Éder para fazer o terceiro.
TABATA E TIUÍ PEDEM CHANCE
"Nunca tinha marcado dois de falta em um só jogo. É uma ocasião muito especial para mim. Foi muito importante manter essa vantagem na reta final do campeonato, pois é um momento de decisão", comemorou Tabata, que não tinha feito nenhum gol no Estadual até esta noite.

Com o resultado, o Santos chegou aos 31 pontos da tabela. Como o São Paulo venceu o Guaratinguetá por 2 a 1, também nesta quinta, o time alvinegro permaneceu com a vantagem de um ponto sobre a equipe do Morumbi. O Rio Branco, por sua vez, fica com os mesmos oito pontos, na vice-lanterna.

Para evitar o desgaste de grande parte dos seus principais jogadores, o técnico Vanderlei Luxemburgo começou a partida com apenas três atletas considerados titulares: o goleiro Fábio Costa, o lateral-direito Dênis e o meia Cléber Santana. Rodrigo Tiuí e Marcos Aurélio também entraram no segundo tempo.

Quando a bola rolou, o Santos tentou imprimir um forte ritmo de jogo, mas encontrou dificuldades para criar chances reais de gol. Aos poucos, o clube anfitrião também subiu ao ataque e arriscou bastante de fora da área, sem sucesso. Com pouca criatividade, o time praiano se aproveitou do pênalti convertido por Cléber Santana, aos 45min, para terminar a primeira metade do duelo na frente do placar.

"A equipe deles estava marcando em cima, o que dificultou para nós. Tomara que, com esse um a zero, nós tenhamos mais tranqüilidade para tocar a bola e marcar mais gols", disse Santana no intervalo. Com o lance, ele se tornou o vice-artilheiro isolado do Estadual, após ter marcado nove vezes, uma a menos que o atacante Somália do São Caetano.

Na etapa final, a equipe da casa até esboçou uma reação. No entanto, Rodrigo Tabata ampliou para o Santos aos 22min, com belo gol de falta. Depois, o time de Luxemburgo se segurou no campo de defesa e ainda conseguiu ampliar novamente em cobrança de falta do meio-campista, aos 37min.

Além do Santos, o Rio Branco também volta a disputar o Campeonato Paulista no domingo, pela 13ª rodada. Enquanto o time praiano recebe o São Paulo na Vila Belmiro, às 16h, o Rio Branco joga contra o Santo André no estádio Bruno José Daniel, no mesmo horário.

RIO BRANCO
Éder; Adriano Sella (Jajá), Paulão, Marcelo Heleno e Vainer; Felipe, Rodrigo Pontes, Leonel e Rafael Chorão (Rodrigo Batata), Rossini e Bachin (Eraldo)
Técnico: Ruy Scarpino

SANTOS
Fábio Costa, Marcelo, Ávalos e Leonardo; Dênis, Cléber Santana (Dionísio), Adriano, Pedrinho (Marcos Aurélio) e Carlinhos; Rodrigo Tabata e Jonas (Rodrigo Tiuí)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio Décio Vita, em Americana (SP)
Árbitro: Rodrigo Amaral
Assistentes: Marcelino Tomáz de Brito Neto e Alex Alexandrino
Cartões amarelos: Cléber Santana (S), Jonas (S), Éder (RB), Adriano (S), Adriano Sella (RB), Rossini (RB)
Gols: Cléber Santana, aos 45min do primeiro tempo; Rodrigo Tabata, aos 22min e aos 37min do segundo tempo

Campeonato Paulista


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias